quinta-feira, 29 de maio de 2008

OS VERDES ANOS: ISABEL SÁ


A rubrica “Os Verdes Anos” abre hoje as portas a Isabel Sá, atleta juvenil do Grupo Desportivo 4 Caminhos e recente medalha de bronze colectiva nos Mundiais de Orientação Escolar, com a Escola Básica 2,3 “A Ribeirinha” (Vila do Conde). Na primeira pessoa, esta jovem certeza da Orientação nacional partilha connosco, sentidamente, pequenos pedacinhos de si própria. Escutemo-la, pois, com toda a atenção.


O meu nome é Isabel Sá, tenho 16 anos e vivo em Vila do Conde. O que tenho em comum com todos vocês que lêem este blogue? Sou apaixonada pela Orientação. A primeira vez que ouvi falar em Orientação foi pela minha irmã, que teve contacto com a modalidade através do Desporto Escolar e da fantástica Professora Belém. Quando tinha 11 anos comecei a ir a algumas aulas teóricas e a interessar-me mais pela Orientação, acabando por ir a alguns treinos. Contudo, nessa altura, era atleta de natação e treinava 5 vezes por semana, o que não me dava tempo para mais. Meses depois, o bichinho da Orientação falou mais alto e troquei as piscinas pela floresta.

A minha primeira experiência competitiva na floresta foi em 2003, numa prova organizada pelo meu clube, o Grupo Desportivo 4 Caminhos, na Quinta de Santo Inácio, em Vila Nova de Gaia. Foi aí que comecei a ter certezas que além de adorar o contacto com os mapas e a natureza, adorava aquele ambiente e aquela amizade que aí se respira. Foi também em Gaia que conheci uma grande pessoa, a Joana Costa. Para quem ainda não conhece este nome, posso garantir-vos que esta jovem promessa vai dar muito que falar e todos vamos ouvir falar dos seus êxitos.

Na época 2003/2004 federei-me pelo GD4C na Federação Portuguesa de Orientação com o peitoral 2864. Fui evoluindo e começando a treinar, inicialmente com o Tiago Aires e de momento com o Mestre Rui Ferreira. Tive a excelente oportunidade, através da Selecção Nacional, de viver experiências únicas e de visitar locais fantásticos como a Hungria, a Eslovénia, República Checa, Amesterdão, Veneza... Mais recentemente, estive com a minha equipa e com a Prof. Belém na Escócia, a representar a Escola Ribeirinha e Portugal no Campeonato do Mundo de Desporto Escolar. Posso dizer que foi lá que obtive os resultados de que mais me orgulho. A equipa da Ribeirinha é a terceira melhor do mundo e consegui resultados individuais bastante positivos.

Encontro-me no 10º ano de escolaridade na área de Ciências Sócio-Económicas. Para manter as minhas notas, conciliando-as com o treino, tenho de fazer muita ginástica para esticar o meu tempo. Contudo, acho que sabendo organizar bem cada minuto, tenho tempo para tudo: passear, sair, estudar, treinar, ir ao cinema, ver televisão, ler, etc. A minha motivação? Família e amigos. A minha irmã é a melhor atleta portuguesa feminina de Orientação e nela vejo um exemplo, não só a nível desportivo mas também académico. Os meus amigos apoiam-me incondicionalmente e de todas as maneiras que podem. Mas falar em amigos e não falar na Joana Costa é como falar em Orientação e não falar em mapas. Desde que conheci a Joana na Quinta de Santo Inácio, a nossa amizade cresceu e somos hoje maiores adversárias e melhores amigas.

Para o futuro, os meus objectivos são primeiramente académicos. Ingressar na Faculdade de Economia e ser uma excelente profissional. A nível desportivo não tenciono abandonar a modalidade, pelo menos enquanto a saúde e a idade me permitirem. A curto prazo tenho um sonho: Ficar nas 5 primeiras num Campeonato da Europa de Jovens. A longo prazo pretendo trabalhar para conseguir entrar numa Final A dum Campeonato do Mundo de seniores, algo nunca conseguido por uma mulher em Portugal.

E a pensar no futuro me despeço. Já sabem, peguem num mapa e numa bússola e… encontramo-nos por aí numa floresta!

Isabel Sá

Grupo Desportivo 4 Caminhos
EB 2,3 A Ribeirinha (Vila do Conde)



Se pertences aos escalões de formação, este espaço é teu. Orienta dez minutos do teu tempo e vem daí dizer-nos quem és, como és e tudo o mais que te vier à cabeça.

Atreve-te! Vais ver que não custa nada.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: