domingo, 14 de agosto de 2011

CAMPEONATOS DO MUNDO DE ORIENTAÇÃO PEDESTRE WOC 2011: VITÓRIAS REPARTIDAS NAS QUALIFICATÓRIAS FEMININAS DE DISTÂNCIA LONGA




Os Campeonatos do Mundo de Orientação Pedestre WOC 2011 abriram com a disputa das séries qualificatórias de Distância Longa, no que ao sector feminino diz respeito. Com tudo em aberto face à ausência da helvética Simone Niggli, a nota de sensação vai, desde já, para o apuramento para a grande final da próxima quarta-feira das três atletas espanholas, Annabel Fernandez Valledor, Anna Serralonga Arqués e Esther Gil y Brotóns.


O mapa de Les Creusates, em Saint François de Sales, recebeu as séries qualificatórias de Distância Longa que assinalaram o arranque do 28º Campeonato do Mundo de Orientação Pedestre WOC 2011. Tomaram parte na prova um conjunto de 85 atletas, sendo notória a ausência de representantes portugueses, um facto que na última década apenas se verificara em 2005, nos Mundiais de Aichi (Japão). Ausentes também as Campeã e Vice-Campeã do Mundo de Distância Longa em título, a suiça Simone Niggli e a norueguesa Marianne Andersen, respectivamente.

Campeã do Mundo de Distância Longa em 2008 e de Distância Média em 2009, a checa Dana Brozkova levou de vencida a primeira série qualificatória (5,8 km, 10 pontos de controlo, 230 m desnível) com um tempo de 46:33. Atrás de si classificaram-se a finlandesa Merja Rantanen e a sueca Helena Jansson, com mais 2:09 e 2:32 que a vencedora. A jogar em casa, a francesa Amélie Chataing foi a quarta classificada com um registo de 50:01, enquanto a espanhola Annabel Fernandez concluiu no 14º lugar, com o tempo de 57:59. Num leque que integra, entre outras, a norte-americana Alison Crocker e a chinesa Shuangyan Hao, respectivamente 10ª e 11ª classificadas, a britânica Helen Palmer foi a última a garantir o apuramento para a final ao terminar na 15ª posição com um registo de 58:24. A canadiana Louise Oram e a australiana Vanessa Round ficaram excluídas por escassa margem (0:16 e 0:26, respectivamente). Igualmente ausentes da final ficaram a jovem dinamarquesa Signe Klinting, a estoniana Kirti Rebane ou a eslovaca Hana Bajtosova, esta última um dos grandes nomes da Orientação em BTT mundial.


Minna Kauppi marca posições

Na segunda série qualificatória (6,0 km, 10 pontos de controlo, 240 m desnível) assistiu-se ao triunfo folgado da dinamarquesa Signe Søes com o tempo de 49:51. Nos lugares imediatos classificaram-se a sueca Annika Billstam e a suiça Sara Lüscher, a 2:17 e 3:07 de diferença, respectivamente. Céline Dodin (França) e Anna Serralonga (Espanha) garantiram, também elas, uma presença na final ao terminarem no 9º e 10 lugares, respectivamente. Laura Vike (Letónia) fechou o leque de quinze atletas classificadas, ao concluir a sua prova com um tempo de 1:10:51. De fora, por escassos 0:12, ficou a estoniana Liis Johanson, 16ª classificada. Sara Fabrina Soares Dornelles Weis, única atleta brasileira presente na competição feminina, correu nesta série e foi desqualificada.

A terceira série qualificatória (5,8 km, 11 pontos de controlo, 260 m desnível) teve em Minna Kauppi a grande vencedora. Campeã do Mundo de Distância Longa em 2007 e de Distância Média em 2008, tetra-campeã do Mundo de Estafeta (2006, 2007, 2008 e 2010), a finlandesa gastou 50:41 para concluir o seu percurso, batendo a norueguesa Tone Wigemyr e a checa Eva Jurenikova por 1:17 e 1:40, respectivamente. Medalha de bronze na final de Distância Longa de 2010, a sueca Emma Claesson concluiu na quinta posição, enquanto a francesa Léa Vercellotti e a espanhola Esther Gil foram 10ª e 14ª classificadas, respectivamente. Com um registo de 50:41, a jovem romena Andra Cecilia Anghel fechou a lista de atletas apuradas, batendo a australiana Jasmine Neve por escassos 0:08. De fora da final ficaram igualmente a italiana Nicole Scalet e – seguramente a maior surpresa destas séries qualificatórias – a polaca Daria Lajn.


Prognósticos só no fim

Tal como no sector masculino, serão vinte e duas as nações representadas na grande final da próxima quarta-feira. República Checa, Finlândia, Suécia, França, Noruega, Rússia, Lituânia, Suiça e Grã-Bretanha juntam-se à Espanha e chegam à final com o pleno de atletas (três cada). Previsões quanto a vencedores, pois “venha o diabo e escolha”. Ainda assim, atrevemo-nos a conceder uma ponta de favoritismo à finlandesa Minna Kauppi, longo secundada pela checa Dana Brozkova e pelas três suecas. Vamos igualmente estar atentos à performance das atletas espanholas, tendo em conta que Esther Gil (a par de Anna Garin) detém o melhor resultado de sempre numa prova de Distância Longa graças ao 16º lugar alcançado nos Mundiais de 2009 (Miskolc, Hungria).

Entretanto, ao início da tarde de hoje começam a disputar-se as séries qualificatórias de Distância Média, nas quais os atletas portugueses voltarão a marcar presença. A competição feminina tem o seu início aprazado para as 14h00 (13h00 em Portugal), enquanto no sector masculino o arranque está marcado para quando os relógios registarem as 14h10 (hora portuguesa). Tiago Leal será o primeiro a partir (14h30), seguindo-se Paulo Franco (14h50) e Diogo Miguel (15h20). Antes disso, já esta manhã tem início o O'Festival ERDF Savoie Grand Revard, competição distribuída por seis etapas em espaços comuns aos do Campeonato do Mundo e que conta com a presença de 3875 inscritos, 74 dos quais portugueses. 

Tudo para acompanhar em http://www.woc2011.fr/ ou aqui, no seu Orientovar.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: