sexta-feira, 22 de junho de 2012

14º GRANDE PRÉMIO DE ORIENTAÇÃO DO RA 4: VITÓRIAS DE DIOGO MIGUEL E MARIANA MOREIRA



Ansiosamente aguardado e rijamente disputado, o Grande Prémio de Orientação do RA 4 é, seguramente, uma das mais reconhecidas e estimadas “clássicas” do Calendário Nacional de Orientação Pedestre. O evento conheceu no passado sábado a 14ª edição e, uma vez mais, emoção e competição passearam de mãos dadas numa das mais belas florestas de Portugal.


Teve lugar no passado sábado, na Marinha Grande, o XIV Grande Prémio de Orientação do RA 4. Evento de Orientação Pedestre, co-organizada pelo Regimento de Artilharia Nº 4, Clube de Orientação do Centro e Federação Portuguesa de Orientação, esta edição da popular prova integrou as comemorações do Dia da Unidade do Regimento de Artilharia Nº 4 e foi composta por duas etapas. Na parte da manhã, pontuável para o ranking da Taça de Portugal de Orientação Pedestre (nível 2), teve lugar uma prova de Distância Longa, enquanto a partir das 21h30, extra-competição, decorreu uma muito apetecida prova de Orientação Nocturna, no mapa de Pedreanes – Marinha Grande. À semelhança do que aconteceu no ano passado, a edição deste ano voltou a integrar o Campeonato Nacional Universitário de Orientação 2011/2012, organizado em colaboração com a FADU - Federação Académica do Desporto Universitário.

Dada, como sempre, a tiro de G3, a partida da prova da manhã voltou a ser um espetáculo dentro do próprio espetáculo, já que foi efetuada no sistema “em massa”. Numa das mais notáveis florestas de Portugal, evoluiram o bom número de 263 atletas nos escalões de competição, aos quais se devem somar 75 atletas nas classe Abertas. Menos concorrida, a prova noturna contou, ainda assim, com a presença de 44 atletas, distribuídos, individualmente ou em grupo, pelos seis escalões de competição.


Favoritismo confirmado

Nos escalões de elite, Diogo Miguel (Ori-Estarreja / Universidade do Porto) e Mariana Moreira (CPOC / AEFMH) não deixaram os seus créditos por mãos alheias e levaram de vencida o Troféu, arrebatando em simultâneo os títulos de Campeão Nacional Universitário 2011/2012. Diogo Miguel ainda contou com a forte oposição de Manuel Horta (GafanhOri / Universidade de Lisboa), a quem venceu pela margem de 2:22. Já Mariana Moreira não sentiu grandes dificuldades para levar de vencida a sua companheira de equipa, Liliana Oliveira (CPOC / AAESTeSL) – uma atleta em crescendo ao longo da época e que justifica por inteiro o quinto lugar que atualmente ocupa no ranking da Taça de Portugal de Orientação Pedestre -,  impondo-se por largos 6:17 de vantagem.

Nos restantes escalões verificaram-se algumas surpresas, mas o destaque vai para os duelos travados entre Daniel Catarino (CLAC) e Samuel Leal (Ginásio), no escalão H18, com vitória do primeiro por escasso 3 segundos. Em H21, Bruno Nazário (Ori-Estarreja) bateu Luís Gonçalves (CPOC) por um segundo, enquanto em H50 Fernando Costa (GD4C) e António Aguiar (Ori-Estarreja) concluiram a prova ex-aequo com o tempo de 1:04:01 (!). Nos antípodas destes resultados apertados, está a vitória de Helena Sousa (Ori-Marão) no escalão D35, com 32:04 de vantagem sobre a segunda classificada, Manuela Nogueira (Ori-Estarreja). Coletivamente, a vitória coube ao Ori-Estarreja com 1719,53 pontos, deixando o Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos a 40,24 pontos de diferença. Quanto à prova Noturna, teve em Armando Sousa (ADFA) e João Moura (COViseu – Natura) os grandes vencedores dos escalões Difícil Longo e Difícil Curto, respetivamente.


Quem vem às provas COC quer encontrar qualidade”

De acordo com a organização, refira-se a título de curiosidade que “foram traçados vinte e seis percursos distintos, quatro com duas variantes e vinte e dois com seis variantes, o que equivaleu a cento e quarenta ficheiros distintos na gráfica a que se juntaram mais vinte e seis ficheiros das sinaléticas suplementares. No terreno foram colocados setenta e nove pontos na etapa da manhã, enquanto na noturna e para os sete percursos foram colocados cinquenta e cinco pontos no terreno.

“Conscientes de que quem vem às provas COC quer encontrar qualidade”, o 15º Grande Prémio de Orientação do RA4 já está a mexer. São pelo menos estas as impressões induzidas pelas palavras dos resposáveis pela coletividade leiriense e que fazem questão de acrescentar: “Esperamos que o Campeonato Nacional Universitário volte a ser disputado no RA4 2013”, deixando ainda “um agradecimento especial ao RA4, à FADU, à FPO, à Vitalis e um grande e especial agradecimento a todos os sócios do COC que puseram esta prova no terreno mantendo a nossa marca de qualidade.”

Toda a informação, resultados completos e muitos e divertidos testemunhos em http://www.coc.pt/2012/06/20/14o-gp-ra4-e-noturna-2012/


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: