segunda-feira, 15 de junho de 2015

Campeonato Nacional de PreO 2015: Títulos para Jorge Baltazar e Ricardo Pinto



Jorge Baltazar e Ricardo Pinto foram os grandes vencedores do III Campeonato nacional de PreO, levado a cabo na floresta do Crasto, em Viseu. Pontuável para a Taça de Portugal de Orientação de Precisão Invacare 2015, a prova saldou-se num enorme sucesso, tanto pelo desafio técnico do percurso, como pela qualidade dos atletas presentes.


O bonito espaço verde da floresta do Crasto, um dos “pulmões” da cidade de Viseu, recebeu no dia de ontem o Campeonato Nacional de PreO 2015, este ano a cumprir a sua terceira edição. Organizada pelo Clube de Orientação de Viseu – Natura e Federação Portuguesa de Orientação, com os apoios do Município de Viseu, Junta de Freguesia do Campo - Viseu, Instituto Português do Desporto e da Juventude e Invacare Portugal, entre outros, o evento chamou a Viseu a fina flor da Orientação de Precisão nacional, saldando-se numa jornada extraordinariamente competitiva e onde o desenho dos problemas, da autoria de Luís Miguel Nóbrega, pôs à prova de forma superlativa a capacidade técnica dos competidores.

Cumpridos os 20 desafios ao longo duma distância de 1800 metros, o III Campeonato Nacional de PreO viu Jorge Baltazar (GDU Azoia) arrebatar o título, perfazendo um total de 17 pontos. A longa experiência do atleta na Orientação, aliada ao seu enorme talento para a prática desta disciplina tão especial, teve como resultado uma prova extraordinariamente bem gerida e uma vitória inteiramente merecida. Não sem surpresa, a segunda posição coube a Ana Porta Nova (CPOC) com menos um ponto que o vencedor. E o resultado até poderia ter sido bem diferente, com a atleta da turma de Oeiras a falhar onde muito poucos falharam. A terceira posição coube a um “devoto” da Orientação de Precisão em Portugal, Nuno Pires (Ori-Estarreja), com os mesmos pontos de Ana Porta Nova mas menor acerto nos pontos cronometrados. De malas aviadas para os Campeonatos do Mundo da Croácia, Luís Gonçalves (CPOC) foi o quarto classificado com 14 pontos, em parte graças a uma prestação menos conseguida já na parte final do seu percurso, com três pontos falhados nos últimos quatro desafios.


Da competição Por Equipas à novidade das Estafetas

Na Classe Paralímpica, vitória esperada de Ricardo Pinto que, assim, colecionou a sua terceira medalha de ouro em outras tantas edições dos Campeonatos Nacionais de PreO. Apesar da boa prestação e que se saldou por um “score” de 14 pontos em 20 possíveis, também o atleta do DAHP acabou por desperdiçar pelo menos dois pontos, mercê de decisões precipitadas. Júlio Guerra e Claúdio Poiares, ambos do DAHP, ocuparam as posições imediatas no pódio, a três pontos do vencedor. Coletivamente, o DAHP disputou sozinho o título nacional, alinhando com dois conjuntos. Ganhou a formação 1, composta por Ricardo Pinto, Júlio Guerra e José Laiginha Leal, sucedendo assim ao CRN – Centro de Reabilitação do Norte, vencedor em 2014.

Mas este Campeonato Nacional não se ficou por aqui, integrando no programa uma competição demonstrativa de Estafeta de PreO, uma novidade absoluta no nosso País. Servindo em grande medida para prolongar os momentos de salutar convívio entre todos, a prova utilizou o mesmo percurso do campeonato Nacional, oferecendo desafios compostos por uma baliza apenas (designados por “cluster A” na gíria da disciplina) e onde o fator estratégia se revelou preponderante. Deste “sim ou sopas” alucinante, ressalta a emoção inerente ao modelo das Estafetas, com a partida em massa, o passar do testemunho e as chegadas a constituírem momentos de festa e celebração partilhados por todos. Para a história ficam os nomes dos vencedores: DAHP (Ricardo Pinto, Júlio Guerra e José Laiginha Leal) na Classe Paralímpica e Ori-Estarreja (António Amador, Nuno Pires e Nuno Rebelo) na Classe Aberta.


Resultados

Campeonato Nacional de PreO 2015

Classe Aberta
1. Jorge Baltazar (GDU Azoia) 17/20 (52 segundos)
2. Ana Porta Nova (CPOC) 16/20 (46 segundos)
3. Nuno Pires (Ori-Estarreja) 16/20 (102 segundos)
4. Luís Gonçalves (CPOC) 14/20 (11,5 segundos)
5. Acácio Porta Nova (CPOC) 14/20 (92 segundos)
6. Cláudio Tereso (ATV) 13/20 (79 segundos)

Classe Paralímpica
1. Ricardo Pinto (DAHP) 14/20 (97 segundos)
2. Julio Guerra (DAHP) 11/20 (151 segundos)
3. Cláudio Poiares (DAHP) 11/20 (167 segundos)
4. António Amorim (DAHP) 10/20 (99 segundos)
5. José Laiginha Leal (DAHP) 5/20 (102,5 segundos)
6. Ana Paula Marques (DAHP) 5/20 (212,5 segundos)

Por Equipas
1. DAHP 1 (Ricardo Pinto, Júlio Guerra, José Laiginha Leal) 30 pontos (350,5 segundos)
2. DAHP 2 (Cláudio Poiares, António Amorim, Ana Paula Marques) 26 pontos (478,5 segundos)

Resultados completos, mapas de prova e folhas de soluções em http://www.cnpreo2015.coviseu-natura.pt/.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: