segunda-feira, 19 de novembro de 2012

WORLD OF O LANÇA INICIATIVA: "PERCURSO DO ANO 2012" ESTÁ AÍ!




Qual o melhor percurso de Orientação do ano que agora chega ao fim? Uma vez mais, Jan Kocbach e o seu incontornável World of O lançam o desafio a todos aqueles que, pelo menos uma vez esta época, se aventuraram num percurso que terá valido realmente a pena ser corrido. Se é este o seu caso, porque não atrever-se a sugeri-lo?


O ano aproxima-se do final e, antes mesmo dos grandes feitos da temporada, o “Percurso do Ano” assume o protagonismo na página do World of O. Antes de serem apresentadas à votação final, as várias sugestões sofrem um processo de seleção bastante sui-generis e particularmente democrático, no qual qualquer um pode participar. Basta para tanto submeter uma prova da sua preferência no espaço de Comentário destinado ao efeito - http://news.worldofo.com/2012/11/13/course-of-the-year-2012-submit-your-suggestions/ - e esperar. Jan Kocbach não deixa ninguém “pendurado” e responde a todos por igual.

Mas as sugestões poderão ir além da experiência em prova de cada um dos participantes nesta espécie de inquérito. Também os melhores percursos que um Traçador terá desenhado ou aquela prova da qual muito se ouviu falar e elogiar, podem fazer parte das escolhas. Basta que as submetamos, como fizeram, por exemplo, Gustav Bergman ou Yannick Michiels, Emily Benham ou Alessio Tenani, Manu Jurado ou João Moura. À espera de todos aqueles que apostarem nesta ou naquela prova estão prémios particularmente interessantes, que podem ir das quatro noites de alojamento e inscrições no Mediterranean Open Championship Orienteering 2003 e no Park World Tour, em Matera (Itália), às seis sessões de treino e três dias de alojamento em regime de meia-pensão para duas pessoas em Castelo de Vide.


Da República Checa ao longínquo Cazaquistão

Uma passagem pelo World of O e por esta genial iniciativa permite conhecer as opiniões de alguns dos mais influentes orientistas da atualidade. Trata-se duma oportunidade única de ir ao encontro desse mundo de fascínio que reside num mapa e num percurso, descobrindo as emoções e as sensações que, algures no mundo, numa dada altura, foram vividas, sentidas e agora partilhadas por alguns de nós.

Entre as várias opiniões expressas de forma mais detalhada, registe-se a do checo Jan Procházka (que juntamente com Jan Šedivý e Tomáš Dlabaja protagonizou o sensacional triunfo na Estafeta masculina dos Mundiais de Julho passado, em Lausanne). Para o atleta, a final de Distância Longa dos Campeonatos Nacionais da República Checa, com traçado de percursos de Radek Novotny e Vaclav Zakouril constituiu a melhor prova de 2012. “Eles conseguiram traçar uma prova realmente excelente, com uma enorme variedade de pernadas e que pôde ser acompanhada por uma notável produção televisiva”, declarou Procházka ao World of O. Quem deixou também a sua opinião foi essa menina-prodígio da Suécia e que dá pelo nome de Tove Alexandersson, levando-nos até ao longínquo Cazaquistão, ao encontro do percurso da terceira etapa da Taça do Mundo de Orientação em Esqui: “Foi a prova de Orientação em Esqui mais técnica que corri até hoje”, disse.

Conheça também as escolhas de Eva Jureniková e de Tomáš Dlabaja e saiba mais sobre esta iniciativa em www.worldofo.com.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: