segunda-feira, 24 de novembro de 2014

"Percurso do Ano 2014": Portugal é primeira escolha de Gueorgiou e Michiels



Depois de termos assistido, em 2012 e 2013, às vitórias de percursos portugueses no popular “Percurso do Ano”, concurso promovido pelo portal World of O, eis que o nosso País volta a estar em foco na edição 2014. Embora a votação não tenha sequer começado, a verdade é que temos já dois percursos extremamente bem posicionados para discutir os primeiros lugares, contando para isso com apoiantes de peso: Thierry Gueorgiou e Yannick Michiels.


Pelo quinto ano consecutivo, o portal World of O, a mais importante “janela” aberta ao mundo da Orientação, parte em busca do “Percurso do Ano”. Na segunda metade de novembro, invariavelmente, os leitores são convidados a partilhar as suas sugestões fundamentadas acerca dos percursos que mais os marcaram na temporada que termina e que irão ser escrutinados, mais tarde, com vista ao apuramento dos resultados finais. A popular estafeta Jukola foi a grande vencedora em 2010, seguindo-se, em 2011, a final de Distância Média dos Campeonatos do Mundo de Orientação, em La Feclaz (França). Em 2012 e 2013 o vencedor teve um denominador comum chamado Portugal O' Meeting. Primeiro foi Bruno Nazário, com o seu percurso de Distância Média WRE, no mapa do Senhor dos Caminhos (Satão), a alcançar tão importante feito. O ano passado, a distinção coube a Tiago Romão e ao seu percurso de Sprint na “aldeia mais portuguesa de Portugal”, Monsanto. Como será em 2014?

Enquanto se aguarda a designação dos percursos que irão estar sujeitos a escrutínio, Jan Kocbach vai tendo o cuidado de de nos trazer diariamente a opinião de alguns dos maiores nomes da Orientação mundial. E é aqui que Portugal surge em posição de destaque, primeiro pela voz de Thierry Gueorgiou e, mais recentemente, através da opinião de Yannick Michiels. Para Thierry Gueorgiou, campeão do mundo de Distância Longa em título e vencedor de quatro edições do Portugal O' Meeting, a prova portuguesa volta a estar à frente na sua lista de preferências, nomeadamente o percurso do terceiro dia, uma Distância Média WRE em Arcozelo da Serra, com traçado de Mariana Moreira. Com doze títulos mundiais no seu currículo, Gueorgiou não esquece o desafio do primeiro ao último ponto e a forma como se sentiu “atacado” pelo terreno na parte inicial da prova. Mas falando especificamente de terrenos, Thierry volta-se novamente para Portugal e para a Quinta da Estrada, em Aguiar da Beira, considerado o melhor de 2014. Quanto a Yannick Michiels, a sua inclinação vai para a vila de Castelo de Vide e para o traçado de Hugo Borda d'Água relativo à prova de Sprint WRE no primeiro dia do Norte Alentejano O' Meeting 2014, devido à infinidade de opções colocadas num espaço tão restrito, tornando muito difícil a antecipação dos pontos.

A poucos dias (horas?) do início da votação, o momento é já de enorme ansiedade. Acompanhe o concurso em http://worldofo.com/.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: