sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...




1. “The Orienteering Achievement of 2011”, a votação levada a cabo pelo World of Owww.worldofo.com -, distinguiu Thierry Gueorgiou e Ida Bobach como os autores das grandes proezas da temporada de Orientação Pedestre que agora termina. Os títulos mundiais de Distância Média, Distância Longa e Estafetas alcançados por Thierry Gueorgiou, bem como o reforço da sua liderança do ranking mundial, caucionam a distinção e fazem do gaulês a grande figura do ano. Quanto a Ida Bobach, aos títulos mundiais juniores de Sprint, Distância Média e Distância Longa, acrescenta a dinamarquesa o título de vice-campeã do Mundo de Distância Média, alcançado em França, no seio da Elite mundial. Thierry Gueorgiou venceu com um total de 52,4 % dos votos, quase o quádruplo do segundo classificado – aqui sim, uma bela surpresa e um resultado bem merecido! -, o romeno Ionut Zinca (13,7 %). Vencedor em 2009, o suiço Daniel Hubmann concluiu na terceira posição, com 11,9 % dos votos contabilizados. Nas senhoras, Ida Bobach foi a vencedora com 31 % dos votos, seguida das suecas Helena Jansson (16 %) e Tove Alexandersson (11,1 %). Leia o artigo na íntegra em http://news.worldofo.com/2011/12/15/gueorgiou-and-bobach-orienteering-achievement-of-2011/ e conheça as reacções de Thierry Gueorgiou e Ida Bobach às questões colocadas por Jan Kobach.


2. A IOF - Federação Internacional de Orientação acaba de publicar a última edição da sua newsletter. Com o rigor e a qualidade que se lhe reconhece, o O-Zine nº 4 brinda-nos com um punhado de artigos imperdíveis, entre os quais se evidencia, pela sua importância e significado, aquele dedicado ao Uruguai, “um país que emerge na Orientação Sul-Americana”. O número dedica a primeira página à Taça do Mundo de Orientação em Esqui, pontuando o facto de vermos em 2012, pela primeira vez, um evento ser disputado na América do Norte. Tessa Hill, a “sprinter” britânica e Daniel Hubmann, atleta suiço e medalha de ouro na prova de Sprint do WOC 2011 são figuras de destaque na publicação deste mês, a qual dedica ainda um espaço a Roger Aerts e às preocupações da IOF com o controlo anti-doping. Finalmente, a 18 meses da Taça do Mundo de Orientação Pedestre regressar à Oceânia, podemos ver um artigo sobre as excelentes prestações da Nova Zelândia nos Mundiais de França deste ano. Tudo para ler em http://orienteering.org/wp-content/uploads/2010/12/O-zine-04-2011.pdf.


3. Por cá, chegou ao fim a Taça de Portugal de Orientação em BTT, com a realização, no passado sábado, do III Ori-BTT do Ginásio. Este foi o quinto evento promovido no corrente ano pela Secção de Orientação da novel colectividade da Figueira da Foz, que mais uma vez demonstrou a sua capacidade organizativa, aliás já bem testada anteriormente em Campeonatos Nacionais e Meetings Internacionais. Com um percurso traçado por Rui Mora, a prova foi dirigida por Ricardo Freitas e António Neto, tendo o Centro do evento ficado instalado no Centro Náutico da Fontela – Vila Verde, local onde se concentraram os 90 participantes, em representação de 24 clubes. A prova contou com um Prólogo, no período da manhã, que permitiu ordenar as partidas da prova principal. Esta teve lugar no período vespertino, num percurso de Distância Média, que Davide Machado (.COM) venceu de forma convincente na Elite masculina. Colectivamente, a vitória sorriu ao COC. Estes resultados em nada vieram alterar o escalonamento final do ranking da Taça de Portugal de Orientação em BTT 2011, que teve em Davide Machado e Susana Pontes (CPOC) os grandes vencedores. Colectivamente, o triunfo coube à turma algarvia do BTT Loulé / EAFIT / BPI. Saiba tudo sobre a prova em http://btt10dez.ginasiori.com/.


4. As férias de Natal estão aí e, com elas, a quinta edição do OriJunior. Esta é mais uma iniciativa da Federação Portuguesa de Orientação - planificada por Tiago Aires e com o apoio do Clube de Orientação do Centro -, que decorrerá de 19 a 22 de Dezembro, na Marinha Grande. Estão convidados a participar os jovens com idades entre os 14 aos 20 anos, com experiência na modalidade. Dada a heterogeneidade de jovens presentes no estágio, vão existir dois grupos de treino que variam em nível de dificuldade técnica e física: Azul (aperfeiçoamento) e Magenta (competição).


5. A temporada de competições de Orientação Pedestre 2012 abrirá com uma novidade. Trata-se do I Circuito Nacional de Estafetas, cujo arranque está agendado já para o próximo dia 07 de Janeiro, em Arraiolos. Disputado nos escalões Jovens Femininos, Jovens Masculinos, Seniores Femininos, Seniores Masculinos, Veteranos Femininos e Veteranos Masculinos, o Circuito não impõe a obrigatoriedade de constituir equipas fixas em provas diferentes. Cada clube pode formar as equipas livremente em cada grupo etário, pontuando em cada evento a equipa melhor colocada em representação desse clube. O Circuito Nacional de Estafetas 2012 será constituído por cinco provas, abrindo no dia 07 de Janeiro de 2012 com a Prova Estafetas, numa organização do Clube de Orientação da Gafanhoeira – Arraiolos e prosseguindo depois com a realização do Troféu Urbano da Figueira da Foz, em 23 de Fevereiro de 2012, numa organização da Secção de Orientação do Ginásio Clube Figueirense. No dia 17 de Março, no âmbito do II Meeting de Orientação de Gouveia, pelas mãos do Clube Português de Orientação e Corrida, terá lugar a 3ª etapa enquanto a 4ª etapa será, simultaneamente, o Campeonato Nacional de Estafetas 2012, numa organização do Clube de Orientação do Minho e que terá lugar em Terras do Bouro, no dia 1 de Maio. O Circuito encerrará no dia 8 de Setembro de 2012, em Viseu, com a Estafeta dos Viriatos, numa organização do Clube de Orientação de Viseu – Natura. Acompanhe o Circuito Nacional de Estafetas 2012 na página da Federação Portuguesa de Orientação, em www.fpo.pt.




Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: