segunda-feira, 22 de agosto de 2011

CAMPEONATOS DO MUNDO DE ORIENTAÇÃO EM BTT WOC MTBO & JWOC MTBO 2011: IMPRESSÕES (II)




Acabadinhas de chegar, aí estão as impressões dos nossos atletas acerca da 100% proveitosa jornada de hoje dos Mundiais de Elite e de Juniores de Orientação em BTT.


Bom, hoje ao contrário do que estava à espera, é que nunca me tinha sentido tão tranquilo numa prova, nada nervoso nem antes nem depois, deve ser por estar a realizar um sonho. Em relação à prova, gostei muito do tipo de terreno, esperava um mapa mais complicado a nível de técnica de orientação, mesmo assim cometi um pequeno erro, sabendo que o objectivo de hoje era uma espécie de qualificatória onde, mesmo não havendo os 60 atletas, interessava não fazer 'mp'. Visto que o pessoal dos Juniores também esteve a andar “numa boa” - basta olhar para alguns tempos – também eu parti numa boa, muito tranquilo, sem puxar muito. O interesse era não estragar a 'bike' e não ter desgaste físico, porque amanhã vamos ter 28 km e 700 m de desnível, vai ser muito duro. Está a ser uma experiência brutal.

Cristiano Silva


Hoje tivemos um prólogo (para os Juniores) que nos deu a entender que a etapa de amanhã será muito dura fisicamente, com a agravante do calor. O piso que encontrei nesta etapa tinha zonas perigosas em que era apenas pedra, mas o resto era bastante compacto.

Tiago Silva


Depois de dois dias de preparação com mapas de treino, finalmente o primeiro dia de competição com a qualificação para a Distância Longa. Inicialmente não esperava facilidades na "passagem", contudo a estratégia de uma táctica de opções conservadoras e ritmo menos intenso na fase inicial e progressivo revelou-se adequada, deixando ainda algumas forças de reserva para a Final no dia de amanhã. Lá espero um percurso muito exigente a nivel fisico - melhor opção com 37,3 km e 1350 m de desnível acumulado (!) - e com temperaturas a rondar os 40°C...! Todavia, o grande objectivo de estar presente na Final já foi conseguido e amanhã será para obter o melhor resultado possível.

Paulo Palhinha


O mapa de hoje foi bastante físico, com alguns caminhos de fraca transitabilidade e zonas urbanas, o que levou a que na maioria dos casos houvesse poucas opções. O calor foi bastante intenso e dificultou a componente física com implicações nas decisões técnicas. A nível de organização, a divulgação e apresentação perante a população é bastante positiva e das melhores vistas até hoje. mas falha em alguns aspectos técnicos de mapa e organizacionais. Nota muito interessante para a Cerimonia de Abertura, precedida de desfile pelas ruas de Vicenza, acabando numa mega arena preparada para o evento (praça central de Vicenza, patrimonio da UNESCO), com bastantes espectadores e espectáculos musicais e artísticos de elevada qualidade.

João Ferreira, Daniel Marques e Davide Machado


Tudo para acompanhar em http://www.mtbo2011.org/ ou aqui, no seu Orientovar.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: