quarta-feira, 21 de março de 2012

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...




1. António Leitão deixou-nos. Nascido em Espinho no ano de 1960, António Leitão cedo se dedicou ao atletismo. Coleccionou títulos de campeão nacional de juvenis e juniores em corta-mato e em pista, levando a que se transferisse para o Sport Lisboa e Benfica em 1982, vindo a transformar-se num dos principais símbolos do clube lisboeta nessa modalidade. Logo em 1982 bateu o recorde nacional de 5000 metros, com 13:07,70, que continua a ser a segunda marca nacional de todos os tempos. Ligeiramente mais lenta foi a marca na final dos 5000 metros dos Jogos Olímpicos de Los Angeles (13:09,20), mas valeu-lhe a medalha olímpica aos 24 anos, ficando apenas atrás do marroquino Said Aouita e do helvético Markus Ryffel. Nas temporadas seguintes, Leitão não conseguiu repetir marcas do mesmo nível, sendo assolado por uma vaga de lesões. Deixou o atletismo em 1991, mas nunca deixou de ser figura presente nas grandes e pequenas competições, um pouco por todo o lado, recebendo o carinho e o aplauso de quem sempre viu nele um exemplo de força, coragem e humildade. Partiu este domingo, aos 51 anos, vítima de hemocromatose, uma doença pouco comum, caracterizada pela excessiva absorção de ferro. O seu nome fica indelevelmente ligado à Orientação, em particular à Orientação de Precisão, visto ter sido ele um dos padrinhos do I Open de Orientação de Precisão do Hospital da Prelada, ficando esse momento registado para a posteridade na foto acima, gentilmente cedida por Helena Almeida. Até sempre, António!


2. À medida que se aproxima a data da sua realização, o II Open de Orientação do Hospital da Prelada volta a ser notícia. Desta feita, é a revista “reDESCOBRIR” que, no seu segundo ano de vida, dedica o espaço de Destaque ao Parque da Prelada, local que acolherá a competição no próximo dia 05 de Maio. Integrado nessa estratégia de “devolver este pulmão verde cheio de memórias a todos aqueles que dele queiram usufruir”, de acordo com as palavras do Provedor da Santa Casa da Misericórdia, Dr. António Tavares, o Parque da Prelada é referido como estando “a ser cartografado para o II Open de Orientação de Precisão do Hospital da Prelada. (…) O trabalho está a ser produzido por Armando Rodrigues, o mesmo cartógrafo que criou o mapa do Hospital da Prelada”. De salientar que “os dois mapas passarão a estar ligados através de uma passagem sob a Via de Cintura Interna”, pode ler-se ainda no artigo.


3. A Orientação estará presente nos Jogos Escolares do Rio Grande do Sul (JERGS/2012), ao lado de modalidades como o Atletismo, Basquetebol, Futebol, Futsal, Andebol, Voleibol e Xadrez, todos com equipes femininas e masculinas. “A iniciativa de levar nosso esporte para esse evento partiu do Prof. Roberto do Clube de Orientação Voluntários da Pátria, de São Borja-RS, em parceria com a Confederação Brasileira de Orientação (CBO) na idealização e construção do projeto”, pode ler-se no excelente Brazil O-Life http://brazil-o-life.blogspot.pt/2012/03/orientacao-nos-jogos-escolares-do-rio.html, de Sara e Fabio Weis. Fica, assim, coroado de exito o empenho dos orientistas em levar a modalidade para as escolas, graças ao projeto “Orientação na Escola”, iniciado há mais de uma década no Rio Grande do Sul. A maior competição estudantil do Estado do Rio Grande do Sul será disputada pelas equipas (12 alunos cada, Damas e Homens) das 32 Coordenadorias Regionais de Educação. “Este facto é algo muito importante para os nossos jovens atletas que almejam destacar-se neste desporto, e principalmente, para reforçar a existência do Campeonato Brasileiro Estudantil de Orientação. A afirmação da Orientação na escola é fundamental para o seu desenvolvimento em todos os níveis”, lê-se ainda na notícia.


4. “Estou certo que a maioria dos leitores deste espaço me conhecem por ser um parvo que sabe pegar num mapa e orientar-se no meio da floresta e às vezes até consegue alguns frutos disso”. É desta forma que começa a descrição “duma certa imagem” de Luís Silva, na sua mais recente mensagem em http://oriathlete.blogspot.pt/. Numa oportuna revisão autobiográfica, o rapaz das “mangas de cava para mostrar o cabedal e a calça branca malvada” dá um cheirinho daquilo que é, num exerciício de escrita com tanto de irreverência como de sinceridade. Das experiências iniciáticas desta “parvoíce” chamada Orientação às certezas de “saber hoje quem é”, vai uma reflexão vivida e sentida sobre aquilo que é, aquilo que quer ser, aquilo que irá ser. Vale a pena passar por lá!


5. A 50 dias dos Campeonatos da Europa de Orientação Pedestre, que terão lugar de 12 a 20 de Maio, em Dalarna (Suécia), a organização abre a sua página principal às grandes figuras da competição, inaugurando uma série de Entrevistas que nos irá levar até aos grandes dias do evento. Campeã do Mundo de Distância Longa (2008) e de Distância Média (2009) e Vice-Campeã da Europa de Distância Longa em título, a checa Dana Brozková é a primeira convidada desta série de apontamentos. Parecendo apostada na Distância Longa – a atleta afirma que vai participar em todas as provas que constituem o programa -, Dana Brozková espera “terrenos de excelência e traçados de percursos exigentes”. A título de curiosidade, num mini-questionário que encerra a Entrevista, a atleta aforma que um dos seus hobbies é... tocar didgeridu, um aerofone ou instrumento de sopro dos aborígenes australianos. Tudo para ler em http://www.eoc2012.se/2012/03/dana-safka-brozkova-“i-like-terrains-in-dalarna-very-much”/.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: