quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Duas ou três coisas que eu sei dela...



1. Acaba de ser publicado na página da Federação Portuguesa de Orientação o ranking final da Taça de Portugal de Orientação de Precisão 2014. A jornada do passado sábado, na Falperra (Braga), veio clarificar em definitivo algumas situações, nomeadamente a questão do vencedor no que à Classe Aberta diz respeito. A igualdade pontual verificada nesta última etapa entre Joaquim Margarido (CRN) e Nuno Pires (Ori-Estarreja), únicos candidatos à vitória final face à ausência de Luís Gonçalves (CPOC), acabaria por não ter resultados práticos significativos, com o atleta do CRN a segurar a liderança e a garantir a “dobradinha”, depois da conquista do título nacional de PreO no passado mês de Junho. Vencedor da Taça de Portugal em 2013, Nuno Pires terminou na segunda posição, enquanto o terceiro lugar coube a Cláudio Tereso (ATV). Na Classe Paralímpica, Ricardo Pinto (DAHP) revalidou a vitória na Taça, seguido do estreante José Laiginha Leal (CRN) e de Júlio Guerra (DAHP). Resultados completos para conferir em http://www.orioasis.pt/oasis/rankings/cache/TPdeOrientacaodePrecisao2014.43.pdf.


2. Joaquim Margarido acaba de receber a certificação como Supervisor Internacional IOF de Orientação de Precisão, estando apto para o exercício da função em todos os eventos maiores desta disciplina tutelados pela Federação Internacional de Orientação para o período de 2014-2015. Grande dinamizador do relançamento desta disciplina no nosso País e pioneiro da Orientação de Precisão portuguesa em Campeonatos do Mundo, o atleta começou a sua carreira sob o emblema do Núcleo de Desporto Adaptado do Hospital da Prelada, envergando atualmente as cores do Centro de Reabilitação do Norte, ao serviço do qual se sagrou esta época campeão nacional de PreO (individual e por equipas) e levou de vencida a Taça de Portugal de Orientação de Precisão. Joaquim Margarido torna-se, assim, no mais novo elemento a integrar o restrito clube de 28 supervisores internacionais IOF de Orientação de Precisão e cuja lista pode ser consultada em http://orienteering.org/trail-orienteering/event-advising/list-of-event-advisers/.


3. Depois do Porto, foi a vez da cidade escocesa de Edimburgo receber uma etapa do City Race Euro Tour. Incluída no popular evento “Race the Castles” - conjunto de provas que se estendem ao longo de dois fins de semana consecutivos -, a etapa pontuável para o certame teve no britânico Daniel Stansfield (FVO) o grande vencedor no escalão Elite masculina, seguido dos seus compatriotas Will Hensman (FVO) e Joshua Dudley (MAROC). Na Elite feminina, vitória da britânica Karen Poole (CLOK), seguida da vencedora da etapa portuguesa, a lituana Tekle Emilija Gvildyte (OK Medeina) e da irlandesa Caoimhe O' Boyle (CNOC). Com uma etapa apenas por disputar – Barcelona, 1 e 2 de Novembro -, o ranking do City Race Euro Tour é liderado pelo britânico Oliver O' Brien (SLOW) e pela lituana Gytaute Akstinaite (Azuolas), em Elite masculina e feminina, respetivamente. João Mega Figueiredo (CN Alvito), na 14ª posição, é o português melhor classificado no escalão Elite masculina, ao passo que Sandro Castro (GD4C) ocupa o 2º lugar no escalão Veteranos M40. O ranking devidamente atualizado encontra-se disponível para consulta em http://cityracetour.org/ranking.


4. Cifra-se no extraordinário número de 133 atletas, os participantes na derradeira prova da Taça da Europa de Orientação de Precisão (não oficial) 2014, que terá lugar no próximo fim de semana em Kunětická Hora, na República Checa. Organizado pelo clube universitário MFF Praha (MFP),
Orienteering Club Dobruška (DOB)
e Orienteering Club Vamberk (VAM), o evento integra duas etapas de PreO pontuáveis para a Taça da Europa e ainda uma etapa de TempO. Virtual vencedor do certame, o norueguês Martin Jullum é o grande ausente duma lista onde constam atletas de 13 nacionalidades diferentes, entre os quais o sueco Martin Fredholm e o norueguês Lars Jakob Waaler, segundo e terceiro classificados do ranking, respetivamente, o esloveno Krešo Keresteš, o italiano Remo Madella, a checa Jana Kosťova, o croata Ivo Tišljar, o dinamarquês Søren Saxtorph, o húngaro Zoltan Mihaczi ou o russo Dmitriy Dokuchaev, entre outros, todos eles grandes nomes da Orientação de Precisão mundial. Um bom ensaio a pensar já em 2016 e nos Europeus de Jesenik e uma prova para seguir atentamente e que pode ser antecipada em http://mfp.mff.cuni.cz/ecto2014/en_start.php.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: