quarta-feira, 2 de novembro de 2011

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...




1. Orientação em Esqui, modalidade olímpica? Aspiração legítima da nossa modalidade, a chancela olímpica poderá vir a ser uma realidade na vertente de Esqui, mas não para já. Importantes passos foram dados nesse sentido, com o encontro que reuniu em Moscovo, na passada quarta-feira, Alexander Bliznevsky, Leho Haldna (Vice-Presidente da IOF), Sergei Belyayev (Presidente da Federação Russa de Orientação), Alexander Zhukov (Vice-Primeiro Ministro da Rússia e Presidente do Comité Olímpico Russo) e Dmitry Chernyshenko (Presidente do Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Inverno Sochi 2014). Em cima da mesa, a possibilidade de vermos a Orientação em Esqui como modalidade de demonstração nas Olimpíadas de Sochi, dentro de três anos. Apesar de todo um longo e atribulado caminho que se abre à nossa frente, os presentes desenvolvimentos não deixam de ser animadores. A ser uma realidade – e face a todos os trâmites burocráticos que um processo destes acarreta -, a Orientação em Esqui será modalidade olímpica, na melhor das hipóteses, em 2022. Leia o artigo completo em http://news.worldofo.com/2011/10/28/ski-orienteering-one-step-closer-to-the-olympics/.


2. “Reciclagem Precisa-se!”. Com este sugestivo título, Jorge Fortunato convida-nos a visitar o seu blogue - http://jorgemfortunato.blogspot.com/ -, abrindo a alma e pondo o dedo na ferida, ao encontro de cartógrafos e traçadores de percursos. “(...) As regras existem para que haja uniformidade e estas não estão de todo a ser cumpridas”, afirma o jovem atleta, que mais à frente não poupa nos adjectivos quando se refere à organização de provas como uma máquina “desleixada”, “envelhecida” e que “precisa urgentemente de disciplina e renovação de conhecimentos!” Esperanças colocadas nas acções de reciclagem de Supervisores de Orientação Pedestre e de Traçadores de Percursos de Orientação Pedestre, em 12 de Novembro e 1 de Dezembro, respectivamente. “Um bom começo”, admite Jorge Fortunato, deixando ainda um apelo: “Reciclemo-nos!!!”


3. Enquanto aguardamos ansiosamente que Joaquim Sousa conclua o seu “puzzle” de cinco mil peças, iniciado há cerca de 1032 horas, uma outra atleta do COC, Raquel Sacchetti traz-nos um delicioso relato da sua mais recente experiência orientística no Oriente, na companhia de Tiago Sacchetti e da filha, Mariana. “Acção na Oceânia” parte em busca de mais uma aventura no outro lado do Mundo, onde o trio teve o privilégio de participar no “Oceania Orieentering Carnival 2011” – Campeonato de Orientação da Oceânia -, com as selecções da Austrália e da Nova Zelândia presentes na máxima força. Sete dias, sete provas - quatro delas World Raking Event – e muitas aventuras, entre “pássaros enormes e barulhentos, cangurus de grande porte, muitas rochas e chuva”, de tudo um pouco nos fala Raquel Sacchetti, num texto que pode ser lido na íntegra em http://www.coc.pt/2011/11/01/accao-no-oriente-ii/. Imperdível, até porque “ver a Mariana a disputar, com outra menina, a carcaça de um canguru que encontrou na floresta, é coisa que não se vê todos os dias!”


4. A Localvisão continua a fazer um trabalho de qualidade superior na promoção e divulgação de eventos de Orientação. O filme sobre o Campeonato Nacional Absoluto de Orientação Pedestre 2011 [que pode ser visto clicando na imagem abaixo] atesta isso mesmo. Mas se este poderá ser o complemento ideal ao exaustivo trabalho que o Orientovar foi desenvolvendo ao longo dos últimos dias, não deixe de ver, igualmente, a peça sobre o VI Campeonato Ibérico de Corridas de Aventura / Raid Aventura COA, em http://videos.sapo.pt/3hl56sDEvfABSkpv61Sl. Da Localvisão, naturalmente!




5. Não, não é engano! O calendário do próximo fim-de-semana não tem uma única prova de Orientação em solo português. Talvez este possa ser um bom pretexto para atentar no que se passa na Turquia, por exemplo, onde hoje têm início os populares “5 Dias de Istambul” - http://www.ist5days.com/ - e que contam com a presença do intrépido e valoroso atleta do CPOC, José Pires. Ou então dar um salto até ao Uruguai, ao encontro da primeira edição do International Maldonado O' Meeting / VII Copa Mercosul - http://www.orientacion-uruguay.com/ -, onde se defrontam orientistas argentinos, brasileiros, chilenos, espanhóis, guatemaltecos, paraguaios e, naturalmente, uruguaios. Por cá, a Orientação regressa no dia 12, sábado, com nova iniciativa “Mexa-se Mais”, da Câmara Municipal de Oeiras, com direcção técnica do CPOC – Clube Português de Orientação e Corrida. Mas disto falaremos no próximo “duas ou três coisas...”. Até lá, faça o favor de ser feliz!


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: