domingo, 6 de julho de 2014

WTOC 2014: Tudo a postos!



O XI Campeonato do Mundo de Orientação de Precisão WTOC 2014 vai começar. As comitivas dos 26 países que disputarão a competição começam a tomar posições na bela região do Trentino, em Itália e, entre elas, a comitiva portuguesa, com quartel-general instalado em Folgaria. É lá que o nosso olhar e os nossos corações irão centrar-se ao longo da próxima semana, acompanhando de perto as emoções daquele que é o maior evento da temporada.


107 atletas, 26 países, três títulos mundiais individuais em discussão e um coletivo, três reuniões de Responsáveis de Equipa, seis momentos de Cerimónias, um Banquete, a Assembleia Geral da Federação Internacional de Orientação e ainda, já no “lavar dos cestos”, um evento demonstrativo do novíssimo formato de Estafeta. São estas, em traços gerais, as linhas do XI Campeonato do Mundo de Orientação de Precisão que decorre a partir de hoje e até à próxima sexta-feira em Lavarone, Itália. Com Direção de Evento de Roberta Falda e Supervisão internacional do sueco Lennart Wahlgren, o WTOC 2014 tem como pontos altos do seu programa, já no dia de amanhã, as Qualificatórias de TempO, em Alberè di Tenna e, mais tarde, a grande Final, em Levico Terme. Seguem-se, nos dias 9 e 11, as duas etapas de PreO, respetivamente em Millegrobe – Luserna e Campomuletto, a última das quais decidirá os Campeões do Mundo de PreO nas classes Aberta e Paralímpica e ainda o vencedor da Competição por Equipas.

China, Estónia, Espanha e Holanda regressam à competição após um ou mais anos de pausa, enquanto a Bélgica e a Eslováquia fazem aqui a sua estreia absoluta nestas andanças. Com finlandeses e suecos a repartirem entre si o favoritismo em toda a linha, Portugal está presente na competição pela terceira vez consecutiva e com o atleta paralímpico Ricardo Pinto de novo integrado na equipa, à semelhança do que sucedera já na Escócia (2012) e na Finlândia (2013). Completam a nossa comitiva Nuno Pires, membro da Comissão Técnica de Orientação de Precisão da Federação Portuguesa de Orientação e Responsável de Equipa, e ainda Luís Gonçalves e João Pedro Valente, qualquer um deles fazendo aqui a sua estreia em Campeonatos do Mundo. A equipa portuguesa fica completa com Ana Porta Nova e Susana Pontes, na condição de acompanhantes.


Amanhã já será a doer

A comitiva portuguesa rumou hoje bem cedo a Alberè di Tenna onde teve lugar o Model Event de TempO. Num terreno considerado “relevante do ponto de vista de floresta”, a proposta consistiu em duas estações com quatro desafios em cada uma delas. A profusão de elementos mapeados e a curta distância a que as balizas foram colocadas leva Nuno Pires e os restantes elementos da nossa comitiva a classificar os desafios como de “dificuldade média”, o que acabou por se traduzir numa boa prestação em termos de acertos, considerada mesmo “acima do esperado”. Mas Nuno Pires não embandeira em arco: “O Model Event pode ser uma referência para a prova mas a dificuldade dos desafios, depois, pode não corresponder e não ser proporcional”.

Nesta altura, a nossa seleção ruma a Asiago onde se encontrará com os restantes atletas portugueses que participam no Campeonato do Mundo de Orientação Pedestre WOC 2014 e, em conjunto, tomarão parte no desfile de bandeiras e na Cerimónia de Abertura do WOC/WTOC 2014. Amanhã, como se disse, têm lugar as séries qualificatórias de TempO, nas quais Portugal estará representado pelos atletas Nuno Pires, Luís Gonçalves e Ricardo Pinto. Com os resultados das Qualificatórias a serem levados em conta no apuramento do resultado final, a estratégia terá de ser, segundo Nuno Pires, “devidamente definida à partida, uma vez que a medalha de ouro começará a ser entregue logo na primeira estação.”



Acompanhe o XI Campeonato do Mundo de Orientação de Precisão WTOC 2014 em http://www.woc2014.info/wtoc.php ou aqui, no seu Orientovar.

[Foto e mapa gentilmente cedidos por Nuno Pires]


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido
  

Sem comentários: