terça-feira, 22 de julho de 2014

JWOC 2014: Ouro no Sprint para Tim Robertson e Sara Hagström



Tim Robertson e Sara Hagström abriram da melhor forma a participação no Campeonato do Mundo de Juniores de Orientação Pedestre JWOC 2014, ao vencerem a prova de Sprint disputada esta manhã na cidade búlgara de Samokov. Com prestações abaixo do esperado, Luís Silva e Vera Alvarez foram os nossos melhores representantes.


Depois de Varna, em 1999, o Campeonato do Mundo de Juniores de Orientação Pedestre regressa à Bulgária para a realização da sua 25ª edição. Borovets, cidade situada a 70 km a sul da capital, Sofia, é por esta altura o ponto de encontro dos melhores atletas mundiais nesta categoria, acolhendo um total de 290 atletas - 156 no setor masculino e 134 no feminino – em representação de 36 países.

O dia de hoje abriu o programa competitivo com a disputa da prova de Sprint, levada a cabo na cidade vizinha de Samokov, em terreno misto urbano e de parque. No sector masculino, a vitória coube ao neo-zelandês Tim Robertson, que gastou 14:41 para cumprir os 3,0 km de prova. Uma vitória muito saudada e que surge em linha com as excelentes prestações dos “kiwis” nas mais recentes edições do JWOC, da medalha de ouro de Matt Ogden em 2012, na prova de Distância Média, ao bronze alcançado por este mesmo Tim Robertson, na prova de Sprint do ano passado. Em mensagem deixada na sua página do facebook, Tim Robertson confessa “o mais fantástico sentimento por seguir nas pisadas de Matt Ogden e ter a minha oportunidade de subir ao lugar mais alto do pódio e ouvir o hino nacional”, para concluir com um aviso: “Estejam atentos à Nova Zelândia”.

Segundo classificado a 6 segundos do vencedor, o polaco Piotr Parfianowicz volta a marcar presença nos pódios do JWOC, depois do título mundial de Distância Longa alcançado em 2013. E porque “não há duas sem três”, também o sueco Anton Johansson, terceiro classificado com mais dez segundos que Robertson, é um “repetente” nestas andanças dos pódios dos Mundiais de Juniores, depois das medalhas de prata conquistadas em 2013 nas provas de Distância Média e de Estafeta. Tristan Bloemen, quarto classificado com o tempo de 14:53, esteve à beira de fazer história, falhando o terceiro lugar por dois segundos e perdendo, assim, a oportunidade de inscrever a Bélgica como o 28º país medalhado em Campeonatos do Mundo de Júniores de Orientação Pedestre.


Sara Hagström impõem-se

Curiosamente, o panorama no setor feminino foi idêntico ao registado no setor masculino neste particular aspeto, com as três primeiras classificadas a regressarem ao pódio dum JWOC um ano mais tarde. Vice-campeã do Mundo de Distância Longa em título, a sueca Sara Hagström – a mesma que brilhou nos palcos do EYOC 2013, espalhando a sua superior categoria por Óbidos, Peniche e Caldas da Rainha - foi a grande vencedora com o tempo de 13:15 para um percurso na distância de 2,5 km. Nas posições imediatas classificaram-se duas campeãs do Mundo em 2013. O segundo lugar coube à norueguesa Heidi Mårtensson, que assim viu escapar-se-lhe das mãos a possibilidade de repetir a medalha de ouro na distância de Sprint, quedando-se a cinco segundos da vencedora. Com mais 17 segundos que Sara Hagström, na terceira posição, classificou-se a dinamarquesa Miri Thrane Ødum, Campeã do Mundo Júnior de Distância Média em título.

Finalmente, uma referência para a presença portuguesa neste primeiro dia do JWOC e cujo saldo acaba por não ser particularmente positivo, sobretudo tendo em conta que é no Sprint que, tradicionalmente, as possibilidades dos nossos atletas alcançarem a um bom resultado são maiores. No sector masculino, Luís Silva conseguiu um lugar no primeiro terço da tabela, ao terminar na 50ª posição com o tempo de 16:02, entre 160 participantes. “Tentei mais, mas não foi um dia bom e assim não havia grandes hipóteses”, é tudo quanto se pode ler na página do atleta no facebook. Quanto ao sector feminino, Vera Alvarez foi a nossa melhor representante, concluindo no 57º lugar com o tempo de 15:19, entre as 133 atletas que alinharam à partida. Com mais 55 segundos que a sua companheira de equipa, Beatriz Moreira classificou-se no 81º lugar, enquanto Joana Fernandes foi a 112ª segunda classificada, com o tempo de 17:42.


Resultados

Masculinos

1. Tim Robertson (Nova Zelândia) 14:41
2. Piotr Parfianowicz (Polónia) 14:47 (+ 00:06)
3. Anton Johansson (Suécia) 14:51 (+ 00:10)
4. Tristan Bloemen (Bélgica) 14:53 (+ 00:12)
4. Aleksi Niemi (Finlândia) 14.53 (+ 00:12)
6. Miika Kirmula (Finlândia) 14:54 (+ 00:13)
7. Jonas Egger (Suiça) 15:09 (+ 00:28)
8. Olli Ojanaho (Finlândia) 15:11 (+ 00:30)
8. Assar Hellstrom (Suécia) 15:11 (+ 00:30)
10. Algirdas Bartkevicius (Lituânia) 15:12 (+ 00:31)
(…)
50. Luís Silva (Portugal) 16:02 (+ 01:21)

Femininos

1. Sara Hagström (Suécia) 13:15
2. Heidi Mårtensson (Noruega) 13:20 (+ 00:05)
3. Miri Thrane Ødum (Dinamarca) 13:32 (+ 00:17)
4. Frida Sandberg (Suécia) 13:38 (+ 00:23)
5. Tilda Johansson (Suécia) 13:47 (+ 00:32)
6. Nicoline Freiberg Klysner (Dinamarca) (+ 00:33)
6. Runa Fremstad (Noruega) 13:48 (+ 00:33)
8. Malin Leandersson (Suécia) 13:54 (+ 00:39)
9. Sandrine Mueller (Suiça) 13:55 (+ 00:40)
10. Eliska Kulhavá (República Checa) 13:59 (+ 00:44)
(…)
57. Vera Alvarez (Portugal) 15:19 (+ 02:04)
81. Beatriz Moreira (Portugal) 16:14 (+ 02:59)
112. Joana Fernandes (Portugal) 17:42 (+ 04:27)

Mais informações e resultados completos em http://jwoc2014.bg/.

[Foto: JWOC 2014 Polish Team / facebook.com/polishjwocjuniorteam2014]


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: