sexta-feira, 20 de novembro de 2015

PrisMagazine nº 3 acaba de ser publicada



Mantendo uma regularidade invejável, a PrisMagazine acaba de ver publicada mais uma edição, para gáudio dos seus (cada vez mais) leitores. Entre os inúmeros assuntos de interesse abordados neste número, um há que nos diz particular respeito: Chama-se “Magia” e trata-se de um conto extraído do livro “Crónicas Norte Alentejano O' Meeting 2010”, da autoria de Joaquim Margarido.


Pelo terceiro mês consecutivo, a PrisMagazine salta para a banca virtual. Revista especializada em Orientação, dirigida por Jeremias Queiroga, a publicação deste mês faz questão, desde logo, de se associar à campanha “Novembro Azul”, alertando para o Câncro da Próstata e para a importância do seu rastreio em indivíduos com idade acima dos 40 anos. Ao longo de 56 páginas, são inúmeros os motivos de interesse abordados, fazendo da PrisMagazine, uma vez mais, uma publicação de leitura obrigatória.

Sem desprimor para com todos os outros artigos apresentados, o Orientovar permite-se realçar, pelo seu interesse histórico e pela riqueza dos documentos que o contextualizam, o artigo que aborda “A Evolução dos Mapas de Orientação no Paraná (1994-1999)”. Nele, Carlos Alberto Xavier, Diretor Técnico da Federação Paranaense de Orientação e Presidente do Conselho de Árbitros da CBO, enumera as “barreiras, restrições e dificuldades” da Orientação Paranaense nesses primeiros anos de vida. Entre os exemplares de mapas apresentados – os quais dão bem a noção da evolução sofrida ao longo dos anos -, destaque para o mapa “Faxinal do Céu, Pinhão – Paraná”, palco da 1ª etapa do I Campeonato Brasileiro de Orientação CamBOr 1999, na realidade o primeiro evento oficial da Confederação Brasileira de Orientação.

Joacy Dantas e a Associação Caatinga Trekkers são, respetivamente, o atleta e o clube em destaque neste número da PrisMagazine. Imperdível também é a Entrevista com o belga Michael Hock, uma personalidade muito conceituada no Brasil e que é o responsável pelo desenvolvimento do Helga-O, um software para provas de Orientação com bastante impacto na Bégica, em França e no Brasil. A derradeira nota vai para o pequeno artigo intitulado “Magia”, onde se reproduz um conto extraído do livro “Crónicas Norte Alentejano O' Meeting 2010”, de Joaquim Margarido, e que é o resultado da parceria que o Orientovar e a PrisMagazine mantêm desde o primeiro número desta publicação.

Para ler na íntegra a PrisMagazine nº 003 (Novembro 2015), aceda à página http://issuu.com/revistaprismamagazine/docs/prizmagazine_num003. Boas leituras!


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: