quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Norte Alentejano O' Meeting 2015: 9ª edição traz a Portugal o líder do ranking mundial



Castelo de Vide e Marvão preparam-se para receber, já este fim de semana, a 9ª edição do Norte Alentejano O’ Meeting. Esperados no evento mais de sete centenas de participantes para dois dias bem orientados, de mapa e bússola na mão.


Pelo nono ano consecutivo, o Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos deixa para trás Matosinhos, o seu espaço natural, deslocando a bandeira da Orientação para as belas e hospitaleiras paragens do Alto Alentejo. Projeto intermunicipal que deu em Niza, nos idos de 2007, o pontapé de saída, o Norte Alentejano O’ Meeting foi estendendo o seu raio de acção ano após ano, podendo ver-se a sua marca de qualidade gravada igualmente nos concelhos de Castelo de Vide, Alter do Chão, Crato, Portalegre e Marvão. Daí que a edição de 2015 possa ser entendida como uma revisitação, já que Castelo de Vide e Marvão são “reincidentes” no acolhimento ao evento.

Com duas etapas de floresta pontuáveis para a Taça de Portugal VITALIS de Orientação Pedestre 2015 e ainda uma etapa de Sprint a contar para o ranking mundial da distância da Federação Internacional de Orientação, o Norte Alentejano O’ Meeting 2015 regista até ao momento mais de sete centenas de inscritos em representação de quinze diferentes nações. Números que criam em Fernando Costa, o Diretor do Evento, expectativas elevadas: “ Queremos principalmente que os que nos visitam desfrutem dos percursos e dos mapas e que levem desta região impar a nível nacional uma imagem de qualidade onde o turismo desportivo terá uma palavra muito importante a dizer no futuro”, refere.


Olav Lundanes é cabeça de cartaz

Embora o Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos ofereça um vasto e variado leque anual de eventos, o NAOM é uma referência pela tradição e originalidade do projeto e constitui, para o clube, a melhor forma de ampliar a divulgação da modalidade. Mas, se por um lado, organizar um evento desta natureza é tudo menos fácil, sobretudo quando a “zona de conforto” se situa a mais de 300 km de distância, há também aspectos extremamente positivos, nomeadamente “os laços de amizade muito fortes criados ao longo de nove anos com pessoas fantásticas que amam a sua região”, como faz questão de sublinhar Fernando Costa.

Outro dos aspectos positivos tem a ver com a confiança depositada neste evento e nesta organização por parte de alguns dos melhores executantes mundiais da modalidade e que já confirmaram a sua presença em Castelo de Vide e Marvão. Estão neste caso o nº 1 do ranking mundial da Federação Internacional de Orientação e grande cabeça de cartaz do evento, o norueguês Olav Lundanes, e também os ucranianos Oleksandr Kratov e Nadiya Volynska, respectivamente 5º classificado do ranking mundial masculino e 12ª classificada do ranking mundial feminino. São igualmente nomes a ter em conta, para além dos portugueses Tiago Romão, Miguel Reis e Silva, Mariana Moreira e outros, os dos ucranianos Artem Panchenko e Olha Panchenko, dos russos Valentin Novikov, Yulia Novikova e Ekaterina Savkina, dos espanhóis Daniel Portal e Eduardo Gil, da francesa Léa Vercellotti, da checa Stepanka Betkova e da brasileira Elaine Lenz.


O terreno é ditador”

Colocando o aspeto técnico e a qualidade dos terrenos em primeiro lugar - “costumamos dizer que o terreno é ditador”, afirma Fernando Costa -, o NAOM 2015 tem para oferecer uma cartografia com a qualidade desejada para um evento deste nível e terrenos interessantes para a prática da modalidade. Sublinhando que “todos os mapas serão novos e têm a assinatura de Tiago Aires e Raquel Costa”, o Diretor do Evento mostra-se seguro que os terrenos de prova “vão ser do agrado de todos e enumera algumas das suas características: “O terreno do Vale da Silvana já não era utilizado em competições oficiais desde 2008, pelo que para a maioria dos participantes vai ser uma novidade. O terreno da terceira etapa, na região da Quinta das Lavandas, é muito variado, alternando zonas rápidas com zonas mais lentas, com grande quantidade de elementos rochosos e pequenos bosques que vão de certeza ser do agrado geral.

Aproveitando para deixar um agradecimento muito especial “ao Município de Castelo de Vide por continuar a acreditar na nossa associação e apoiar o evento, ao Município de Marvão por ter abraçado este projeto da continuidade em termos uma etapa pontuável para o ranking mundial na vertente de sprint, a todos os proprietários que autorizam a utilização dos seus terrenos e viabilizam o evento e ainda aos Bombeiros Voluntários de Castelo de Vide e Bombeiros Voluntários de Marvão, forças de segurança, órgãos de comunicação social locais e regionais e a todas as entidades públicas e privadas que de várias formas vão apoiando a nossa Associação e principalmente esta organização”, Fernando Costa conclui, deixando um voto a todos os participantes no sentido de “que passem um fim de semana em perfeita comunhão com a natureza, numa região de rara beleza e que usufruam de momentos de prazer a praticar o nosso desporto de eleição”.

Saiba tudo sobre o Norte Alentejano O’ Meeting 2015 consultando a página do evento em http://www.gd4caminhos.com/naom2015.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: