quinta-feira, 14 de março de 2013

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...




1. É oficial! A etapa de Orientação de Precisão incluída no XXI Campeonato Ibérico de Orientação Pedestre, a ter lugar em Gouveia no próximo dia 13 de abril, irá atribuir os primeiros títulos ibéricos de Orientação de Precisão da história das duas federações congéneres. A Orientação de Precisão junta-se assim à Pedestre, BTT e Corridas de Aventura no sempre empolgante duelo entre portugueses e espanhóis. Todavia, ao contrário das restantes disciplinas, este primeiro Campeonato Ibérico de Orientação de Precisão será composto por uma etapa apenas, precisamente a de Gouveia. Dentre os pormenores que se podem adiantar desde já, destaque para o início da prova aprazado para as 12h00, no Vale do Rossim. A Direção da Prova é de Acácio Porta-Nova e o Traçado de Percursos terá a assinatura conjunta de Acácio Porta-Nova e Joaquim Margarido. Num terreno onde o detalhe rochoso irá colocar enormes desafios aos participantes, o percurso será constituído por 16 pontos de controlo e dois pontos cronometrados no final. As partidas decorrem até às 14h30 e a inscrição tem um custo de dois euros na Classe Aberta, sendo gratuita na Classe Paralímpica. Os títulos ibéricos serão atribuídos precisamente nestas duas classes e a prova é pontuável para o ranking da Taça de Portugal de Orientação de Precisão 2013. Mais informações sobre o XXI Campeonato Ibérico de Orientação Pedestre 2013 em http://www.cpoc.pt/eventos.php?ev=Gouveia03.


2. Após um largo interregno, motivado em parte pela quase ausência de competições nos primeiros meses do ano, a Orientação está de regresso às páginas da Revista de Atletismo. Em foco os três grandes eventos internacionais que marcaram o arranque da temporada de Orientação Pedestre em Portugal, com destaque natural para o Portugal O' Meeting e para o “pleno” de Thierry Gueorgiou e Simone Niggli. Mas também o Norte Alentejano O' Meeting e o Meeting de Orientação do Centro – WRE 2013 merecem o devido apontamento, em textos e fotos com a assinatura de Joaquim Margarido. Recorde-se que a Revista de Atletismo mantém uma tiragem mensal de 5000 exemplares, mas só está disponível mediante assinatura (custo anual de 33,00 €). Para se habilitar a ganhar uma assinatura semestral, participe no Passatempo 5.000 fãs Xistarca em http://bit.ly/PassatempoXistarca e... boa sorte!


3. É já no próximo fim de semana que Davide Machado e Susana Pontes iniciam a defesa dos respetivos títulos íbéricos de Orientação em BTT. Trata-se da “primeira mão” da nona edição do importante evento, a ter lugar em Espanha, nas asturianas localidades de Cangas de Onís e Arriondas. Arranque da temporada de Orientação em BTT em Espanha, esta primeira parte do Ibérico é organizada pelo Clube La Brújula Orientación e conta já com centena e meia de inscritos, o que é visto como “um êxito”. De Portugal, o número de inscritos até ao momento ascende a 37, destacando-se os dois atletas já referidos, mas também os “mundialistas” João Ferreira, Carlos Simões, Daniel Marques, Luís Barreiro e Tânia Covas Costa. Com nove atletas presentes, o Clube de Orientação do Centro congrega a maior comitiva, seguido do Clube de orientação do Minho e Casa do Povo da Abrunheira, com 5 atletas cada. O programa contempla uma prova de Distância Média no sábado e uma prova de Distância Longa no domingo, esperando-se grandes desafios quer técnicos quer físicos, sobretudo pelos terrenos encharcados e a possibilidade de alguma neve. Tudo para acompanhar em http://www.labrujula.info/.


4. Rui Antunes chegou no passado dia 2 de março à região de Versailles para encetar um novo trabalho de cartografia, desta vez para o Clube GO78. Ao trabalho minucioso e exaustivo, o conceituado cartógrafo português decidiu juntar um conjunto de notas breves, dando conta de mais uma experiência no pequeno-grande mundo da cartografia. Mas, mais do que isso, tomou a decisão de partilhá-las connosco, revelando-nos um dia-a-dia que vai muito para lá da representação do terreno na bidimensionalidade que nos é habitual. São pequenas histórias, retalhos da vida dum cartógrafo, vividas e sentidas na primeira pessoa, que tocam pela originalidade e sinceridade do tom. Tudo isto acompanhado dum belo conjunto de fotos, que nos aproximam mais de Rui Antunes e do notável trabalho que ele – e todos os cartógrafos como ele - enceta no reino da floresta, um reino as mais das vezes não tão solitário quanto seria de imaginar. Obrigado Rui Antunes pela dádiva e pela partilha. Tudo para acompanhar em https://www.facebook.com/rui.antunes.754.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: