sexta-feira, 10 de julho de 2015

Venha conhecer... Tozé Silva



Chamo-me… ANTÓNIO JOSÉ Marques da SILVA
Nasci no dia… 06 de outubro de 1966
Vivo na… Marinha Grande
A minha profissão é… Projetista de moldes para matérias plásticas
O meu clube… COC – Clube de Orientação do Centro
Pratico orientação desde… 1986, no seio militar; a sério, com o COC, desde 1998

Na Orientação…

A Orientação é… uma aventura!
Para praticá-la basta… umas sapatilhas e vontade de estar perdido!
A dificuldade maior é… não treinar e depois o corpo é que paga!
A minha estreia foi em… Mafra!
A maior alegria… fazer uma prova limpa, sem erros!
A tremenda desilusão… quando um ponto está mal colocado!
Um grande receio… não poder continuar a fazer Orientação!
O meu clube… é uma família!
Competir é… algo que está nos genes!
A minha maior ambição… ganhar o meu escalão!

… como na Vida!

Dizem que sou… para estes gajos sou tudo e mais alguma coisa!
O meu grande defeito… preocupar-me com as coisas em demasia, irritar-me, elevar a voz e depois perder a razão!
A minha maior virtude… ser honesto e o que houver a fazer é para ser feito!
Como vejo o mundo… em colapso!
O grande problema social… as pessoas só se preocupam consigo próprias, não pensam nos outros e a sociedade está a desmoronar-se!
Um sonho… que o meu filho tenha sucesso no desporto por onde enveredou, a Patinagem de Velocidade!
Um pesadelo… que ele não fique depois de mim!
Um livro… documentários, investigação científica!
Um filme… “Doze é demais”, de Shawn Levy!
Na ilha deserta não dispensava… a companhia da minha cara metade!

No próximo episódio venha conhecer Belo de Carvalho.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: