quarta-feira, 3 de outubro de 2012

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...



1. Localizada no Noroeste do Rio Grande do Sul, num ponto equidistante entre São Paulo e Buenos Aires, a cidade de Santa Rosa prepara-se para receber a terceira e decisiva etapa do Campeonato Brasileiro de Orientação Pedestre 2012. Organizado pelo Clube de Orientação San Martin (COSAM) e pela Confederação Brasileira de Orientação e Federação Gaúcha de Orientação, o evento decorre de 12 a 14 de Outubro, distribuindo-se pelas etapas de Estafeta, Distância Média e Distância Longa. Leandro Pasturiza é, ao nível organizativo, a figura de proa desta III Etapa do CamBOr, ao assumir a Direção do Evento, o Traçado de Percursos (de parceria com Mirian Pasturiza) e a Cartografia respeitante à prova de Estafeta. Mas a grande novidade deste evento reside na realização, em paralelo com a competição, de uma prova de Orientação em BTT, com inscrições no próprio local da prova e atribuição de prémios aos melhores tempos. Pegando nas palavras de Sara Weis, “coloque sua magrela no transporte e não perca essa oportunidade!!” Saiba mais, consultando o Boletim nº. 2 AQUI.


2. “Já viu provas de Orientação na TV e teve curiosidade em experimentar? Gosta de caminhar ou de correr? No dia 5 de Outubro traga as sapatilhas, a familia e os amigos e experimente sozinho ou em grupo, a andar ou a correr, dos 8 aos 80 anos, a magia da Orientação.” A proposta é da Secção de Orientação do Sport Benfica e Castelo Branco, com encontro marcado para o Parque Urbano de Castelo Branco, junto aos Campos de Futebol (ao lado das Piscinas), das 15h00 as 18h00. À disposição dos interessados estarão dois percursos, onde os participantes poderão perceber o porquê deste desporto ser um dos que mais têm crescido nos últimos anos no nosso País. A participação é gratuita. Saiba mais em http://www.facebook.com/pages/Secção-de-Orientação-Sport-Benfica-Castelo-Branco/216322865133509.


3. No sábado seguinte, um pouco mais a norte, o 5º Torneio .Com Mapa caminha para o final, conhecendo a realização da 6ª etapa. Numa prova com a assinatura organizativa do Clube de Orientação do Minho, os participantes terão oportunidade de revisitar os mapas do mais recente Campeonato Nacional de Distância Longa e de Estafetas, que teve lugar em Santa Isabel (Terras do Bouro). Emanuel Gomes é o Diretor da Prova e os percursos, com a assinatura de José Fernandes, encontram-se distribuídos pelas categorias Fácil, Médio e Difícil. As partidas – com ordem de saída livre – decorrerão entre as 10h00 e as 12h00. Para mais informações, consulte a página do evento em http://www.pontocom.pt/actividades/VTorneioCOMmapa/etapa6.php.


4. Dando seguimento aos objectivos traçados para a formação de técnicos de Orientação e conforme divulgado no Plano de Atividades da Federação Portuguesa de Orientação para 2012, vai realizar-se nos dias 13 e 14 de Outubro de 2012, no Centro de Estágio da Marinha Grande, um Curso de Traçador de Percursos de Orientação Pedestre – Nível II. São requisitos de admissão ao Curso a filiação na FPO devidamente regularizada, ter o nível I do Curso de Traçador de Percursos de Orientação Pedestre e ter sido o Traçador de Percursos de uma prova Regional / Nível II de Orientação Pedestre. O Curso tem uma carga horária de 16 horas e um máximo de 16 vagas. Caso o número de interessados seja superior, será atribuída prioridade por ordem de inscrição. As fichas de inscrição deverão ser remetidas para a FPO até 08 de Outubro de 2012. O Ofício na íntegra pode ser consultado AQUI, bem como a respectiva Ficha de Inscrição Individual.


5. O estoniano Tõnis Erm esteve muito perto de conquistar uma medalha na prova de Sprint do Campeonato do Mundo de Orientação em BTT, mas um infeliz acaso fez com que a situação acabasse por não se verificar. “Em Itália, pedalar fora dos trilhos não era permitido. Havia um ponto no mapa onde a linha magenta tapava uma junção de caminhos – vi-me mesmo obrigado a parar para confirmar a minha posição. Acabei por encontrar a ligação e segui por aí, mas uma análise mais aprofundada do mapa, no final, revelou que não se tratava duma junção de caminhos mas sim dum atalho, pelo que acabei por atravessar inadvertidamente uma zona proibida. Fiz uma exposição ao júri, explicando o que tinha feito, acabando por ser desclassificado.” O juri desclassificou Tõnis e ele perdeu a medalha. Este exemplo de desportivismo e muito mais, tudo para ler no “Atleta do Mês”, na página da Federação Internacional de Orientação, em http://orienteering.org/athlete-of-the-month/.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: