segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

PreO Challenge - Maia Cidade Europeia do Desporto 2014: Entrada com o pé direito de Ricardo Pinto e Joaquim Margarido



Ricardo Pinto e Joaquim Margarido confirmaram o favoritismo que lhes era atribuído, levando de vencida a etapa inaugural da Taça de Portugal de Orientação de Precisão 2014, nas classes Paralímpica e Aberta, respetivamente. A prova teve lugar no Parque de S. Pedro do Avioso e constituiu o primeiro evento oficial dessa grande iniciativa que dá pelo nome de “Maia Cidade Europeia do Desporto 2014”.


Foi sob a ameaça constante de temporal, que teve lugar na tarde de ontem a primeira etapa da Taça de Portugal de Orientação de Precisão 2014. Organizado pelo Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos, o PreO Challenge – Maia Cidade Europeia do Desporto 2014 chamou ao magnífico espaço verde do Parque de S. Pedro do Avioso um total de 44 atletas, distribuídos pelas vertentes de Precisão e Adaptada.

Com 19 pontos (aos quais se devem acrescentar dois cronometrados), ao longo dum perímetro de 2 km, o percurso da etapa de Orientação de Precisão – com desenho de Luís Leite e Nuno Pires e supervisão de Nuno Pires – permitiu confirmar a real evolução sentida, sobretudo nos últimos doze meses, nesta disciplina tão especial. Com um traçado “sóbrio”, apelando acima de tudo ao raciocínio e à capacidade técnica dos competidores em detrimento de pontos de duvidosa resolução, a prova teve em Joaquim Margarido (CRN) o grande vencedor na Classe Aberta, com apenas duas respostas incorretas. Com menos dois pontos, Luís Nóbrega (CO Viseu – Natura) foi o segundo classificado, enquanto Cláudio Tereso fechou o pódio a cinco pontos de Margarido.


Estreia auspiciosa do Centro de Reabilitação do Norte

Na competição Paralímpica assistiu-se a cerrada luta entre os três primeiros classificados, separados no final pela diferença mínima. Triunfo de Ricardo Pinto (DAHP), com 10 pontos, apenas um ponto à frente de José Leal (CRN). Júlio Guerra (DAHP) concluiu na terceira posição a dois pontos do vencedor. Uma referência especial para a prova de estreia de José Leal e para o excelente segundo lugar alcançado pelo atleta, naquela que é também a estreia do Centro de Reabilitação do Norte nas lides da Orientação de Precisão. Uma estreia auspiciosa que, por um lado, vem colmatar a escassez de clubes e de praticantes nesta disciplina e, simultaneamente, representa um contributo inestimável para o aumento do nível competitivo da Orientação de Precisão no nosso país. Ainda uma palavra para a presença na prova da Maia de António Hernandez, o responsável técnico pela Orientação de Precisão em Espanha, e que teve a oportunidade de acompanhar os trabalhos de preparação e inplementação da prova.

A finalizar, uma referência à etapa inaugural da Taça de Portugal de Orientação Adaptada 2014, que deu igualmente aqui o pontapé de saída. No final, vitórias de Liliana Silva e Domingos Oliveira, ambos do Clube Gaia, num percurso distribuído por dez pontos ao longo de 700 metros. Embora mais lenta que qualquer uma das suas adversárias, Liliana Silva foi sobretudo a mais certeira, o que lhe valeu a vitória com 10/10 pontos. Paula Santos e Sara Santos, ambas igualmente do Clube Gaia, concluíram nas posições imediatas com menos um e dois pontos, respetivamente. No setor masculino assistiu-se a uma luta muito mais cerrada e emocionante, com os três primeiros classificados a fazerem o pleno de pontos corretos (10/10). Valeu aqui o tempo de prova, com Domingos Silva a ser o mais rápido com 6:33, contra os 6:37 e 6:44 dos seus colegas de equipa, respetivamente Vítor Pereira e Bruno Cardoso.



Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: