terça-feira, 20 de novembro de 2012

DESAFIO TREVIM DESNÍVEL D+: CLUBE DE PRAÇAS DA ARMADA ENCERRA TEMPORADA COM NOVA VITÓRIA




Teve lugar no passado fim de semana a última etapa da Taça de Portugal de Corridas de Aventura 2012. Uma prova vivida e sentida por Vasco Rodrigues, que aqui nos deixa as suas impressões.


Aproveitando o magnífico cenário da Serra da Lousã e dos municípios de Lousã, Góis, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Miranda do Corvo, a Associação de Desportos de Aventura Desnível preparou o DESAFIO TREVIM - DESNÍVEL D+, Corrida de Aventura que acabaria por se revelar como uma das mais exigentes da época, quer a nível técnico como físico.

Assentando essencialmente na vertente Pedestre e de BTT, as equipas tinham como principais adversários o desnível e a desactualização das cartas topográficas, binómio sempre complicado de gerir numa prova como esta! Se por um lado as equipas eram submetidas a um esforço físico constante que lhes permitisse superar as intensas subidas e complicadas descidas de todo o percurso, por outro tinham de manter no máximo os índices de concentração e atenção para evitarem erros de navegação. E, se estes obstáculos não fossem suficientes, a organização tinha ainda preparadas diversas actividades de cordas que voltavam a colocar à prova o ecletismo das equipas, salientando-se uma etapa de canyonning com condições especialmente complicadas pela intensa chuva que se fez sentir durante o primeiro dia de competição.

Praças da Armada tomam a dianteira

As equipas, todavia, mostraram-se totalmente à altura do desafio, apresentando-se altamente motivadas para fazer o seu melhor, com prestações absolutamente notáveis das equipas vencedoras dos escalões de Aventura e Elite. No escalão de Aventura a equipa Bosch Termotecnologia – Aveiro rapidamente mostrou que estava com uma preparação acima das restantes, dominando completamente as quatro primeiras etapas onde fizeram todos os CPs e conseguindo mesmo os melhores resultados em todas as etapas disputadas. No 2º lugar ficou a equipa dos Ultra-Leves do CPOC com uma prestação bastante regular ao longo de toda a prova. Para o 3º lugar é que houve uma enorme disputa entre as 2 equipas do Clube Millenium BCP, tendo a equipa do Porto conseguido obter mais 1 CP e garantido assim o seu lugar no pódio.

No Escalão Elite a equipa da Escola Naval começou muito bem a competição, liderando a prova até à 3ª etapa, altura em que a consistência e qualidade do Clube de Praças da Armada veio ao de cima, conseguindo encaixar, a partir daí, um conjunto de etapas verdadeiramente notáveis, que lhes permitiram chegar ao final do 1º dia de competição com 61 CPs realizados, remetendo para os restantes lugares do pódio as equipas da Escola Naval e da Globaz.


Confirmação

Após a ceia oferecida na Praia das Rocas, em Castanheira de Pera, e o sono retemperador de cerca de três horas, os atletas beneficiaram de um segundo dia bem mais solarengo, podendo desfrutar dos magníficos cenários propostos pela organização para as etapas pedestre e de BTT desse dia. Neste segundo dia, o Clube de Praças da Armada ia continuando a sua competição a solo e sem adversários à altura, chegando ao final com um total de 75 CPs visitados em 22:42:56, assumindo-se como a melhor equipa em competição.

A equipa da Escola Naval ainda conseguiu recuperar o CP que tinha de desvantagem para a equipa Globaz, mas terminou a prova com 23:05:24, enquanto a sua adversária terminou a prova com os mesmos CPs (65) mas em 22:43:08. Assim a Globaz conquista a 2ª posição geral e a Escola Naval o 3º lugar.


Escalão de Promoção em grande

Mas a história não se faz só das equipas vencedoras e mais competitivas e esta prova ficou ainda marcada por ser a primeira com mais atletas no escalão de Promoção do que em qualquer dos restantes escalões. Estas equipas garantiram uma animação especial à prova e mostraram também uma vontade inquebrável de experimentar todas as actividades e fazer o melhor possível, não deixando de parte o saudável convívio e respeito por adversários e organização.

Aproveitando o magnífico cenário da Quinta da Paiva, em Miranda do Corvo, local onde acabou a prova, a organização levou a cabo ainda um almoço final no mesmo espaço, tendo aí realizado a entrega de prémios onde foram coroados os dignos vencedores, mas também todas aqueles que aceitaram este Desafio Trevim, superando as dificuldades propostas. A Federação Portuguesa de Orientação aproveitou ainda a oportunidade para entregar aqui os prémios relativos à Época 2011 e encerrando assim com chave de ouro este evento.


ADA Desnível de parabéns!

Foi assim um excelente fim-de-semana competitivo na Serra da Lousã, que pensamos ter dignificado da melhor forma a região e as entidades locais, nomeadamente os municípios envolvidos e a Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto, bem como a própria modalidade.

Uma palavra final para a ADA Desnível, entidade organizadora, que fez um excelente trabalho na divulgação da prova e da própria modalidade, conseguindo atrair muitos novos praticantes e mostrando que, apesar das dificuldades e constrangimentos financeiros, se conseguem dinamizar estes projectos desde que haja força de vontade!

Resultados completos e demais informações em http://desnivel.pt/desafiotrevim/informacaotr/

[Foto gentilmente cedida por Vasco Rodrigues]


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: