sábado, 15 de agosto de 2015

Duas ou três coisas que eu sei dela...



1. Um grupo de seis atletas representou recentemente o nosso País nos Campeonatos do Mundo de Veteranos de Orientação Pedestre WMOC 2015, que decorreram em Gotemburgo, na Suécia. A competição juntou 3216 atletas de ambos os géneros, distribuídos por 25 escalões de competição. Nota de curiosidade para os 40 representantes brasileiros que demandaram o norte da Europa para participarem nesta competição, o que fez do Brasil o 14º mais representado entre os 38 países que marcaram presença em Gotemburgo. Quanto aos portugueses, destaque para as presenças de três atletas na Final A de Sprint, com João Pedro Valente (CPOC) a ser o 34º classificado no escalão M45, Manuel Dias (Lisboa OK) a ocupar a 22ª posição em M60 e Vítor Rodrigues (CPOC) a ser o 47º classificado no mesmo escalão. Quanto à Distância Longa, os desempenhos dos nossos atletas não foram de molde a que conseguíssemos qualquer presença na Final A, servindo de consolação a vitória de João Pedro Valente na Final B. Uma nota de apreço, ainda, para os restantes representantes portugueses, José Fontoura (CPOC), Escada da Costa (COALA) e Margarida Rocha (GD4C). Saiba tudo sobre os Campeonatos do Mundo WMOC 2015 em http://www.wmoc2015sweden.se/.


2. A Comissão de Orientação Pedestre da Federação Internacional de Orientação acaba de concluir o cálculo das Divisões dos Campeonatos do Mundo. Os cálculos são feitos com base nos Regulamentos Especiais para o WOC [AQUI] e são fundamentais na definição das quotas de atletas que cada seleção pode alocar às provas de floresta – Distância Média e Distância Longa – nos próximos Campeonatos do Mundo, a disputar em Strömstad, Suécia. Mercê dum extraordinário desempenho nos recentes Campeonatos do Mundo, a Grã-Bretanha viu as suas equipas masculina e feminina ascenderam à Primeira Divisão. Os britânicos trocam de posições com a Rússia em masculinos e com a Letónia em femininos. Quem sobe também de Divisão, da terceira para a segunda, tanto em masculinos como em femininos, é a Espanha. À Espanha, em masculinos, junta-se a Hungria, baixando à terceira divisão a Itália e o Japão. Em femininos, a Nova Zelândia acompanha a Espanha na subida de divisão, descendo ao escalão inferior a Austrália e a Irlanda. Portugal permanece na terceira divisão. Vejas listas completas, consultando aqui os rankings masculino e feminino.


3. A coincidência de datas, no próximo dia 04 de outubro, das Eleições Legislativas com o 1º Troféu de Orientação Pedestre de Proença-a-Nova, prova pontuável para a Taça de Portugal VITALIS de Orientação Pedestre 2015, levou a Federação Portuguesa de Orientação a emitir um parecer relativamente a esta questão. Face à impossibilidade de encontrar alternativas simples (entre meados de setembro e o final de outubro todos os fins de semana estão preenchidos com eventos de âmbito nacional) e após validação com o clube e autarquia local, a Federação Portuguesa de Orientação decidiu manter o 1º Troféu de Orientação Pedestre de Proença-a-Nova nas datas inicialmente previstas, 03 e 04 de outubro. Procurando facilitar um regresso atempado a casa, de forma a que cada participante tenha oportunidade de exercer o seu direito de voto, a organização procedeu à alteração da prova de domingo, de Distância Longa para Distância Média. Outra das alterações ao programa prende-se com a antecipação para as 08:30 das primeiras partidas da prova de Distância Média do segundo dia. Toda a informação acerca do evento em http://www.cimo.pt/orienta%C3%A7%C3%A3o/trofeu-orientacao-pedestre-proenca-a-nova/.


[Foto: Margarida Rocha / facebook.com]


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: