terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

POM 2015: Aaro Asikainen e Minna Kauppi vencem edição nº 20



Quebrando uma longa sucessão de vitórias de Thierry Gueorgiou e Simone Niggli, os finlandeses Aaro Asikainen e Minna Kauppi foram os grandes vencedores do Portugal O' Meeting 2015, o mais participado de sempre. Nas belíssimas florestas de Mira e Vagos, ao longo de quatro dias, mais de 2000 atletas fizeram da competição uma enorme festa, saindo daqui com os olhos postos já na edição do próximo ano, nos desafiantes terrenos de Penamacor.


Pela sexta vez em vinte edições, o lugar mais alto do pódio do Portugal O' Meeting nos escalões de Elite foi partilhado por dois atletas da mesma nacionalidade. Mas esta foi a primeira vez que tal aconteceu com dois atletas finlandeses. Em boa verdade, os finlandeses nunca foram presença particularmente assídua nos pódios do POM e daí que só Laura Hokka tenha sido, até ontem, a única atleta finlandesa a triunfar num POM (em 2008, no Algarve). E dizemos até ontem, porque hoje tudo foi diferente e, duma assentada, Aaro Asikainen e Minna Kauppi viraram o rumo da história.

Terceira etapa de Distância Longa deste Portugal O' Meeting 2015, a prova deste último dia voltou a ter lugar nas Dunas de Vagos, embora desta feita numa zona mais ocidental do mapa - e bastante mais verde também –, colocando à prova as qualidades e capacidades de 1626 participantes. Com o desafio técnico a servir de complemento perfeito à exigência física inerente aos muitos quilómetros de cada percurso, foi de forma mais intensa ainda que os participantes, sem vacilar, enfrentaram com energia e ambição esta derradeira etapa do Portugal O' Meeting 2015, vendo compensado o seu esforço, independentemente da classificação de cada um. Um POM 2015 de grande nível, é imperioso dizê-lo, e que teve no Clube de Orientação de Estarreja uma âncora realmente à altura dos pergaminhos do evento e que abre as melhores perspetivas já para a próxima edição, a disputar em Penamacor, no Distrito de Castelo Branco, entre os dias 06 e 09 de Fevereiro de 2016.


Tiago Martins Aires vence etapa em Homens Elite

No escalão de Homens Super Elite, Baptiste Rollier (Swiss O-Team) foi o primeiro a partir, cabendo-lhe a tarefa de preservar a vantagem de 2:34 que o separava de Aaro Asikainen. O pecúlio viria a revelar-se magro, sobretudo depois dum erro ainda na parte inicial do percurso que lhe custou três minutos e que permitiu ao finlandês assumir o comando da prova. A partir daí Rollier nunca mais se encontrou com a sua orientação e Asikainen foi ganhando vantagem ao suiço. Mais para trás, contudo, desenhava-se outro particular duelo que, à semelhança do anterior, ía dando vantagem ao francês Frédéric Tranchand sobre o russo Valentin Novikov. Muito motivado e com uma navegação forte e consistente, Tranchand viria ainda a alcançar Rollier, cabendo-lhe a ele o melhor tempo nesta quarta e última etapa do POM. Mas Asikainen tinha a prova muito bem controlada e quando Tranchand surgiu ao longe, já no funil de meta, o nome gritado pelo speaker era o de Asikainen como o digno sucessor do seu companheiro de equipa e grande ausente neste POM 2015, o “Rei” Thierry Gueorgiou. No final, triunfo de Asikainen com um tempo total no conjunto das quatro etapas de 4:38:45 e uma vantagem de 13 segundos sobre Tranchand e de cinquenta segundos sobre Rollier.

No escalão de Damas Elite as coisas não se passaram exatamente da mesma forma e Minna Kauppi garantiu o pleno de vitórias em etapas de Distância Longa neste POM, acabando por ampliar ainda mais a sua vantagem em relação às diretas competidoras. No final, a finlandesa garantiu a vitória com um tempo total de 4:08:23, deixando Catherine Taylor (OK Linné) a 5:22 e Galina Vinogradova (Russia) a 14:24 de diferença. No escalão de Homens Elite, Alasdair McLeod (Clydeside Orien) fez desta prova um merecido passeio, “vivendo dos rendimentos” que os seus mais de quinze minutos de vantagem sobre o segundo classificado lhe permitiam. Mas a notícia do dia é a vitória do português Tiago Martins Aires (GafanhOri) nesta etapa, o que lhe possibilitou subir um lugar na tabela e cotar-se no sexto lugar da classificação final. Michal Olejnik (SNO) conservou o segundo lugar, ao passo que Richard Robinson (OK Ravinen) subiu um lugar, terminando na terceira posição, por troca com Jonas Egger (Swiss O-Team).


Resultados finais

Homens Super Elite
1. Aaro Asikainen (Kalevan Rasti) 4:38:45
2. Frédéric Tranchand (Paimion-Rasti) 4:38:58 (+ 00:13)
3. Baptiste Rollier (Swiss O-Team) 4:39:35 (+ 00:50)
4. Valentin Novikov (Russia) 4:43:05 (+ 04:20)
5. Gernot Kerschbaumer (OK Pan Kristianstad) 4:43:40 (+ 04:55)
6. Lucas Basset (Pôles France U) 4:43:49 (+ 05:04)
7. Martin Hubmann (Swiss O-Team) 4:44:29 (+ 05:44)
8. Kiril Nikolov (Kalevan Rasti) 4:48:36 (+ 09:51)
9. Bartosz Pawlak (SNO) 4:48:43 (+ 09:58)
10. Ralph Street (SNO) 4:52:20 (+ 13:35)

Damas Elite
1. Minna Kauppi (Individual FIN) 4:08:23
2. Catherine Taylor (OK Linné) 4:13:45 (+ 05:22)
3. Galina Vinogradova (Russia) 4:22:47 (+ 14:24)
4. Yulia Novikova (Russia) 4:23:24 (+ 15:01)
5. Saila Kinni (Tampereen Pyrintö) 4:24:32 (+ 16:09)
6. Eva Jurenikova (Halden SK) 4:25:34 (+ 17:11)
7. Sofia Haajanen (Individual FIN) 4:32:40 (+ 24:17)
8. Venla Niemi (Individual FIN) 4:35:13 (+ 26:50)
9. Emily Kemp (NOSE) 4:38:29 (+ 30:06)
10. Anastasia Denisova (Savedalens AIK) 4:38:42 (+ 30:19)

Homens Elite
1. Alasdair McLeod (Clydeside Orien) 4:53:23
2. Michal Olejnik (SNO) 5:06:03 (+ 12:40)
3. Richard Robinson (OK Ravinen) 5:13:45 (+ 20:22)
4. Jonas Egger (Swiss O-Team) 5:18:26 (+ 25:03)
5. Nils Spetz (Ulricehamns OK) 5:19:34 (+ 26:11)
6. Tiago Martins Aires (GafanhOri) 5:19:37 (+ 26:14)
7. Phillip Müller (Post SV Dresden) 5:25:09 (+ 31:46)
8. Severin Denzler (Swiss O-Team) 5:27:19 (+ 33:56)
9. Jukka-Pekka Sepönen (Individual FIN) 5:28:56 (+ 35:33)
10. Lauri Okarinen (Individual FIN) 5:29:52 (+ 36:29)

Resultados completos e demais informação em www.pom.pt/pt/.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: