domingo, 6 de abril de 2014

Pre-O 'Under the Bridge': Luís Gonçalves e José Laiginha Leal, os melhores 'debaixo da ponte'



Luis Gonçalves e José Laiginha Leal foram os grandes vencedores do Pre-O “Under the Bridge”, prova de Orientação de Precisão que teve como palco o Parque Tejo, em Lisboa. A uma semana do início do Campeonato da Europa de Orientação de Precisão, um último e muito positivo apronto para uma boa parte dos atletas que representarão Portugal na grande competição internacional, mas igualmente uma oportunidade aberta a mais de três dezenas de participantes de conhecerem mais de perto os meandros desta tão desafiante quanto exigente disciplina.


A Taça de Portugal de Orientação de Precisão 2014 viu cumprida a sua terceira etapa com a realização do Pre-O “Under the Bridge”. A ponte a que se refere o nome do evento foi a Vasco da Gama, em Lisboa, à sombra da qual Luís Sérgio e a laboriosa equipa do Académico de Torres Vedras montaram um percurso de vinte pontos, aos quais se devem acrescentar dois pontos cronometrados. A prova contou com a participação de 31 atletas distribuídos por percursos de Iniciação e de Competição, um número deveras interessante e que poderia ter sido bastante superior caso ATV e AFAP tivessem conseguido gerir adequadamente a questão dos timings e local de realização das respetivas provas (recorde-se que, a poucos quilómetros de distância do Parque das Nações, o VI MOri AFAP reuniu mais de uma centena de participantes).

Num cenário natural de grande beleza, com o Tejo em pano de fundo, o percurso viria a revelar-se de bom nível técnico, com a generalidade dos problemas a tirarem partido dum micro-relevo difuso e duma vegetação diversificada, muito para além do que seria suposto esperar. Ainda com a “mão quente” do excelente trabalho de montagem da etapa do Portugal O' Meeting, Luís Gonçalves (CPOC) foi o mais certeiro na Classe Aberta, recolhendo um total de 18 pontos. Nas posições imediatas, mas com menos um ponto, classificaram-se Nuno Pires (Ori-Estarreja) e Joaquim Margarido (CRN – Desporto Adaptado). Quanto à Classe Paralímpica, o pódio viria a ser totalmente preenchido pelos três atletas que representarão Portugal nos Europeus. Apesar dum começo pouco auspicioso, José Laiginha Leal (CRN- Desporto Adaptado) viria a recuperar ao longo da prova, chegando à vitória com um total de 14 pontos, os mesmos que Ricardo Pinto (DAHP). Valeu a Laiginha Leal, no momento de desempatar, a maior rapidez na resposta aos pontos cronometrados. Na terceira posição, com 12 pontos, viria a classificar-se Julio Guerra (DAHP).


Resultados

Classe Paralímpica

1. José Laiginha Leal (CRN - Desporto Adaptado) 14/20 pontos
2. Ricardo Pinto (DAHP) 14/20 pontos
3. Júlio Guerra (DAHP) 12/20 pontos
4. Cláudio Poiares (CRN - Desporto Adaptado) 8/20 pontos
5. Ricardo Bastos (CRN - Desporto Adaptado) 8/20 pontos
6. Ana Paula Marques (DAHP) 8/20 pontos
7. António Amorim (DAHP) 6/20 pontos

Classe Aberta
1. Luís Gonçalves (CPOC) 18/20 pontos
2. Nuno Pires (Ori-Estarreja) 17/20 pontos
3. Joaquim Margarido (CRN - Desporto Adaptado) 17/20 pontos
4. Ana Carreira (CPOC) 15/20 pontos
5. António Aires (Individual) 14/20 pontos
6. Acácio Porta-Nova (CPOC) 14/20 pontos
7. Pedro Massa (DAHP) 14/20 pontos
8. Susana Domingos (COC) 13/20 pontos
9. Custódio Pinto (CIMO) 12/20 pontos
10. José Bolrão (COC) 11/20 pontos

Resultados completos e mais informações em www.atv.pt/actividades/evento/5/696.pt.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: