quinta-feira, 23 de agosto de 2012

WMTBOC 2012: SUSANA PONTES DE BRONZE




É a primeira medalha da história da Orientação em BTT portuguesa e reluz agora ao peito duma das suas mais significativas representantes. Susana Pontes, 41 anos, soube sprintar para a medalha de bronze nos III Campeonatos do Mundo de Veteranos e, desta forma, quebrar um enguiço de onze anos de participações ao mais alto nível.


Primeiro foi Daniel Marques, nos idos de 2004, a entrar pela primeira vez no top-20 dum Campeonato do Mundo. O orientista em BTT português mais internacional de sempre estreava-se na Austrália com o 18º lugar na Distância Média, lançando o nosso país na senda dos bons resultados. Daniel Marques voltaria a repetir idêntico desiderato em 2007 e em 2009 – em ambos os casos com a 16ª posição na prova de Sprint - mas em 2008 já João Ferreira entrava no top-10 dum Campeonato do Mundo, com o 9º lugar alcançado nos Mundiais de Júniores, na Polónia. A edição de 2010 colocou pela primeira vez um atleta português à beirinha do pódio, graças ao 7º lugar de Davide Machado na final de Distância Longa. Machado que, em 2011, melhorou a sua classificação, com o 6º lugar no Sprint e o 5º lugar na Distância Longa dos Mundiais de Vicenza.

Mas a história não termina aqui e passa a escrever-se no feminino. Susana Pontes (juntamente com Carla Freitas), fez parte dessa seleção que atravessou meio mundo para rumar a Ballarat, na Austrália, em 2004. Foi 42ª classificada na prova de Distância Média, resultado que só viria a melhorar em 2007, quando conseguiu o 41º lugar na Distância Longa. Em 2009, o seu 30º lugar na final de Sprint constituía o melhor resultado de sempre na Orientação em BTT feminina, resultado esse que viria a ser substituído dois anos mais tarde, precisamente em Chaves, por um sensacional 18º lugar. Mudam-se os tempos e as vontades pelo que, em 2011, Susana Pontes espalhou a sua coragem e denodo pelas florestas de Dalarna, nos II Mundiais de Veteranos. O saldo deixou um travo amargo na boca, não pela qualidade dos resultados, mas pelos resultados em si: 4º lugar na Distância Longa, 4º lugar na Distância Média e... 4º lugar no Sprint. Daí que o bronze de hoje, ainda que de bronze se trate, para a Susana e para todos nós sabe a ouro.


Bronze arrancado a ferros

Numa prova dominada do primeiro ao último minuto pela húngara Veronika Cseh – que assim repete o título mundial alcançado no dia de ontem na prova de Distância Média -, Susana Pontes teve uma boa entrada no mapa, conseguindo inclusivamente o melhor parcial nos pontos 3 e 4 entre as treze atletas em prova. Com seis dos doze pontos completados, a atleta portuguesa pedalava – e pedalava bem! - no terceiro posto, a 25 segundos da checa Andrea Rejholcová. Os três pontos seguintes viram outra checa, Verka Parizkova, fazer uma recuperação sensacional, subindo ao segundo lugar e fazendo cair Susana Pontes para a quarta posição. A partir daqui, errar era proibido!

O décimo ponto acabou por ser decisivo, já que Rejholcová perdeu 49 segundos para atleta portuguesa que, desta forma, recuperou o terceiro posto com uma vantagem de 20 segundos para gerir. A verdade, porém, é que a checa esteve melhor que a portuguesa no 11º e penúltimo ponto, tendo ganho 21 segundos no particular duelo e entrando novamente nas medalhas. O último ponto deu empate – 43 segundos para cada lado – pelo que tudo ficou por decidir no vigoroso sprint até ao finish. E aí, Susana Pontes conseguiu ir buscar as últimas forças sabe-se lá onde, batendo a sua adversária por três segundos, os necessários para garantir em definitivo a medalha de bronze.


Veronika Cseh, a única a “bisar”

Quanto aos restantes portugueses em prova, todos no escalão M40, Rui Botão melhorou dois lugares em relação ao dia de ontem, tendo concluído no 24º lugar. Ao invés, Mário Marinheiro ficou dois lugares abaixo em relação ao resultado da véspera, na final de Distãncia Média, tendo sido o 34º classificado. Octávio Andrade concluiu a sua prova no 35º lugar, depois de ontem ter feito, como oportunamente noticiámos, um “mp”.

Ao vencer o escalão W40, como referimos atrás, Veronika Cseh foi mesmo a única atleta a “bisar” o ouro nestes mundiais. Em M60, o checo Zdenek Laciga e o neo-zelandês Rob Garden inverteram as posições, com o primeiro a quedar-se desta feita com o ouro. O mesmo sucedeu com a britânica Charlotte Somers-Cocks e com o finlandês Raimo Laitinen, respetivamente nos escalões W50 e M70, que hoje relegaram para a segunda posição a australiana Carolyn Jackson e o austríaco Herbert Lackner. Finalmente, em M40, o britânico Killian Lomas foi o grande vencedor, enquanto em W60 a vitória sorriu à dinamarquesa Birgit Hausner.


Resultados

Veteranos Masculinos M40
1º Killian Lomas (GBR Masters) 22:01
2º Ales Linhart (GIGANT Orienteering) 22:27
3º Miroslav Rygl (MIRY Mapholders) 22:55
4º Jaroslav Rygl (KOS Tesla Brno) 23:20
5º Alun Powell (GBR Masters) 24:07
6º Ifor Powell (GBR Masters) 24:18
(…)
24º Rui Botão (CPOC) 27:34
34º Mário Marinheiro (CPA – Abrunhos) 31:50
35º Octávio Andrade (.COM) 32:23

Veteranos Masculinos M50
1º Dietmar Dörfler (Individual AUT) 21:09
2º Jean-Charles Lalevee (France Icone Sens) 21:12
3º Per Gustavsson (Goteborg Majorna OK) 21:46
4º Stefan Kollberg (Eksjö SOC) 22:43
5º Michel Denaix (CSA EMHM Chamonix) 23:23
6º Stefan Killberg (Kvarnsvedens GoIF OK) 23:29

Veteranos Masculinos M60
1º Zdenek Laciga (USK Praha) 21:13
2º Rob Garden (New Zealand) 21:55
3º Risto Orpana (SOC Asikkala) 22:52
4º Keld Johnsen (Tisvilde hegn OK) 24:24
5º Heikki Saarinen (SOC Asikkala) 25:02
6º Per Allan Pedersen (OK FROS) 26:21

Veteranos Masculinos M70
1º Herbert Lackner (Team Austria) 34:51
2º Raimo Latinen (Suomusjärven Sisu) 36:40
3º Herluf Jensen (Svendborg OK) 55:07
4º Vladimir Nemec (SKOB Slany) 1:20:19

Veteranos Femininos W40
1º Veronika Cseh (Individual HUN) 24:15
2º Verka Parizkova (SNS Smrzovka) 27:00
3º Susana Pontes (CPOC) 27:56
4º Andrea Rejholcová (OK BOR) 27:58
5º Olga Koutná (OK Jiskra Novy Bor) 29:35
6º Aurelie Villar (Noyon CO) 30:23

Veteranos Femininos W50
1º Charlotte Somers-Cocks (GBR Masters) 23:57
2º Carolyn Jackson (Melbourne Forest Racers) 25:14
3º Angela Brand-Barker (GBR Masters) 26:21
4º Jindra Dohnalova (VIP CZ) 26:57
5º Ursula Häusermann (Switzerland) 27:33
6º Bente Madsen (Tisvilde Hegn OK) 27:43

Veteranos Femininos W60
1º Birgit Hausner (OK Oest Birkeroed) 28:09
2º Birgit Olsen (Tisvilde Hegn OK) 34:14
3º Licia Kalcich (Team Italia) 34:28
4º Ellis Byrgiel Sommer (OK Oest Birkeroed) 38:47
5º Gitte Hoffmann (OK FROS) 40:14
6º Ellen Brun Pedersen (OK FROS) 41:26



[Imagem de Arquivo]


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

1 comentário:

Dani disse...

Grande resultado, parabéns Susana!
Ainda há Campeonato, Sábado vai ser a final da distância longa...