sábado, 21 de Janeiro de 2012

PORTUGAL O' MEETING 2012: FALTAM 28 DIAS!




O PORTUGAL O' MEETING

A partir de 1996, o Portugal O' Meeting apostou num modelo que contemplava a organização conjunta entre a Federação Portuguesa de Orientação e um clube diferente em cada ano. Assim, nos anos seguintes, a organização esteve a cargo da ANORT, que conseguiu em 1997 levar ao Furadouro (Ovar) 477 atletas de 12 países; do CIMO, no ano seguinte, que contou em Sesimbra com 580 atletas de 10 países; e do CLAC, que em 1999 recebeu em Tomar 640 praticantes. O ano de 2000 marcou uma viragem neste evento, pois foi a primeira vez que se desenrolou ao longo de quatro dias, durante o período do Carnaval, e desde aí manteve o formato. Disputado na Praia de Mira, numa organização do Ori-Estarreja, o POM 2000 pontuou para a Liga Espanhola e também para o IOF World Ranking Event. A nota mais significativa prende-se com o record de atletas estrangeiros a disputar uma prova em Portugal. Uma excelente jornada de promoção da modalidade e do nosso País, com quatro dias de sol radioso e temperaturas primaveris acima da média para a altura do ano.


A REGIÃO

Os dois últimos dias do Portugal O' Meeting 2012 decorrerão em Sátão, um Concelho repleto de histórias, quer sobre os seus monumentos, quer sobre a sua formação. A título de exemplo, vejamos as três fases do seu crescimento, que muito deve ao Dr. Hilário de Almeida Pereira. Na primeira, a Vila do Sátão era considerada, nessa altura, a mais pequena e o primeiro passo foi adquirir a Quinta da Miuzã, onde agora se encontram os Paços do Concelho. Na segunda fase, assistiu-se à construção do novo e belo edifício dos Paços do Concelho, em granito do mais puro e a Praça Municipal Paulo VI , hoje unanimemente considerada uma das mais amplas e airosas do distrito. Houve uma grande expansão da Vila; então quase tudo mudou de sítio. Construiu-se a primeira Pensão, a nível moderno. Abriu o primeiro café e começou a funcionar o primeiro posto de abastecimento de combustível. A terceira fase manifestou-se de há uns 20 anos para cá, com o poder local, o fenómeno imprevisto da emigração e plano orientador a nível municipal, a darem à Vila um aspecto de terra mais nova, pujante e bem articulada. A Vila de Sátão cresceu extraordinariamente e os cafés, restaurantes, casas bancárias e jardins, fazem os dias desta terra. Mas ali se encontram, ainda e sempre, a robustez do granito, a musicalidade das ramagens ao vento, o azul do céu reflectido nas águas espelhadas dos açudes, o som repousante das cascatas, o verde florido dos campos, o cheiro agradável do pinheiro e da giesta, os monumentos onde o tempo se sente, a autenticidade...


A FIGURA

O Ori-Estarreja - Clube de Orientação de Estarreja iniciou as suas actividades em Março de 1992, como secção do Clube Desportivo de Estarreja (CDE). Nessa época, fruto da renovação que o CDE apresentava, um grupo de amigos entendeu dar corpo ao ideal do Capitão Augusto Almeida e desbravar caminho para a implantação da modalidade na região. O espectacular desenvolvimento da Orientação em Estarreja, baseado numa estratégia clara de progressão técnica e massificação dos praticantes, levou à necessidade de dotar o grupo de atletas estarrejenses de autonomia; assim, em 19 de Fevereiro de 1996 foi formalmente criado o popular Ori-Estarreja. Nasceu assim o primeiro clube em Portugal cuja actividade principal é a Orientação, ultrapassando rapidamente a centena de praticantes regulares e transformando-se no maior clube nacional. À beira de celebrar o vigésimo aniversário, o Ori-Estarreja cresceu, implantou-se, e continua firme no rumo traçado. Prova disso é a organização do Portugal O' Meeting, facto que sucede pela terceira vez no seu historial e que faz dele o clube em Portugal com o maior número de organizações do prestigiado evento.


A TÍTULO DE CURIOSIDADE

Em 2000 a Suécia fez a “dobradinha”, com Emil Wingstedt e Cecilia Nilsson a levarem de vencida a 5ª edição do Portugal O' Meeting, organizada pelo Clube Ori-Estarreja (Mira, 04 a 07 de Março). Estas são duas das cinco vitórias da Suécia no historial do Portugal O' Meeting, ao longo das dezasseis edições já disputadas (Emil Wigsted em 1998, Johanna Svensson em 2003 e Helena Jansson em 2005 são os restantes nomes). Já anteriormente, na segunda edição, Peter Thoresen e Heather Monroe haviam dado à Noruega uma dupla vitória, tal como viria a suceder com a Suiça em 1999 (Alain Berger e Tina Rasmussen) e em 2002 (Matthias Niggli e Simone Luder). Mais recentemente, na edição de 2009 do Portugal O' Meeting, em Mora, os vencedores foram dois dinamarqueses, os irmãos Rasmus Søes e Signe Søes.

Saiba tudo em http://www.pom.pt/pt/


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: