segunda-feira, 2 de março de 2015

Portugal City Race: Seis cidades acolhem primeira edição

Braga, Vila do Conde, Barcelos, Penafiel, Viseu e Porto. Unidas sob a bandeira da Orientação, seis cidades do Norte e Centro do País dão as mãos e avançam, já no próximo dia 28 de Março, com a primeira edição do Portugal City Race. Seis etapas, seis oportunidades para conviver com a Orientação, numa “campanha” de promoção da modalidade com tudo para agradar a todos.


“Dificuldades na captação e fidelização de praticantes, migração de praticantes para outras modalidades e diminuição do número de praticantes em eventos, particularmente da Taça de Portugal.” O diagnóstico levantado pela Federação Portuguesa de Orientação, em Outubro do ano passado, pedia atitudes concretas para ultrapassar uma clara situação de crise que a modalidade vive atualmente. “Incrementar as provas locais, com a duração de um dia” e “estimular os 'agrupamentos' de eventos por regiões” foram duas das várias medidas propostas então pela FPO, as quais mereceram a melhor atenção dos vários agentes da modalidade. Respondendo ao desafio, quatro clubes uniram esforços e, seguindo o modelo que, a nível Europeu, adota o nome de City Race Euro Tour, decidiram reproduzi-lo à escala regional, dividindo-o por seis cidades do Norte e Centro do País.

O pontapé de saída será dado em Braga, no dia 28 de Março, com o Braga City Race, organizado pelo Clube de Orientação do Minho. Segue-se, no dia 18 de Abril, o Vila do Conde City Race, organizado pelo Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos. O mesmo clube organizará a etapa de encerramento do circuito, a 27 de Setembro, com o Porto City Race. Pelo meio, destaque ainda para o Barcelos City Race, no dia 17 de Maio, organizado pelos Amigos da Montanha, para o Penafiel City Race, no dia 12 de Julho, com a assinatura organizativa da Associação Desportiva de Cabroelo e para o Viseu City Race, uma organização do Clube de Orientação de Viseu - Natura, a ter lugar no dia 06 de Setembro. À exceção da primeira etapa, em Braga, todas as restantes pontuam para o CiNU - Circuito Nacional Urbano 2015, da Federação Portuguesa de Orientação.

Grande promotor do conceito “City Race”, que teve em Londres a sua origem, Fernando Costa considera ser esta “uma iniciativa com enorme potencial, como se verifica atualmente à escala Europeia, onde existe um número crescente de cidades a aderirem à iniciativa e a recolherem benefícios das sinergias criadas entre todos”. Para aquele responsável, “aplicar o conceito à realidade da nossa Orientação era algo que estava a ser equacionado e pareceu-nos ser esta a altura certa, ao encontro dos objetivos da Federação Portuguesa de Orientação de promover a modalidade e chamar novos adeptos”. Defendendo o princípio da “regionalização” - “foi nesta base que os clubes se associaram, respondendo ao desafio da Federação”, recorda -, Fernando Costa vê no conceito uma forma de cativar mais adeptos para a Orientação, mas garante que “o Portugal City Race tem um potencial de crescimento enorme e é legítimo esperar que mais clubes se associem à iniciativa nas próximas edições e que o âmbito geográfico venha a ser alargado”. Os dados estão lançados, mas as expectativas são elevadas: “Lá fora as coisas resultam e estou certo que irão resultar igualmente entre nós”, e conclui com um desafio: “Escolhe o teu caminho, escolhe a tua City Race!”.

Saiba tudo em http://cityrace.pt/.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: