quarta-feira, 22 de abril de 2015

Mundiais ISF 2015: Ricardo Ferreira de novo em grande



Com a disputa dos títulos de Distãncia Média, Ccegou ao fim a vertente competitiva do Campeonato do Mundo de Orientação de Desporto Escolar ISF 2015. Na prova desta manhã, que teve lugar em Beycik, Ricardo Ferreira voltou a ser o atleta português em maior evidência, quedando-se a escassos 8 segundos do pódio.


O Campeonato do Mundo de Orientação de Desporto Escolar ISF 2015 prosseguiu esta manhã com a prova de Distância Média no mapa de Beycik. Com quarentena numa escola primária localizada numa cota próxima dos 800 metros e partidas acima dos 1000 metros de altitude, o envolvimento da zona de competição mais se assemelhava a um ambiente de média montanha típico da Europa central. Tratava-se de uma prova aguardada pela comitiva portuguesa com alguma expetativa, não apenas pelo facto de se tratar de uma distancia habitualmente mais adequada às características dos nossos atletas, como também pelo facto de a motivação se encontrar em alta.

Num terreno de muito difícil progressão, com abundância de pedras e detalhes rochosos e declive acima do que seria normal face à distância, o mapa e percursos acabaram por ser muito mais do agrado dos atletas do que havia acontecido com a prova de Distancia Longa. No entanto, e contrariamente ao verificado na passada segunda feira, os nossos atletas acabaram por não ser tão felizes, já que não lograram atingir qualquer lugar de pódio, com a particularidade de Ricardo Ferreira ter ficado a apenas 8 escassos segundos deste objetivo. Já na classificação coletiva, a competição de hoje trouxe algumas notícias agradáveis como o facto de a equipa da EB23 Monte da Lua ter conseguido segurar o 4º lugar atrás das fortes formações da Suécia, França e Finlândia e a seleção masculina ter ultrapassado a Espanha e a Eslováquia e assim ter subido também ao 4º lugar, aproximando-se um pouco mais dos lugares da frente.


Suecos dominadores

Globalmente, a Suécia voltou a superiorizar-se aos restantes conjuntos, alcançando no dia de hoje três medalhas de ouro, uma de prata e três de bronze. Também a Escócia e a Letónia brilharam com duas medalhas de ouro cada, quedando o restante título de Distância Média na posse da Polónia. Individualmente, a sueca Elin Granstedt e a escocesa Grace Molloy são os grandes nomes destes Campeonatos do Mundo, regressando aos respeticos países com duas medalhas de ouro na bagagem. Com duas subidas aos pódios dos Mundiais, a merecerem igualmente uma referência, estão os suecos Isac Von Krusenstierna, Jesper Svensk, Simon Imark e Emilia Stahlberg, a austríaca Jasmina Gassner, o inglês Alastair Thomas e o letão Fricis Jekabs Spektors.

Terminada a vertente competitiva mais importante, ainda hoje haverá a publicação das equipas para o Friendship Team Event a disputar amanhã o que, provavelmente, significará o inicio de uma fortíssima componente social do programa, com centenas de atletas em busca dos respetivos parceiros junto das restantes comitivas, uma intensa atividade de troca de equipamentos e adereços, a prova propriamente dita e, finalmente, a festa de despedida. É também desta interação entre jovens de diferentes países que se faz a competição ISF, algo que constitui uma marca distintiva destas competições escolares mundiais e que, seguramente, perdurará por muito tempo nas memórias dos atletas.


Resultados

M1 Escola
1. Oliwer Lundberg (Eksjö Gymnasium SWE) 26:44
2. Topi Syrjäläinen (Mäkelänrinne FIN) 27:20
3. Tuomas Heikkilä (Mäkelänrinne FIN) 27:41
(…)

29. João Novo (ES Carlos Amarante POR) 37:00
29. João Magalhães (ES Carlos Amarante POR) 37:00
49. Leonardo Ramalho (ES Carlos Amarante POR) 47:59
63. Ernesto Martins (ES Carlos Amarante POR) 51:44
78. João Gomes (ES Carlos Amarante POR) 58:44

M1 Seleção
1. Jesper Svensk (Suécia) 25:48
2. Simon Imark (Suécia) 26:31
3. Isac Von Krusenstierna (Suécia) 28:12
(…)

7. Ricardo Ferreira (Portugal) 29:56
23. Vasco Duarte (Portugal) 37:08
30. João Bernardino (Portugal) 38:58
37. Bernardo Pereira (Portugal) 41:16
56. António Ferreira (Portugal) 56:39

W1 Escola
1. Elin Granstedt (Eksjö Gymnasium SWE) 33:15
2. Emilia Stahlberg (Mäkelänrinne FIN) 35:29
3. Sanna Fasth (Eksjö Gymnasium SWE) 36:03
(…)

20. Debora Swinke (AE Monte da Lua POR) 45:04
26. Beatriz Moreira (AE Monte da Lua POR) 52:24
36. Beatriz Sanguino (AE Monte da Lua POR) 58:45
47. Helena Vilela (AE Monte da Lua POR) 1:03:56
78. Rita Albuquerque (AE Monte da Lua POR) 1:32:36

W1 Seleção
1. Zuzanna Wanczyk (Polónia) 34:32
2. Jasmina Gassner (Austria) 35:45
3. Hanna Hänström (Suécia) 37:56
(…)

45. Verónica Fradique (Portugal) 57:58
57. Maria Portela (Portugal) 1:03:51
61. Carolina Caroço (Portugal) 1:15:38
63. Helena Lima (Portugal) 1:21:51
64. Patrícia Romão (Portugal) 1:25:59

M2 Escola
1. Jake Chapman (Banchory Academy SCO) 23:47
2. John Getliff (Banchory Academy SCO) 25:34
3. Kaarel Vesilind (Tallinn Secondary Science School EST) 26:21

M2 Seleção
1. Fricis Jekabs Spektors (Letónia) 28:57
2. Alastair Thomas (Inglaterra) 29:18
3. Erik Bonek (Áustria)

W2 Escola
1. Agnija Caune (Grunzales Pamatskola LAT) 25:22
2. Anna Lueger (BG Kirchengasse AUT) 27:28
3. Lauri-Liis Kütt (Pölva Co-Educational Gymnasium EST) 28:31

W2 Seleção
1. Grace Molloy (Escócia) 27:03
2. Felicitas Marti (Áustria) 29:15
3. Ems De Smul (Bélgica/Flandres) 29:17


[Foto: isfwsco2015 / instagram.com. O Orientovar deixa uma palavra de agradecimento ao Professor Ricardo Chumbinho pela disponibilização de toda a informação relativa ao evento]


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: