sexta-feira, 24 de maio de 2013

CAMPEONATOS NACIONAIS DE DISTÂNCIA MÉDIA, ESTAFETAS E ORIENTAÇÃO DE PRECISÃO 2013: EMOÇÕES AO RUBRO!




O fim de semana está “aí à porta” e, com ele, a 19ª edição dos Campeonatos Nacionais de Orientação Pedestre, nas vertentes de Distância Média e Estafetas. A acompanhar esta grande festa, a Orientação de Precisão faz a sua estreia de gala, colocando uma nota de inclusão numa festa que é de todos e para todos!


O mês de Maio, como todos estarão recordados, abriu com a disputa dos primeiros títulos de Orientação Pedestre 2013, dirimindo-se na Figueira da Foz os títulos de Distância Longa e de Sprint. Agora que o mês caminha para o seu final, é a vez de serem conhecidos os novos campeões nacionais de Distância Média e de Estafetas, naquela que será a 19ª edição dos Campeonatos. O evento terá lugar em Mira e a organização tem o selo de qualidade do Clube de Orientação de Estarreja, com o apoio da Câmara Municipal de Mira e da Federação Portuguesa de Orientação.

O dia de sábado abrirá com o Campeonato Nacional de Distância Média, estando o início das partidas agendado para as 10h00, o mesmo acontecendo no domingo com o Campeonato Nacional de Estafetas. Em ambos os casos, o palco das provas será o mapa de Mira Norte, cartografado por Rui Antunes (Dezembro de 2012 e Janeiro de 2013), em terreno de pinhal típico desta região do país, com uma vasta rede de caminhos. O terreno é na generalidade muito rápido, tendo nos pormenores de vegetação a sua maior dificuldade, quer ao nível técnico quer de progressão. Importa referir que o Diretor da Prova é Rafael Miguel, naquilo que representa, mais do que uma estreia nestas lides, um extraordinário voto de confiança da Direção do Clube nas qualidades e capacidades dum dos valores seguros da jovem Orientação portuguesa. Rafael Miguel, com supervisão de Bruno Nazário e Nuno leite, assina igualmente o traçado de percursos do Campeonato Nacional de Estafetas, ao passo que os percursos do Campeonato Nacional de Distância Média têm assinatura de Rui Morais.


A minha grande aposta”

O número de inscritos em ambas as provas ultrapassa as quatro centenas de participantes, registando-se a presença de praticamente todos os maiores valores da Orientação nacional. Daí que se adivinhe intensa luta pela vitória na generalidade dos escalões e em ambas as etapas. Campeão Nacional de Distância Média em título, Pedro Nogueira referiu ao Orientovar ser esta “a distância que mais gosto e aquela que será a minha grande aposta (à semelhança do ano transacto). Porém, também este ano (à semelhança do ano anterior), fruto da época do ano em que nos encontramos e aos meus problemas relacionados com alergias, sinusite e rinite alérgica, tenho passado uma semana péssima. Espero melhorar até ao dia da prova...”

O atleta da ADFA deixa-nos igualmente as suas impressões no tocante ao Campeonato Nacional de Estafetas: “Fazendo uma rápida análise das equipas inscritas, parece-me que saltam à vista duas equipas com forte chance de ganhar este evento: ADFA e Gafanhori. O Manuel [Horta] apresentou-se muito forte no Campeonato Nacional de Distância Longa, o Tiago Leal apresentou-se também ele muito forte no evento anterior, o Campeonato Ibérico e por fim o Tiago Aires, que dispensa qualquer tipo de análise ou comentário pela sua grande valia. Mas esta é uma prova de Estafetas e o que conta é o resultado da equipa no seu todo. E a ADFA, ao longo de vários anos, tem demonstrado toda a sua força, e também este ano vamos demonstrar aquilo somos capazes, lutando como sempre até ao fim por mais uma vitória, para juntar às várias já conquistadas anteriormente.” O Orientovar tentou também auscultar a opinião de Joana Costa, a Campeã Nacional de Distância Média em título, ficando a saber que a atleta não marcará presença em Mira “por motivos académicos”.


41 à conquista do título de Precisão

Uma referência ainda para o Campeonato Nacional de Orientação de Precisão, cuja edição inaugural ocorrerá na tarde de sábado, a partir das 15h00, na Praia da Tocha. O mapa, da autoria de Luís Sérgio e atualizado por Rui Antunes (Janeiro de 2013), à escala de 1:4.000, será o palco de todas as emoções, distribuindo-se o percurso por dezasseis pontos ao longo duma distância de 1100 metros. Nuno Pires e António Amador serão os responsáveis pela prova, cabendo ao primeiro a assinatura do traçado de percursos.

São em número de 41 os atletas inscritos neste I Campeonato Nacional de Orientação de Precisão, trinta e cinco na Classe Aberta e seis na Classe Paralímpica. Luís Leite (GD4C) e Júlio Guerra (DAHP), os atuais líderes do Ranking da Taça de Portugal de Orientação de Precisão 2013 nas Classe Aberta e Paralímpica, respetivamente, são os cabeças de cartaz deste evento. A acompanhá-los, entre outros, encontram-se Nuno Pedro (CAOS) e Diana Coelho (DAHP), vencedores da anterior edição da Taça de Portugal de Orientação de Precisão, e ainda um bom punhado de atletas de Elite cujos nomes dispensam apresentação: Tiago Aires e Raquel Costa, ambos do GafanhOri, Filipe Dias (GD4C) e Mariana Moreira (CPOC).



Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: