sábado, 24 de maio de 2014

III Trofeo Piñares 2014: Duelo Ibérico vai dando vantagem a Espanha



Quatro triunfos na etapa de Distância Média, a tanto se resumiu a colheita portuguesa do primeiro dia de competição do XXII Campeonato Ibérico de Orientação Pedestre Masculino, que decorre em Soria, na vizinha Espanha. No setor feminino, os resultados quedaram-se igualmente aquém das expectativas, tendo as nossas atletas alcançado cinco triunfos, no conjunto das etapas de Distância Média e de Sprint.

Num dia em que largas dezenas de milhar de espanhóis cruzaram a nossa fronteira em nome do deus Futebol, um pouco mais de cem “tugas” defrontaram-se em Soria com seis centenas e meia de “nuestros hermanos” na luta pelo melhor lugar no III Troféu Piñares 2014. Organizado pelo Clube Navaleno-O, este é um evento pontuável para o ranking da Taça de Portugal e da Liga Espanhola de Orientação Pedestre 2014 e no qual estão em disputa, igualmente, os títulos ibéricos masculinos da presente temporada nos escalões H16, H18, H20, H21Elite, H35, H40, H45, H50, H55, H60, H65 e H70 nas provas de Distância Média e de Distância Longa e ainda os títulos de Sprint nos escalões H16, H20, H21Elite, H35 e H50.

Quanto à competição, não foi o melhor começo, o de Portugal, no XXII Campeonato Ibérico de Orientação Pedestre. Neste primeiro dia, os nossos atletas estiveram bastante arredios dos lugares do pódio, tanto na etapa de Distância Média, disputada de manhã em Valonsadero, como durante a tarde, em San Leonardo, na etapa de Sprint. Começando pela etapa da manhã, foram quatro as exceções à regra. No escalão H18, Daniel Catarino (Ori-Estarreja) levou de vencida esta etapa, enquanto João Novo garantia a segunda posição. Jorge Correia e Santos Sousa, ambos da ADFA, foram os vencedores dos escalões H40 e H45, respetivamente, enquanto Vitor Rodrigues (CPOC) levava de vencida o escalão H60. No principal escalão, Homens Elite, a vitória coube a Daniel Martin de Los Rios (Escondite-T), à frente de Ricardo Garcia Dengra, do mesmo clube, e de Andreu Blanes Reig (Colivenc). O melhor português foi Tiago Romão (ADFA), na sexta posição.


Mariana Moreira vence Sprint

Na etapa de Sprint, disputada durante a tarde, apenas dois portugueses lograriam alcançar uma posição no pódio. Os autores da proeza foram Ricardo Esteves (ADFA), terceiro classificado no escalão H16 e Sandro Castro (GD4C), que viria a alcançar a segunda posição no escalão H35. No escalão de Elite Masculina, sem surpresas, a vitória sorriu a Andreu Blanes Reig, com Antonio Martínez Pérez, do mesmo clube, a ocupar a posição imediata. O pódio ficou completo com o espanhol Luis Enrique Nogueira de la Muela (COMA). Tiago Gingão Leal (GD4C), na quarta posição, foi o melhor português.

Mudando de “azimute” e analisando agora a nossa prestação no setor feminino, o grande destaque vai para a vitória de Mariana Moreira (CPOC) na etapa de Sprint e no que ao escalão de Damas Elite diz respeito. Ainda nesta prova, Vera Alvarez, do mesmo clube, conseguiu um honroso terceiro lugar, com a catalã Ona Rafols Perramon (COC) a interpor-se entre ambas na subida ao pódio. Ainda no que se refere à etapa de Sprint, a portuguesa Beatriz Sanguino (CPOC) levou de vencida o escalão D16, enquanto Aida Correia (GD4C) foi a terceira classificada no escalão D50. Já na prova de Distância Média, foram três as vitórias de atletas lusos, a saber Margarida Rocha (GD4C) em D55, Debora Swinke (CPOC) em D16 e Maria de São João (CLAC) em D60. Nos pódios foi ainda notória a presença de Ana Carreira (CPOC), segunda classificada em D60, Beatriz Sanguino (CPOC) com igual resultado em D16 e de Susana Pontes (COC), também segunda classificada em D35.

O III Troféu Piñares 2014 termina amanhã com a disputa da prova de Distância Longa. Tudo para acompanhar em http://www.navaleno-orientacion.es/lnac2014/noticias.html ou aqui, no seu Orientovar.

[Foto de arquivo]


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido
  

Sem comentários: