domingo, 13 de outubro de 2013

MTBO WORLD CUP / WMMTBOC'2013: O "TRI" DE CARLOS SIMÕES



Com a vitória da República Checa na etapa de Estafeta Mista disputada hoje em Santiago do Cacém, deu-se por concluída a ronda final da Taça do Mundo de Orientação em BTT 2013. No Mundial de Veteranos, certame que decorreu em paralelo com a Taça do Mundo, o português Carlos Simões voltou a estar em foco, chegando à medalha de ouro pela terceira vez.


A Taça do Mundo de Orientação em BTT 2013 chegou ao fim. O certame trouxe às belíssimas paragens do litoral alentejano todas as grandes estrelas do firmamente da Orientação em BTT mundial, saldando-se por um enorme exito, tanto no plano desportivo como no social. De parabéns está a Federação Portuguesa de Orientação, bem como os perto de cem voluntários que, capitaneados por Augusto Almeida e Joaquim Patrício, e contando com o inestimável apoio dos municípios anfitreões – Grândola, Santiago do Cacém e Sines -, souberam levar a bom porto tão exigente quão importante iniciativa.

Na etapa de hoje, disputada na variante de Estafeta Mista, a República Checa foi a grande vencedora. Começou melhor a representação russa, constituída por Olga Vinogradova, Ruslan Gritsan e Anton Foliforov. Mas se é verdade que a checa Martina Tichovska não teve argumentos para contrariar o primeiro percurso duma Vinogradova em superior momento de forma, também não é menos verdade que Jiri Hradil, primeiro, e por último Krystof Bogar, se mostraram intratáveis, recuperando da desvantagem inicial de três minutos e meio para chegarem à vitória em 2:15:52, contra os 2:19:46 dos seus adversários mais diretos. Grandes dominadores da temporada, os finlandeses – com Susanna Laurila, Tuomo Lahtinen e Pekka Niemi – acabaram por ter de se contentar com a terceira posição, a escassos dez segundos da turma russa. Composta por Rita Gomes, João Ferreira e Davide Machado, a equipa portuguesa melhor classificada quedou-se pela 16ª posição, a distantes 43:16 da turma vencedora.


Carlos, Carlos, Carlos!

Nos Campeonatos do Mundo de Veteranos de Orientação em BTT, o português Carlos Simões voltou a estar em foco ao conquistar o título mundial de Sprint. Numa prova que reuniu um total de 146 atletas, distribuídos por sete escalões, Simões protagonizou mais uma jornada histórica para Portugal no escalão H40, agigantando-se ante adversários de reconhecido valor e concluindo os 5,8 km do percurso na primeira posição com um registo de 17:39. À vitória de hoje, junta Simões as duas medalhas de ouro alcançadas anteriormente nestes Mundiais, oferecendo a Portugal um “tri” com tanto de saboroso como de inédito e que espelha bem o valor e a qualidade do atleta português, nascido precisamente em Santiago do Cacém há 41 anos.

Mas Simões não foi o único português a pisar o pódio nesta derradeira etapa do Mundial de Veteranos. Também Susana Pontes soube “quebrar a maldição” dos dois quartos lugares nas etapas anteriores, concluindo desta feita na terceira posição e repetindo o lugar alcançado em 2012, em Veszprém, Hungria, também na final de Spint. Numa prova que teve na dinamarquesa Nina Hoffmann a grande vencedora com o tempo de 17:56, a atleta portuguesa necessitou de mais 3:27 para concluir o seu percurso de cinco quilómetros. Nos restantes escalões, a australiana Carolyn Jackson fez, tal como Carlos Simões, o pleno de títulos no escalão W50, o mesmo sucedendo com a suiça Monika Bonafini em W60 e com os finlandeses Heikki Saarinen (M60) e Pertti Nyberg (M70). Em M50, o francês Jean-Charles Lalevée chegou pela primeira vez nestes Campeonatos ao lugar mais alto do pódio depois de, recorde-se, ter sido a grande figura dos Mundiais da Hungria de 2012, no seu escalão.

Consulte os resultados completos desta terceira e última etapa em http://wmmtboc2013.fpo.pt/index.php/pt/results1.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido


Este artigo tem o patrocínio de Orievents e EDP renováveis


1 comentário:

Dani disse...

Este resultado é fruto da grande dedicação do Carlos à modalidade, é um exemplo em espírito de sacrifício e em atitude trabalhadora. Parabéns Carlos.