domingo, 2 de outubro de 2011

II ORI-BTT DE IDANHA-A-NOVA: VITÓRIAS DA CONSAGRAÇÃO PARA DAVIDE MACHADO E SUSANA PONTES




Davide Machado e Susana Pontes prosseguiram na senda dos triunfos e foram os grandes vencedores do II Ori-BTT de Idanha-a-Nova que teve lugar este fim-de-semana.


Por terras de Idanha e sob elevadas temperaturas, cumpriu-se este fim-de-semana a penúltima prova do calendário de competições da Taça de Portugal de Orientação em BTT 2011. Disputado em duas etapas – Distância Longa no sábado e Distância Média no dia de hoje – a prova foi organizada pela ADFA – Associação de Deficientes das Forças Armadas e teve o apoio da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e da Federação Portuguesa de Orientação. Uma vez mais os índices de participação ficaram particularmente aquém do desejável – esta foi, de acordo com a página respectiva da Federação Portuguesa de Orientação, a prova disputada em Portugal esta temporada na qual menos atletas pontuaram para o ranking da Taça de Portugal – contando-se em 120 os atletas distribuídos por 16 escalões de competições, aos quais se devem acrescentar outros vinte participantes nos escalões de Promoção 1 e Promoção 2.

Disputado em mapa novo, à escala de 1:20 000, este II Ori-BTT de Idanha-a-Nova teve em Davide Machado (.COM) e Susana Pontes (CPOC) os grandes vencedores nos escalões de Elite, confirmando assim o favoritismo que lhes era atribuído à partida, virtuais vencedores que são do ranking da Taça de Portugal de Orientação em BTT da presente temporada. Davide Machado fez uma corrida à parte, triunfando em ambas as etapas por folgada margem. Na prova de Distância Longa, a diferença para o segundo classificado, Carlos Simões (COALA), foi superior a nove minutos, enquanto na prova de Distância Média essa diferença para Daniel Marques (COC) se saldou nos 5:08. Também no sector feminino Susana Pontes dominou a seu bel-prazer, contando com a resistência de Tânia Covas Costa (.COM) e de Ana Filipa Silva (CPOC), respectivamente nos primeiro e segundo dias, vencendo em ambos os casos por margens a rondar os três minutos e meio.


Triunfo colectivo do BTT Loulé/EAFIT/BPI

Nos escalões mais jovens, Duarte Sousa (BTT Loulé/EAFIT/BPI) em H15, Sofia Gomes (BTT Loulé/EAFIT/BPI) em D15, Paul Roothans (CN Alvito) em H17 e Cristiano silva (GD4C) em H20 triunfaram em ambas as etapas e arrecadaram a vitória na prova. Para Duarte Sousa e Paul Roothans esta é igualmente uma vitória da consagração e que lhes vale os primeiros triunfos das suas curtas carreiras nos respectivos rankings da Taça de Portugal de Orientação em BTT. Nos restantes escalões, Ângela Pedro (CAOS) em H21B, Teresa Martins (BTT Loulé/EAFIT/BPI) em D35, Luísa Mateus (COC) em D45 e António Rosa (CN Alvito) em H55 bisaram o triunfo em ambas as etapas, com Luísa Mateus a confirmar a sua oitava vitória consecutiva no ranking. Duas palavras ainda, uma para o escalão H21A, onde a vitória na segunda etapa de Faniko (CRP) o coloca a escassos 6,7 pontos de Nuno Pedro (CAOS), levando a decisão quando ao vencedor para a derradeira prova, na Figueira da Foz; e também para a forma como Mário Marinheiro (CP Abrunheira) segurou a sua segunda vitória consecutiva no ranking no que ao escalão H40 diz respeito, impondo-se sem apelo nem agravo a um combativo Rui Botão (CPOC). Por clubes, assistiu-se a mais uma vitória do BTT Loulé/EAFIT/BPI, na realidade o grande dominador desta temporada e vencedor emérito do ranking de Clubes pela primeira vez no seu historial.

Regressando aos escalões de Elite, Susana Pontes leva de vencida o Ori-BTT de Idanha-a-Nova pela segunda vez consecutiva, depois de ter sido a grande figura da primeira edição, em 24 e 25 de Outubro de 2009, a par de Daniel Marques. Davide Machado melhora – e de que maneira – o 3º lugar alcançado neste Troféu, na época anterior. Para ambos vai a confirmação da vitória no ranking individual e no que ao escalão de Elite diz respeito. Davide Machado quebra assim a invencibilidade de Daniel Marques nas cinco temporadas anteriores e estreia-se a vencer neste verdadeiro “campeonato dos maiores”, enquanto para Susana Pontes esta será a nona vitória consecutiva no ranking da Taça de Portugal de Orientação em BTT, depois de ter sucedido a Ana Oliveira na já distante temporada de 2002/2003.

Resultados

Homens Elite
1º Davide Mcahado (.COM) 200,00 pontos
2º Carlos Simões (COALA) 179,73 pontos
3º Daniel Marques (COC) 178,86 pontos
4º João Ferreira (DA Recardães) 173,55 pontos
5º Luís Barreiro (NADA) 169,14 pontos
6º Guilherme Marques (COC) 165,51 pontos
7º Joel Morgado (COC) 163,90 pontos
8º Fernando henrique (GDU Azoia) 150,35 pontos
9º Rui Pires (COC) 129,55 pontos
10º Ricardo Jerónimo (BTT Loulé/EAFIT/BPI) 126,14 pontos

Damas Elite
1º Susana Pontes (CPOC) 200,00 pontos
2º Tânia Covas Costa (.COM) 181,13 pontos
3º Ana Filipa Silva (CPOC) 173,84 pontos
4º Rita Gomes (BTT Loulé/EAFIT/BPI) 60,50 pontos

Vencedores outros escalões
H/D15 – Duarte Sousa (BTT Loulé/EAFIT/BPI) e Sofia Gomes (BTT Loulé/EAFIT/BPI)
H17 – Paul Roothans (CN Alvito)
H20 – Cristiano Silva (GD4C)
H/D21A – Joel Pena (ATV) e Cláudia Garcia Monteiro (COC)
H/D21B – Márcio Rosa (COAC) e Ângela Pedro (CAOS)
H/D35 – Luís Sousa (Clube TAP) e Teresa Martins (BTT Loulé/EAFIT/BPI)
H40 – Mário Marinheiro (CP Abrunheira)
H/D45 – Inácio Serralheiro (CN Alvito) e Luísa Mateus (COC)
H55 – António Rosa (CN Alvito)
Promoção 1 – Daniel Guedes (CP Abrunheira)
Promoção 2 – Anfelde Lucindo (Individual)

Por Clubes
1º BTT Loulé/EAFIT/BPI 2166,3 pontos
2º COC 1712,4 pontos
3º COA 1626,8 pontos
4º CN Alvito 1260,2 pontos
5º CPOC 923,4 pontos


[Foto gentilmente cedida por Nuno Leite, a quem o Orientovar agradece uma vez mais toda a sua disponibilidade e atenção no fornecimento das mais variadas indicações]


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: