sábado, 11 de fevereiro de 2012

O MEU MAPA: ELDA RUA, O MAPA DA ATALAIA E O NACIONAL DE ESTAFETAS 1995





Obrigada pelo convite para descrever uma das muitas aventuras que passei neste nosso mundo da Orientação. Claro que as minhas histórias são banais, comparando com as de muitos atletas que a Orientação tem. Mas não quis deixar de participar e, com isto, dei uma volta a todos os mapas e memórias desde 1995 até 2011.

Todos eles têm uma história, umas boas, outras menos boas… E há aqueles em que nem é bom pensar! É precisamente um destes últimos que vou descrever.

Ainda dava os primeiros passos na Orientação, desde sempre vestida com orgulho com a camisola do Ori-Estarreja, quando fomos fazer uma prova na Atalaia: o Campeonato Nacional de Estafetas, a 22 de Outubro de 1995.

Fui a última da minha equipa a partir e, desde que comecei a prova até ao quinto ponto, tudo correu mais ou menos bem. Agora para o ponto 6, é que foi o grande problema… não consegui encontrá-lo! Voltei ao ponto anterior, fiz azimute e fui ter ao que julgava ser o sítio do ponto… mas nada. Não consegui dar com ele!

Andava lá, para trás e para a frente, já a chorar, quando vejo a minha filha a vir direita a mim também a chorar, pois – adivinhem? – estava perdidinha da “Silva” (coisas de principiante, certamente)! Depois de falarmos um pouco, ela seguiu o seu caminho e eu continuei à procura do ponto, sem ter qualquer noção do tempo que já tinha passado.

Entretanto, como já estava cansada, sentei-me, quando vejo chegar um jipe da tropa com pessoal (JÁ!) a levantar os pontos. Foi aí que eu me apercebi onde realmente estava aquele danado do ponto 54 – posso dizer que estava a cerca de 5 metros de distância de onde eu me encontrava!!!

Em seguida, como podem perceber, apanhei boleia com os militares e quando cheguei à zona de concentração (hoje, familiarmente conhecida por Arena), já só restava o autocarro e o pessoal do Ori que estavam à minha espera!

Posso, no entanto, dizer-vos que esta má experiência não me traumatizou. Já fiz imensas provas ao longo destes quase 17 anos, já me perdi algumas vezes e também já ganhei muitas provas. Quem aprende a gostar deste desporto, dificilmente desiste de o praticar!


Elda Rua
Clube de Orientação de Estarreja
Fed 1442

Sem comentários: