segunda-feira, 16 de junho de 2014

Duas ou três coisas que eu sei dela...


1. Quase três centenas de atletas disputaram na manhã do passado sábado, em Quiaios (Figueira da Foz), a 16ª edição do popular Grande Prémio de Orientação do RA4. Pontuável para a Taça de Portugal de Orientação Pedestre 2014 e, simultaneamente, Campeonato Nacional Universitário, a prova foi organizada pelo Clube de Orientação do Centro, consistindo numa etapa única de Distância Longa, com 14,1 km para a Elite Masculina e 9,5 km para a Elite Feminina. Evidenciando um bom apuro de forma, Tiago Romão (ADFA) venceu com o tempo de 1:38:03, deixando o segundo classificado e seu colega de equipa, Paulo Santos, a mais de dezanove (!) minutos de diferença. No setor feminino, a vitória de Mariana Moreira (CPOC) em 1:34:46 foi ainda mais esmagadora, com Rita Rodrigues (GafanhOri), a segundo classificada, a concluir passados longuíssimos 26:06. Representando a Universidade Nova e a Associação de Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana, respetivamente, Tiago Romão e Mariana Moreira juntaram à vitória no Grande Prémio a conquista dos títulos universitários 2013/2014. Toda a informação em http://www.coc.pt/eventos/14jun2014/.


2. Ainda de sábado, e estendendo-se pela madrugada de domingo, chegam-nos os ecos de mais uma edição da Estafeta Jukola, que este ano decorreu em Kuopio. Disputada ininterruptamente desde 1949, a grande prova finlandesa registou no final a presença de 1357 equipas de sete elementos na competição masculina e de 1139 equipas de quatro elementos na competição feminina. Após ter feito história em 2013, ao tornar-se na primeira equipa dinamarquesa a vencer a competição feminina, a equipa do OK Pan Århus (Emma Klingenberg, Signe Söes, Maja Alm e Ida Bobach) repetiu a vitória com um registo de 2:56:4. Tampereen Pyrintö e OK Linne concluiram nas posições imediatas, com mais 3:52 e 4:52, respetivamente, que as vencedoras. No setor masculino, a turma finlandesa do Kalevan Rasti chegou à vitória pela terceira vez consecutiva, igualando o feito da turma do Tampereen Pyrintö, única vencedora por três anos consecutivos (entre 1961 e 1963) em 66 edições da prova. Parecendo condenada a um lugar secundário à entrada para o penúltimo percurso, a turma do Kalevan Rasti lançou mão dos seus maiores trunfos, o suiço Fabian Hertner e o francês Thierry Gueorgiou, transformando uma desvantagem de 5:46 num extraordinário triunfo, ainda que por escassa margem. A turma vencedora gastou um total de 7:59:02, contra os 7:59:13 dos seus mais diretos adversários. A terceira posição coube aos suecos do Södertälje Nykvarn Orienter, com mais 3:49 que os vencedores. Tudo para ler em http://www.jukola.com/2014/en/.


3. Depois de Kongsberg (Noruega), a Taça do Mundo de Orientação Pedestre 2014 rumou à cidade finlandesa de Imatra onde, na passada quarta feira, teve lugar a 9ª etapa, precisamente a última antes dos Campeonatos do Mundo do próximo mês de Julho, em Itália. Num Sprint vigorosamente disputado, os campeões europeus em título, Jonas Leandersson (Suécia) e Judith Wyder (Suiça), foram os grandes vencedores. Com o tempo de 12:20 para 3,4 km de prova, Leandersson bateu a concorrência, deixando o suiço Daniel Hubmann e o belga Yannick Michiels a quatro e seis segundos de diferença, respetivamente. No setor feminino, Wyder percorreu os 3,1 km de prova em 13:01, apenas dois segundos à frente da dinamarquesa Maja Alm. Com 13:20, a suiça Julia Gross e as suecas Helena Jansson e Tove Alexandersson fecharam o pódio ex-aequo. No dia seguinte teve lugar a prova de Estafeta Mista de Sprint, o novo formato que terá estreia oficial ao mais alto nível já no próximo Campeonato do Mundo WOC 2014 e que teve na equipa da Dinamarca (Emma Klingenberg, Tue Lassen, Søren Bobach e Maja Alm) a grande vencedora. Saiba mais em http://www.worldcupimatra2014.com/tulokset/.


4. Quem não se recorda do finlandês Erkki Luntamo, “seco e rijo”, coroa de louros na cabeça, acenando a todos aqueles que se reuniram na Praia da Vieira, ao início da tarde do dia 05 de Julho de 2008, para aplaudir o seu título mundial de Sprint no escalão H90? Repito, H90! Nos anos seguintes, Luntamo continuou a ser figura presente e acarinhada sempre que a oportunidade se oferecia, tendo corrido a sua último competição internacional nos Mundiais de Pécs (Hungria), em 2011. Sabemos agora, com enorme tristeza, do seu falecimento, aos 99 anos de idade. O sucesso de Luntamo teve início nos Mundiais de 1994, na Escócia, conquistando a medalha de ouro no escalão H80. Esta foi a primeira de mais de 15 medalhas em competições de âmbito mundial, tanto de Verão como de Inverno, fazendo dele um dos mais conhecidos e estimados orientistas veteranos do Mundo. Este ano, Erkki Luntamo preparava-se para ser o primeiro orientista a participar numa competição no escalão H100, mas a vida pregou-lhe uma partida. O seu clube, o Vakka-Rasti Uusikaupunki, tinha preparado especialmente para ele uma competição no passado mês de maio, mas à qual Luntamo faltou. Viria a falecer no Hospital apenas uma semana mais tarde. A floresta que tanto amava não voltará a sentir as suas pisadas.

[Foto: Hélder Ferreira]


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: