quinta-feira, 17 de novembro de 2011

I INTERNATIONAL MALDONADO O' MEETING: UM PASSO DE GIGANTE DADO PELO URUGUAI




Teve lugar em Maldonado e Punta del Este o I International Maldonado O' Meeting, evento de Orientação Pedestre que reuniu orientistas de seis países. Um passo de gigante no sentido da afirmação da Orientação no Uruguai.


A Federação Uruguaia de Orientação, a Associação Uruguaia de Orientação e o Projecto Maior para o Desenvolvimento da Orientação em Maldonado, levaram a cabo o I International Maldonado O' Meeting / VII Taça Mercosul. Os municípios de Maldonado e Punta del Este foram os palcos escolhidos para um evento que compreendeu, para além da própria competição, ciclos de formação e aperfeiçoamento técnico, uma prova de Orientação de Precisão e ainda uma prova de demonstração na sua variante votada a um público com deficiência intelectual, a recém-criada Orientação Adaptada.

Num evento que teve em Victor Pérez o Director Geral e em José Angel Nieto Poblete o Supervisor IOF, o número de participantes quedou-se pelos 56 atletas, em representação da Argentina, Brasil, Chile, Guatemala e Uruguai. Silvia Brito (Uruguai) e Bruno Valentin (Brasil) foram os vencedores da prova de Sprint nos escalões Elite, enquanto a VII Taça Mercosul (somatório dos pontos alcançados na prova de Distância Média e de Distância Longa), ainda no que aos escalões de Elite diz respeito, ficou na posse de dois uruguaios, Cristian Cuelho e a já referida Silvia Brito. Ambas as provas pontuáveis para a VII Taça Mercosul tiveram lugar no Arboretum Lussich, esse lugar mágico onde Antonio Lussich logrou plantar espécies arbóreas de todo o mundo. Trata-se dum lugar único, com vários microclimas e no qual o competidor vai progredindo por zonas que variam desde os areais costeiros aos bosques húmidos e aos canaviais ou, por exemplo, ao chamado Palmarium, onde o predomínio de verdes no mapa é quase total e a visibilidade não supera os 15 metros.


Confederação Sul-Americana de Orientação alvo de críticas

Destaque neste evento para a presença de Sergio Brito, um dos quatro brasileiros presentes em solo uruguaio, ele que introduziu a Orientação no Uruguai nos idos de 1996 e está no coração de todos os orientistas daquele pequeno País da América do Sul. Apesar de algumas adversidades surgidas, a organização levou por diante o evento, salvaguardando a vertente internacional e tendo nalgumas instituições - Exército do Uruguai, Intendência Departamental de Maldonado e municípios de Maldonado e de Punta del Este - apoios importantes. Daí que o balanço seja francamente positivo, como nos conta Winston Robilotta: “Todos aqueles que nos deram o prazer da sua visita saíram daqui contentes e mais enriquecidos, pois demos-lhe tudo o que tínhamos. Interagimos com outros países vizinhos e cujos interesses são similares aos nossos e conseguimos criar uma base de difusão e desenvolvimento com o I International Maldonado O' Meeting, que certamente irá melhorar a cada ano.”

E a segunda edição do IMOM está já nos propósitos desta organização: “Entretanto estamos a pensar no desenho da próxima edição do International Maldonado O' Meeting”, afirma Robilotta, para quem é fundamental “adquirir o nosso próprio sistema SportIdent, melhorar os nossos mapas, propor cursos com mais qualidade e oferecer provas mais interessantes, nomeadamante de Orientação de Precisão e provas nocturnas.”




[Fotos gentilmente cedidas por Winston Robilotta]


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: