sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Campeonato Nacional Absoluto 2015 e I PreO Ori-Mondego: Dois eventos de luxo no fecho da temporada



Com o Bom Sucesso engalanado para receber mais um grande evento, a Orientação nacional prepara-se para colocar um ponto final na temporada das disciplinas Pedestre e de Precisão. Campeonato Nacional Absoluto de Orientação Pedestre 2015 e I PreO Ori-Mondego são aliciantes duma dupla jornada a prometer emoções fortes. Já este fim de semana!


No próximo fim de semana, a Associação Desportiva do Mondego, Ori-Mondego, em parceria com a Federação Portuguesa de Orientação, Câmara Municipal da Figueira da Foz e Junta de Freguesia do Bom Sucesso, leva a efeito o Campeonato Nacional Absoluto de Orientação Pedestre 2015. Local de eleição a nível nacional e palco de eventos de boa memória em anteriores ocasiões, as florestas do Bom Sucesso, simpática freguesia do concelho da Figueira da Foz, irão ser calcorreadas por mais de quatro centenas de atletas, primeiro no sábado, em busca do acesso à decisiva prova e depois, no última dia, na tão almejada Final A ou nas provas de “consolação”.

Cumprindo este ano a sua 13ª edição, o Campeonato Nacional Absoluto de Orientação Pedestre 2015 apresenta, desde logo, uma baixa de vulto na competição masculina, com Miguel Reis e Silva (CMoF) ausente e a abdicar, desta forma, da defesa do título conquistado brilhantemente em Pombal, em 15 de Novembro de 2014. Tal como sucedeu noutras ocasiões ao longo da temporada, Tiago Romão (ADFA), Tiago Gingão Leal (GD4C), Tiago Martins Aires e Manuel Horta (ambos do GafanhOri) e Pedro Nogueira (ADFA) reunem o favoritismo no tocante aos lugares do pódio. Resta, contudo, essa enorme expectativa de percebermos até que ponto Tiago Gingão Leal conseguirá fazer o “dois em um”, ou seja, juntar à vitória anunciada na Taça de Portugal VITALIS o título nacional absoluto, duas proezas inéditas na sua carreira e que pontuariam, da melhor forma, uma época extraordinária. Grande favorita à vitória no setor feminino, Mariana Moreira (CPOC) aposta certamente na renovação do título nacional absoluto, juntando esse feito à conquista da sua segunda Taça de Portugal de Orientação Pedestre, depois de ter já vencido o certame em 2014. Os crónicos adversários de Mariana Moreira serão a sua colega de equipa Vera Alvarez (CPOC), Patricia Casalinho (COC), Carolina Delgado (GD4C) e ainda Raquel Costa e Rita Rodrigues, ambas do GafanhOri.

Ainda no sábado terá lugar a última etapa da Taça de Portugal de Orientação de Precisão Invacare 2015. O facto de serem conhecidos já os grandes vencedores da Taça na presente temporada – Luis Gonçalves (CPOC), na Classe Aberta, e Ricardo Pinto (DAHP), na Classe Paralímpica – não retira interesse à competição, nela estando em causa a luta pelas vagas na equipa que, de quinas ao peito, representará Portugal nos Campeonatos da Europa de Orientação de Precisão, na República Checa, em Maio de 2016. Daí podermos ver, entre os inscritos, todos os nomes cimeiros desta disciplina em Portugal, de Jorge Baltazar (GDU Azoia) a Inês Domingues (COC), de Julio Guerra (DAHP) a João Pedro Valente (CPOC), num total de 46 participantes.

Toda a informação para detalhar em http://cna2015.admondego.pt/.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido
  

Sem comentários: