domingo, 20 de julho de 2014

Taça do Mundo de Orientação em BTT 2014: Malsroos e Benham vencem etapa de Sprint



Com a disputa da prova de Sprint, prosseguiu na manhã de ontem, em Kristianstad, a segunda ronda da Taça do Mundo de Orientação em BTT 2014. Numa etapa em que Davide Machado, João Ferreira, Carlos Simões e Daniel Marques melhoraram os respetivos resultados comparativamente ao primeiro dia de provas, Lauri Malsroos e Emily Benham foram os grandes vencedores.


O espaço envolvente da Universidade de Kristianstad, no Sul da Suécia, foi o palco da etapa de Sprint que preencheu o programa do segundo dia de provas da segunda ronda da Taça do Mundo de Orientação em BTT 2014. Uma etapa que contou com a participação de 76 atletas masculinos e 39 femininos e que surge integrada nesse evento maior que é o O-Ringen, em ano de Bodas de Ouro.

No sector masculino, o destaque vai para a vitória do estoniano Lauri Malsroos (na foto), com o tempo de 22:33 e uma vantagem confortável de 30 segundos sobre o segundo classificado, o norueguês Hans Jørgen Kvåle. Vice-campeão do Mundo de Sprint em título e 9º classificado do ranking mundial, Malsroos alcança desta feita a primeira vitória da sua carreira em competições pontuáveis para a Taça do Mundo de Orientação em BTT. No sector feminino, a britânica Emily Benham voltou a estar ao seu melhor nível, repetindo o triunfo da etapa de Distância Média disputada ontem, agora sobre a finlandesa Ingrid Stengård e por apertada margem de 3 segundos. A medalha de bronze ficou em casa, no peito de Cecilia Thomasson.


Menos técnico mas nem por isso mais fácil”

Entre os portugueses, destaque para o 24º lugar de Davide Machado, a 3:23 do vencedor. À semelhança de Machado, também Carlos Simões, João Ferreira e Daniel Marques melhoraram as suas classificações relativamente ao dia de ontem, concluindo respetivamente no 30º, 33º e 42º lugares da Geral. Traçando o filme da etapa para o Orientovar, João Ferreira começou por comparar o mapa da prova de Sprint com aquele da Distância Média do primeiro dia, classificando-o como “menos técnico mas nem por isso mais fácil”, com a prova a distribuir-se por “uma zona urbana bastante interessante e díficil e uma zona floresta, em terreno maioritariamente aberto e pouco interessante”, de acordo com as palavras do atleta.

Relativamente à sua prestação, João Ferreira mostra-se desiludido: “Não foi de tudo dentro das minhas expectativas e perdi cerca de 1:30 no global de três pontos. Queria um top-20 mas acabei no 33º lugar, longe do objectivo pessoal, mas conseguindo mesmo assim mais alguns pontos para juntar aos que já tenho no Ranking da Taça do Mundo.” João Ferreira reserva ainda algumas palavras para os seus companheiros: “O Carlos Simões entrou bem no mapa, mas na parte urbana acabou por perder algum tempo em hesitações que acabaram por se reflectir no tempo final. O Davide Machado perdeu cerca de três minutos para os pontos 5 e 6, que acabaram por ditar o resultado final afastando-o do top-20 que era o objectivo pessoal. O Daniel Marques fez uma prova regular melhorando o resultado de ontem. Já o Guilherme Marques entrou mal no mapa perdendo bastante tempo no somatório final. Finalmente, o Inácio Serralheiro acusou um pouco o desgaste da prova anterior e não conseguiu fazer uma prova ao seu nível. E a terminar: “Falta disputar a etapa de Distância Longa que encerra esta ronda da Taça do Mundo aqui na Suécia. Todos estamos motivados e esperançosos em alcançar resultados melhores.”


Resultados

Masculinos

1. Lauri Malsroos (Estónia) 22:33
2. Hans Jørgen Kvåle (Noruega) 23:03 (+ 00:30)
3. Jiri Hradil (República Checa) 23:12 (+ 00:39)
4. Tõnis Erm (Estónia) 23:15 (+ 00:42)
5. Jussi Laurila (Finlândia) 23:40 (+ 01:07)
6. Ruslan Gritsan (Russia) 23:42 (+ 01:09)
7. Jan Svoboda (República Checa) 23:49 (+ 01:16)
8. Luca Dallavalle (Itália) 24:19 (+ 01:46)
9. Valerii Glukhov (Russia) 24:24 (+ 01:51)
10. Martin Sevcik (República Checa) 24:37 (+ 02:04)
(…)
24. Davide Machado (Portugal) 25:56 (+ 03:23)
30. Carlos Simões (Portugal) 26:45 (+ 04:12)
33. João Ferreira (Portugal) 26:48 (+ 04:15)
42. Daniel Marques (Portugal) 27:57 (+ 05:24)
64. Guilherme Marques (Portugal) 30:56 (+ 08:23)
72. Inácio Serralheiro (Portugal) 44:41 (+ 22:08)

Femininos

1. Emily Benham (Grã-Bretanha) 21:16
2. Ingrid Stengård (Finlândia) 21:19 (+ 00:03)
3. Cecilia Thomasson (Suécia) 21:33 (+ 00:17)
4. Svetlana Poverina (Russia) 21:51 (+ 00:35)
5. Hanna Garde (França) 22:24 (+ 01:08)
6. Camilla Sogaard (Dinamarca) 22:47 (+ 01:31)
7. Marika Hara (Finlândia) 23:11 (+ 01:55)
8. Renata Paulickova (República Checa) 23:15 (+ 01:59)
9. Susanna Laurila (Finlândia) 23:22 (+ 02:06)
10. Martina Tichovska (República Checa) 23:27 (+ 02:11)

Tudo para acompanhar em http://www.oringen.se/worldcup.

[Foto de arquivo]


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: