sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Duas ou três coisas que eu sei dela...



1. Regularidade e consistência foram as fórmulas de sucesso adotadas pelo russo Anton Foliforov e pela britânica Emily Benham para a conquista da Taça do Mundo de Orientação em BTT 2015. Virtuais vencedores à entrada para a derradeira etapa disputada em Liberec, República Checa, aquando dos Campeonatos do Mundo, ambos os atletas lograram renovar o título alcançado em 2014. Anton Foliforov triunfou em masculinos com um total de 290 pontos, a que corresponderam quatro vitórias e um segundo lugar. As duas outras grandes figuras da temporada masculina, o finlandês Jussi Laurila e o italiano Luca Dallavalle, terminaram nas posições imediatas, com mais 44 e 68 pontos, respectivamente, que o vencedor. Davide Machado foi o melhor português, arrecadando um total de 60 pontos e concluindo na 32ª posição. Três vitórias, um segundo lugar e uma terceira posição valeram a Emily Benham um total de 275 pontos e a vitória na Taça do Mundo feminina com uma vantagem de cinco pontos sobre a grande revelação da temporada, a checa Martina Tichovska. A francesa Gaëlle Barlet concluiu na terceira posição com 246 pontos. Consulte os resultados completos em http://ranking.orienteering.org/WorldCup.


2. Decorreram no passado fim de semana os Campeonatos de TrailO da Finlândia. Com mapas e desenho de percursos de Lauri Kontkanen e supervisão de Antti Rusanen, a competição atraiu a Selsien Siku cerca de seis dezenas de atletas para a disputa dos títulos nacionais de TempO e de PreO 2015. Tomando conta do primeiro dia de provas, a competição de TempO teve em Risto Vainio o grande vencedor, com 515 segundos. Mais rápido que o vencedor mas menos certeiro, Martti Inkinen foi o segundo classificado, a 28 segundos de Vainio. Com um tempo médio de 5,77 segundos/ponto, Jari Turto foi o mais rápido de todos os atletas em prova, mas as 11 respostas erradas das 44 que compunham o concurso ditaram a terceira posição final, com um total de 584 segundos. Jari Turto voltou a estar em evidência no segundo dia, ao levar de vencida a competição de PreO. Numa prova muito disputada – os quatro primeiros terminaram empatados em pontos, servindo como fator de desempate o tempo gasto nos pontos cronometrados – Turto falhou apenas o último dos 44 pontos do percurso, valendo-lhe os 14 segundos nos cronometrados para levar de vencida o título nacional, batendo Jani Leppäniemi por um escasso segundo. O finlandês Ari Tertsunen conclui na terceira posição com 23 segundos nos cronometrados. Resultados completos e demais informação em http://www.trailo.fi/sm-kisat-2015/.


3. No fim de semana de 15 e 16 de Agosto, a Taça da Europa de Orientação de Precisão 2015 (não oficial) viu disputada em Bollnäs, na Suécia, a sua quarta ronda. Com percursos desenhados por Lennart Wahlgren, as etapas constituíram, em ambos os dias, um desafio aliciante para os 49 participantes de 6 diferentes nações que marcaram presença na “floresta profunda” do condado de Hälsingland. No primeiro dia de provas, foram quatro os atletas que terminaram empatados no topo da tabela, com 19 pontos em 20 possíveis. Valeu ao norueguês Lars Jakob Waaler uma fantástica prestação nos pontos cronometrados, para se impor ao sueco Ola Jansson, segundo classificado, e ao finlandês Ari Tertsunen e ao sueco Robert Jakobsson, terceiro e quarto classificados, respectivamente. A segunda etapa viu o norueguês Sigurd Dæhli repartir com o sueco Erik Stålnacke o primeiro lugar, ambos com 22 pontos em 23 possíveis e 16 segundos gastos nos pontos cronometrados. O finlandês Ari Tertsunen repetiu a terceira posição com menos um ponto que os vencedores, apesar de ter sido o mais rápido nos pontos cronometrados, com 9 segundos apenas. Quando falta disputar apenas uma ronda para o final da Taça da Europa 2015, Martin Jullum continua a liderar a classificação geral, mas as fracas prestações nesta quarta ronda colocaram em causa a revalidação do título por parte do norueguês, permitindo aos seus mais diretos opositores encurtar distâncias e colocarem-se, também eles, em posição privilegiada para chegarem à vitória final. Jullum tem encaixados 159 pontos até ao momento, mais 8 que o letão Janis Rukšans e mais 25 que o norueguês Lars Jakob Waaler. A sueca Marit Wiksell esteve igualmente nesta ronda uns furos abaixo daquilo que seria de esperar, descendo um lugar na tabela e sendo agora a 4ª classificada com 131 pontos. Mais informações em http://orienteering.org/events/?event_id=439.


4. Com um total de 3520 pontos, a turma finlandesa do Kuntokeskus Huippu, composta pela dupla Petteri Muukkonen e Hannu-Pekka Pukema, conquistou o título mundial de Rogaine 2015. Disputada pela primeira vez acima do Círculo Polar Ártico, nas deslumbrantes paisagens do Park Nacional de Urho Kekkonen, na região finlandesa de Saariselkä, a 13ª edição dos Campeonatos Mundiais de Rogaine WRC 2015 foi disputada por 374 equipas de 21 países. Na segunda posição, a 30 pontos dos vencedores, classificaram-se os estonianos da Estonian ACE Adventure Team (Silver Eensaar e Rain Eensaar), enquanto a terceira posição coube a outra turma da Estónia, a Salomon, composta por Timmo Tammemäe e Rait Pallo. A vitória no escalão sénior feminino coube às russas Ann Shavlakova e Natalya Abramova, da equipa Squirrels, enquanto os russos Konstantin Ivanov e Natalia Zimina, da Blondie/KAT, levaram de vencida o escalão sénior misto. Uma nota de destaque para a turma espanhola da Fuby Sport, composta por Albert Herrero e Jaume Folguera, que concluiu na 9ª posição, com menos 570 pontos que os vencedores. Para mais informações e resultados completos, consulte a página do WRC 2015 em http://wrc2015.rogaining.fi/.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: