sábado, 6 de dezembro de 2014

Tens Potencial Paralímpico? Claro que sim!



O Centro de Medicina de Reabilitação da Região Centro – Rovisco Pais recebeu a iniciativa “Tens Potencial Paralímpico?”. Para os utentes do Centro e para os muitos convidados, um dia verdadeiramente inclusivo e que teve na Orientação de Precisão a atividade mais participada.


Foi um dia diferente aquele vivido pelos utentes, colaboradores e entidades convidadas do Centro de Medicina de Reabilitação da Região Centro – Rovisco Pais. Um dia todo ele virado para o Desporto Adaptado, relevando o seu caráter inclusivo e as sua importância no processo de reabilitação da pessoa doente e oferecendo um conjunto de oportunidades e desafios que, eventualmente, estaria ausente das cogitações duma boa parte de utentes como peça importante nesta longa e exigente marcha chamada reabilitação.

Foi esso o caso da Orientação de Precisão. Disciplina inclusiva por excelência, a Orientação de Precisão soube tirar proveito dum dia magnífico, trazendo os participantes para o exterior do edifício, ao encontro do céu azul e dum sol esplendoroso, para momentos de emoção, desafio e partilha certamente inolvidáveis. Organizada e coordenada por Nuno Pires, a atividade contou com uma forte presença de elementos do Clube de Orientação de Estarreja, exímios e dedicados acompanhantes dos perto de 50 participantes, entre os quais Emídio Guerreiro, Secretário de Estado do Desporto. Ao encontro de dez desafios e duma estação cronometrada, todos eles “provaram” um bocadinho da atividade e perceberam a sua essência, havendo mesmo aqueles de quem se pode afirmar, claramente, que têm potencial paralímpico.

Louve-se a iniciativa da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, contando desta feita com a parceria das Federações Portuguesas de Orientação, Ténis de Mesa, Remo e pela Fundação Sporting, prosseguindo neste esforço de “lançar a semente” e elegendo uma vez mais o CMRRC - Rovisco Pais para o fazer. Espera-se agora que a resposta afirmativa dos utentes do Centro a essa questão fulcral - “Tens Potencial Paralímpico? - possa ter o devido enquadramento e acompanhamento e que do potencial à afirmação plena das capacidades e qualidades de cada um se abra todo um caminho de sucesso na vida dos futuros atletas.



Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: