domingo, 30 de outubro de 2011

PATRICIA CASALINHO E O CNA 2011: "ACHO QUE REALMENTE DEVERIA HAVER MAIS PROVAS NESTE TIPO DE TERRENOS"




Depois duma época feita de altos e baixos, marcada por uma arreliadora lesão que a impediu de estar ao seu melhor, Patrícia Casalinho surpreendeu tudo e todos ao conquistar um brilhante segundo no Campeonato Nacional Absoluto 2011, cuja final teve lugar esta manhã em Vouzela. Mas ouçamos as suas impressões.


Orientovar - Como é que viu este seu título de vice-campeã nacional absoluta?

Patricia Casalinho - Não estava nada à espera. Estive lesionada durante muito tempo e só comecei realmente a treinar há cerca de duas semanas. Sabia que o terreno, se fosse muito exigente do ponto de vista física, me colocaria em desvantagem relativamente às minhas colegas, daí que o resultado me tenha surpreendido. Mas o mapa desta final era muito bom, o percurso estava muito bem traçado - acho que realmente deveria haver mais provas neste tipo de terrenos – e acabei por conseguir um bom resultado porque tecnicamente não falhei muito.

Orientovar - Subentende-se que não gostou tanto do mapa de ontem.

Patricia Casalinho - O mapa de ontem, realmente, não me agradou tanto. Mas também era um mapa de apuramento, o traçado de percursos não me agradou, o nosso percurso era seguir caminhos a fugir dos verdes, mas hoje, no final, estão realmente de parabéns.

Orientovar - Como vai ser a Patrícia Casalinho em 2012?

Patricia Casalinho - Espero que bem melhor que esta época. Esta época não me correu particularmente bem devido à minha lesão, estive muito tempo sem saber o que tinha. Se treinava uma semana, na semana seguinte já não dava. Mas parece estar tudo resolvido, estou a começar a preparar já a próxima época, espero conseguir melhores resultados e... veremos.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: