sábado, 24 de maio de 2014

Duas ou três coisas que eu sei dela...



1. Soria recebe este fim de semana o III Troféu Piñares 2014. Pontuável para a Liga Espanhola e para a Taça de Portugal de Orientação Pedestre, o evento atribuirá igualmente os títulos ibéricos masculinos nos escalões H16, H18, H20, H21Elite, H35, H40, H45, H50, H55, H60, H65 e H70. Organizado pelo clube Navaleno-O, o Troféu distribui-se por três etapas, abrindo com uma Distância Média, em Valonsadero, na manhã de hoje, seguindo-se a etapa de Sprint já esta tarde e a etapa de Distância Longa, na manhã de amanhã, estas duas últimas etapas a disputar em San Leonardo. Portugal desloca a Soria um pouco mais de cem representantes, metade dos quais estarão na luta direta pelos títulos ibéricos em disputa. Tudo para acompanhar em http://www.navaleno-orientacion.es/.


2. Do fim de semana passado chegam os ecos dos Campeonatos Nacionais de Desporto Escolar, que se realizaram, pela primeira vez, de forma concentrada na cidade de Lisboa. Ao todo estiveram em competição mais de 2.500 alunos dos escalões iniciados e juvenis, masculinos e femininos, distribuídos por 16 modalidades, entre as quais a Orientação. Como que a reforçar a enorme ligação entre o desporto escolar e o desporto federado, os resultados refletem o notável trabalho desenvolvido ao nível das escolas e dos clubes e onde se nota o dedo de Bruno Nazário ou Ana Paula Serra Campos, João Vitor Alves ou Belém Magalhães, Daniel Pó ou Hélder Ferreira, Avelina Alvarez ou Filipe Marques, entre muitos outros, todos eles professores dedicados e treinadores de excelência. Para a história ficam os resultados: Individuais Iniciados: Sara Roberto (ES Engº Acácio Calazans Duarte) e Leonardo Ramalho (ES Carlos Amarante). Individuais Juvenis: Beatriz Moreira (ES Santa Maria) e João Novo (ES Maximinos). Coletivos Iniciados Femininos: AE Cidade do Entroncamento; Masculinos: ES Pinhal Novo. Coletivos Juvenis Femininos: ES Santa Maria; Masculinos: ES Maximinos.


3. A Taça de Portugal de Corridas de Aventura 2014 prosseguiu no passado fim de semana com a realização do Raid Aventura Idanha. Organizada pela ADFA – Associação de Deficientes das Forças Armadas, Federação Portuguesa de Orientação e Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, a prova contou com apenas três equipas inscritas no escalão Elite, todas elas oriundas da vizinha Espanha. O facto inédito de não ter havido qualquer equipa portuguesa presente numa prova disputada no nosso próprio país e numa etapa com esta relevância faz com que as campaínhas de alarme se façam soar bem alto. Na sua página no Facebook - https://www.facebook.com/RaidAventuraIdanha?ref=hl -, a organização do Raid Aventura Idanha deixa um grito: “Salvem as CA's”. Acresce que a prova foi , de acordo com aquilo que se pode ler na página de abertura, a primeira “sob gestão da Federação Internacional de Orientação”, isto numa altura em que se prepara a apresentação do documento final para discussão e aprovação da integração das Corridas de Aventura como disciplina de pleno direito no seio da IOF. Quanto à prova em si, uma organização que fez de tudo para agradar a todos, oferecendo percursos e desafios de elevado recorte técnico e um enquadramento paisagístico ímpar, não merecia ser penalizada desta maneira. Vitória da equipa SherpaRaid no escalão de Elite, da OMG no escalão Aventura e da Casa Viva Obras no escalão Promoção. Tudo para ler em http://raid-idanha-2014.weebly.com/.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: