quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Taça do Mundo 2015: Daniel Hubmann e Tove Alexandersson vencem segunda etapa



À semelhança do sucedido no passado domingo, as bandeiras da Suiça e da Suécia voltaram a esvoaçar no mastro principal dos pódios da Taça do Mundo 2015. Daniel Hubmann e Tove Alexandersson foram os grandes vencedores desta segunda ronda, por margens com tanto de confortável como de saboroso.


O suíço Daniel Hubmann levou de vencida a segunda etapa da Taça do Mundo 2015, disputada hoje em Coles Bay, na Tasmânia. Num terreno particularmente difícil, com os detalhes de relevo e de vegetação a fazerem valer a sua lei, o atleta suíço mostrou-se a grande nível nesta etapa de Distância Média, cumprindo os 5,2 km do seu percurso de forma consistente e sem erros significativos, concluindo com o tempo de 31:48. Depois do segundo lugar na etapa de Sprint do passado domingo, Hubmann alcança assim uma vitória saborosa – a 25ª da sua carreira em etapas pontuáveis para a Taça do Mundo -, particularmente valorizada pela forte oposição do norueguês Olav Lundanes, Campeão do Mundo de Distância Média em título e actual líder do ranking mundial. Lundanes gastou mais 55 segundos que o vencedor, concluindo à frente do suíço Matthias Kyburz, o vencedor da primeira etapa desta ronda inaugural da Taça do Mundo 2015, desta feita terceiro classificado com um registo de 33:12.

No sector feminino, a sueca Tove Alexandersson teve um desempenho a roçar a perfeição, superiorizando-se às suas mais diretas adversárias por larguíssima margem. A atleta - que havia vencido já a etapa de Sprint e ocupa atualmente a liderança do ranking mundial - cumpriu os 4,0 km de prova em 29:40, deixando atrás de si a norueguesa Mari Fasting e a também sueca Maria Magnusson, com mais 2:38 e 4:02, respectivamente. Numa etapa que contou com a participação de 96 atletas, os neozelandeses Matthew Ogden e Lizzie Ingham fizeram as “honras da casa” no que à região da Oceânia diz respeito, concluindo as respectivas provas nas 13ª e 12ª posições, respectivamente nas provas masculina e feminina.


O que eles disseram

“Totalmente satisfeito com a minha vitória de hoje na Taça do Mundo, na Austrália. Uma corrida fluida numa prova complicada”, assim definiu Daniel Hubmann a sua performance em mensagem deixada na sua página no Facebook, em https://www.facebook.com/dhubmann/. Por sua vez, Tove Alexandersson refere-se às duas vitórias a abrir a Taça do Mundo 2015 como “um início de sonho”, esperando que as coisas possam continuar assim, “pelo menos na prova de Distância Longa, no próximo sábado”. Na curta entrevista que pode ser lida na página da Federação Sueca de Orientação AQUI], Tove fala duma prova “num terreno ao qual não estava minimamente habituada, com um tipo de orientação muito desafiante e que me levou a cometer alguns pequenos erros. Mas penso que consegui manter a prova controlada e foi muito divertido”. E a terminar: “Sei que estou num bom momento de forma e que os desafios, tanto físicos como técnicos, deste tipo de Orientação, são à minha medida. Mas este é apenas o início da temporada.”

A terceira e última etapa desta ronda inaugural da Taça do Mundo de Orientação Pedestre 2015 terá lugar no próximo sábado, dia 10 de janeiro, com a realização da etapa de Distância Longa, em Constable Creek, St Helens. Informações completas em http://oceania2015.com/.


Resultados

Masculinos
1. Daniel Hubmann (Suiça) 31:48
2. Olav Lundanes (Noruega) 32:43 (+ 0:55)
3. Matthias Kyburz (Suiça) 33:12 (+ 1:24)
4. Florian Howald (Suiça) 33:39 (+ 1:51)
5. Andreas Ruedlinger (Suiça) 33:40 (+ 1:52)
6. Albin Ridefelt (Suécia) 33:50 (+ 2:02)

Femininos
1. Tove Alexandersson (Suécia) 29:40
2. Mari Fasting (Noruega) 32:18 (+ 2:38)
3. Maria Magnusson (Suécia) 33:42 (+ 4:02)
4. Tatiana Ryabkina (Russia 34:11 (+ 4:31)
5. Sara Luescher (Suiça) 34:19 (+ 4:39)
5. Emma Johansson (Suécia) 34:19 (+ 4:39)

[Foto: Daniel Hubmann / facebook.com/dhubmann/]


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: