sexta-feira, 25 de outubro de 2013

EYOC 2013: SUIÇOS MAIS FORTES NO ARRANQUE DOS CAMPEONATOS



Ao conquistar duas medalhas de ouro, a Suiça foi a principal figura do primeiro dia de provas do Campeonato da Europa de Jovens de Orientação Pedestre EYOC 2013, que hoje teve o seu início em Óbidos. Entre os portugueses, Beatriz Moreira, na 9ª posição no escalão W16, foi a nossa melhor atleta.


Óbidos foi o palco escolhido para o “pontapé de saída” do Campeonato da Europa de Jovens de Orientação Pedestre EYOC 2013. Numa vila que faz do chocolate um dos seus ex-libris, os percursos foram tudo menos “doces” para os 361 atletas participantes, distribuídos por quatro escalões de competição. Feitos de ruas e ruelas, escadas e recantos, com muito desnível à mistura, os percursos constituíram um enorme quebra-cabeças para os participantes, a exigir de todos máxima concentração e um enfoque permanente no mapa.

Nos escalões M16 e W16, o finlandês Olli Ojahano a suiça Simona Aebersold foram os grandes vencedores, impondo-se à concorrência de forma inequívoca. Ojahano – que deixou o suiço Florian Attinger a “distantes” 34 segundos – confessaria no final esperar este resultado: “Sei que me encontro em boa forma e que, fazendo uma prova à medida das minhas capacidades, conseguiria vencer”. Atribuindo o segredo da sua vitória ao facto de “me manter focado no mapa e não ter cometido grandes erros”, Ojahano já só pensa no dia de amanhã e numa prova de Distância Longa igualmente bem sucedida: “Penso que tenho condições para vencer novamente.” Quanto à atleta suiça, a medalha de ouro apanhou-a completamente de surpresa: “Não estava realmente à espera, sobretudo depois de ter cometido um erro que me custou bastante tempo.” Naturalmente radiante com a sua primeira vitória na cena internacional, Simona admite não ter grandes expectativas quanto aos próximos dois dias de provas: “O que tinha a fazer está feito e sinto-me muito feliz com esta vitória”.


Suiça conquista segunda medalha de ouro

Quanto ao escalão W18, a sueca Sara Hagstrom soube estar ao seu melhor nível e bateu a finlandesa Anna Haataja pela margem de 18 segundos. Uma vitória que corresponde em absoluto aos objetivos da atleta: “Há muito tempo que me vinha preparando para este momento e é muito bom perceber que o trabalho acaba por dar resultado.” O segredo da vitória, para Sara, esteve em “não entrar em aventuras, gerir o ritmo de corrida o mais lentamente possível, colocar todo o enfoque na vertente técnica, sem correr riscos e sem perder preciosos segundos em más opções.” Apesar de admitir “não ter sido muito divertido ter de descer tantos degraus”, Sara Hagstrom realça “a qualidade do mapa e o prazer que sentiu em correr aqui”, referindo-se ao ambiente medieval da vila de Óbidos.

Mas foi no escalão M18 que se assistiu ao despique mais intenso, com os dois primeiros classificados a terminarem separados por um escasso segundo. Tobia Pezatti ofereceu à Suiça a sua segunda medalha de ouro do dia, relegando o polaco Krzysztof Rzenca para a segunda posição. Pezatti que, no final, se mostrava igualmente muito satisfeito por esta vitória: “Cometi alguns pequenos erros e não estava à espera de vencer”, começou por adiantar o suiço, revelando ter tido particular preocupação em “não andar depressa demais e manter-me focado no mapa”. Quanto aos portugueses, Beatriz Moreira foi a nossa melhor representante, concluindo na 9ª posição no escalão W16. Resultado igualmente de enorme valia, o de Ricardo Esteves, 15º classificado no escalão M16.


Resultados

M16
1º Olli Ojanaho (Finlândia) 11:05
2º Florian Attinger (Suiça) 11:39
3º Aleksandr Pavlenko (Russia) 11:42
4º Mate Dalos (Hungria) 11:44
5º Pascal Buchs (Suiça) 11:57
6º Pierre Martinez (França) 12:00


W16
1º Simona Aebersold (Suiça) 12:27
2º Dorothea Muller (Alemanha) 12:44
3º Sonja Borner (Suiça) 12:46
4º Veera Klemettinen (Finlândia) 12:55
5º Anna Dvorinskaia (Russia) 13:05
6º Sofie Bachmann (Suiça) 13:09

M18

1º Tobia Pezzati (Suiça) 12:57
2º Krzysztof Rzenca (Polónia) 12:58
3º Riccardo Scalet (Itália) 13:16
4º Erik Berzell (Suécia) 13:21
5º Aleksi Niemi (Finlândia) 13:22
5º Algirdas Bartkevicius (Lituânia) 13:22

W18

1º Sara Hagstrom (Suécia) 13:24
2º Anna Haataja (Finlândia) 13:42
3º Weronika Cych (Polónia) 13:43
4º Heidi Martensson (Noruega) 13:53
5º Lisa Schubnell (Suiça) 14:15
6º Lenka Svobodová (República Checa) 14:20
6º Sandrine Muller (Suiça) 14:20

Mais informações em http://eyoc2013.fpo.pt/.


Saudações orientistas.

Joaquim Margarido


[Este artigo tem o patrocínio de Orievents e EDP renováveis]


Sem comentários: