sábado, 22 de fevereiro de 2014

MCO 2014: A fúria espanhola



Prosseguiu na tarde de hoje, em Aguiar da Beira, a terceira edição do Campeonato Mediterrânico de Orientação. Na prova de Sprint, veio ao de cima a fúria espanhola, com Andreu Blanes e Antonio Martinez, os “niños bomba” a chamarem a si as duas primeiras posições. No setor feminino, a russa Galina Vinogradova “puxou dos galões” e foi a grande vencedora. Após duas etapas, a Espanha lidera a Taça COMOF, com oito pontos de vantagem sobre Portugal, que ocupa a segunda posição.


Empolgante. Foi desta forma que se viveu a prova de Sprint WRE, levada a cabo na tarde de hoje na “desnivelada” vila de Aguiar da Beira. Num mapa com pouco para “espremer”, foi possível traçar percursos com tanto de desafio técnico como de exigência física, aproveitando ao máximo as particularidades do terreno. Praticamente todos os grandes nomes da jornada da manhã voltaram a marcar presença na etapa de Sprint, conferindo-lhe qualidade e competitividade.

No escalão de Super Elite Masculina, Andreu Blanes repetiu o feito de Castelo de Vide, em finais do passado mês de Janeiro, levando de vencida mais uma etapa de Sprint pontuável para o ranking mundial. No final duma prova corrida em 16:44, o atleta não cabia em si de contente: “A sensação é a melhor. A prova foi muito divertida, corri bastante bem, muito fluido, apesar de algumas dúvidas quanto às opções num par de pontos. Mas acabei por sair-me bem e por vencer.” Esmiuçando um pouco aquilo que foi a sua pova, Andreu referiu maiores dificuldades “na parte do castelo, com alguns muros e onde era necessário manter níveis de concentração muito altos o tempo todo para fazer as melhores opções.” Com uma prova de superior qualidade, Antonio Martinez foi segundo classificado – chegou a deter o melhor tempo à passagem pelo ponto de espectadores, na altura em que se processava a troca de mapa -, a sete segundos apenas do seu compatriota. Thierry Gueorgiou quedou-se na terceira posição, a 11 segundos do vencedor.


Espanha amplia a vantagem para oito pontos

A russa Galina Vinogradova quis mostrar o porquê de ser uma das maiores especialistas mundiais de Sprint, vencendo com relativa facilidade em 16:27. A sua compatriota Svetlana Mironova foi segunda, a 25 segundos de diferença, enquanto o terceiro lugar coube à suiça Elena Roos, com mais 28 segundos que a vencedora. No final, Galina Vinogradova referiria: “Do ponto de vista técnico, esta foi uma prova muito simples, sobretudo na parte final correspondente ao segundo mapa. A parte desnivelada era mais exigente e aí corri muito devagar porque era necessário perceber todos os pequenos detalhes do mapa.” Mas não se pense que foi aí que residiu o segredo da vitória da atleta russa: “Ganhei a prova na parte final. Quando passei pelo ponto de espectadores ouvi que estava na segunda posição e corri a última parte realmente muito rápido. Estou realmente satisfeita com esta vitória.”

No tocante à Taça COMOF, a Espanha acabou por desequilibrar ligeiramente a balança a seu favor, depois das três vitórias individuais na prova de Sprint, contra apenas uma de Portugal (Mariana Moreira foi a autora da proeza, repetindo o lugar alcançado na etapa da manhã). Os portugueses não souberam aproveitar o desacerto de Eduardo Gil, desclassificado no escalão H20, com André Esteves a ter igual deslize. Portugal somou 45 pontos, mais 7 que Espanha, contabilizando agora um total de 85 pontos, contra 77 pontos do líder. A distantes 51 pontos da liderança, a Itália segue na terceira posição, seguida de Sérvia, Turquia e Israel.


Resultados

Homens Super Elite
1. Andreu Blanes (Team Espanha) 16:44
2. Antonio Martinez (Individual) 16:51 (+0:07)
3. Thierry Gueorgiou (Kalevan Rasti) 16:55 (+0:11)
4. Jonas Vytautas Gvildys (IGTISA) 17:08 (+0:24)
5. Jan Prochazka (Kalevan Rasti) 17:17 (+0:33)
6. William Lind (MOKS) 17:18 (+0:34)
7. Douglas Tullie (TuMe) 17:41 (+0:57)
8. Bjørn Ekeberg (IL Tyrving) 17:42 (+0:58)
9. Gaute Hallan Steiwer (Lillomarka OL) 17:46 (+1:02)
10. Helmut Gremmel (Lillomarka OL) 17:47 (+1:03)

Damas Elite
1. Galina Vinogradova (Individual) 16:27
2. Svetlana Mironova (Individual) 16:52 (+0:25)
3. Elena Roos (Halden SK) 16:55 (+0:28)
4. Simone Niggli (OK Tisaren) 16:58 (+0:31)
5. Hanna Raitanen (Rajamäen Rykment) 16:59 (+0:32)
6. Yulia Novikova (CSP Novgorod) 17:11 (+0:44)
7. Isia Basset (JOG) 17:25 (+0:58)
8. Kine Hallan Steiwer (Halden SK) 17:30 (+1:03)
9. Anna Nähri (IFK Göteborg) 17:34 (+1:07)
10. Lea Vercellotti (Halden SK) 17:41 (+1:14)



Saudações orientistas.

Joaquim Margarido

Sem comentários: