quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...




É uma das imagens que marca a atualidade nesta viragem do ano e foi extraída da página de Miguel Reis e Silva, no Facebook – http://www.facebook.com/miguel.trs. Reporta-se a “um dos treinos mais desafiantes da minha vida com o REI!”, conforme é definido pelo próprio Miguel Silva e serve de pretexto para esta primeira mensagem de 2013, aqui no Orientovar.


A foto mostra-os sorridentes. À direita de Miguel Reis e Silva, podemos ver Paulo Franco, Nélson Graça e aquele que é quase unanimemente considerado o melhor orientista de todos os tempos, o francês Thierry Gueorgiou. Ao Orientovar, Miguel Reis e Silva explicou que “alguns atletas estiveram a treinar na zona entre Quiaios e Mira, de 26 a 30 de Dezembro”, tendo-se entretanto juntado ao grupo Thierry Gueorgiou. O “Rei da Distância Média”, que estará cá durante mais alguns dias, “fez com que todos aprendessemos bastante com alguns treinos desafiantes e partidas em massa”, acrescenta Miguel Silva.

Mas este foi também o pretexto para percebermos qual o atual momento de Miguel Silva, um dos nossos melhores especialistas: “Actualmente encontro-me fisicamente bem. No entanto, como aprendi duramente com a experiência, isso nada significa na Orientação. Tenho um grande handicap de treino com mapa – talvez 6 provas com mapa desde o WOC há 6 meses – que tentei colmatar com a iniciativa deste estágio de Natal. No entanto, tenho também desde essa altura rotinas de navegação melhoradas cujo resultado final ainda não descobri”, disse. Relativamente ao estágio de Natal, o atleta considera que “para além dos treinos, foi uma óptima oportunidade de conhecer o melhor orientista de todos os tempos, os seus treinos, as suas rotinas e a sua impressionante dedicação à modalidade.”


O WOC é o objectivo principal da época!”

Apontando para um futuro a curto-prazo e para as grandes competições de Inverno que decorrerão no nosso país ao longo de Fevereiro, Miguel Silva revela que, “se não tiver nenhum impeditivo de ordem profissional estarei presente em todos os WRE, uma vez que são provas preferenciais de apuramento para o WOC 2013. Os objectivos nestas competições serão os de consistentemente subir o nível de performances dos últimos anos. Quero com isto dizer que uma prova isoladamente bem conseguida por este ou aquele factor tem pouco significado para mim. Quero optimizar os meus níveis físicos e de navegação de forma a obter bons resultados.”

Quanto à época que se avizinha, Miguel Silva confessa-se dividido entre “dois amores”: “Tentarei conciliar calendários de Orientação e Montanha. Faço desporto unicamente por prazer e as provas de Montanha têm-me dado um gozo enorme, daí optar por complementar o meu calendário com este tipo de provas.” Todavia, há uma certeza: “O WOC é o objectivo principal da época!” O que não invalida que tenha “um plano A e B”, ou seja, “se não for apurado para o WOC dedicar-me-ei em exclusivo à vertente de Corrida de Montanha”, afirma. De uma forma ou de outra, uma excelente época em perspetiva!


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: