sábado, 2 de julho de 2011

WMOC 2011: SEIS PORTUGUESES APURADOS PARA A DISCUSSÃO FINAL DOS PÓDIOS DE SPRINT




No casco histórico da cidade de Pécs, mais de 3100 atletas de 43 países lutaram hoje pelo melhor lugar nas finais de Sprint do Campeonato do Mundo de Veteranos de Orientação Pedestre WMOC 2011. Uma jornada onde Portugal esteve em excelente plano, colocando seis atletas nas finais A de amanhã.


Começou em ambiente de grande festa a 16ª edição do Campeonato do Mundo de Veteranos de Orientação Pedestre WMOC 2011. A cidade húngara de Pécs abriu os seus mais belos recantos a cerca de 3100 atletas dos cinco continentes, para um conjunto de provas qualificatórias de Sprint que ditaram o escalonamento para as finais de amanhã. E se um lote restrito disputará as finais A que dão acesso aos lugares de honra, os restantes terão de se contentar com as finais de menor envergadura, mas ainda assim finais, com a emotividade, o empenho e o desafio com que sempre se encaram momentos tão significativamente especiais.

Portugal começou estes Campeonatos de forma bastante regular, com um conjunto de resultados que colocam sete dos nossos atletas nas finais A de amanhã. O destaque vai para a segunda posição de Joaquim Sousa na 2ª Série do escalão M40, com um tempo de 17:31 e a escassos 18 segundos do vencedor, o dinamarquês Thomas Jensen. Mas Albano João (6º classificado na 3ª série do escalão M50), Ricardo Oliveira (7º lugar na 1ª série do escalão M35) e Manuel Dias (8º lugar na 3ª série do escalão M55), estiveram igualmente em excelente plano, conseguindo posições de destaque no top-10 das respectivas séries. A estes quatro atletas devem juntar-se Carlos Garcia (12º classificado na 2ª serie do escalão M45) e Palmira João (20ª classificada na 3ª série do escalão W50), neste caso apurada in extremis. Mas a sorte de uns é o azar de outros e o prémio do azar vai direitinho para Vítor Rodrigues, 21º classificado na 4ª série do escalão M55 e falhando o direito a estar na final A por escassos 6 segundos.


Resultados completos dos atletas portugueses

M35 (Série 1) – 7º Ricardo Oliveira (COC) 20:43
M40 (Série 2) – 2º Joaquim Sousa (Portugal O-Team) 17:31
M45 (Série 2) – 12º Carlos Garcia (AFAP) 20:32
M45 (Série 3) – 36º Rui Almeida (AFAP) 23:06
M50 (Série 1) - 35º José Fernandes (Portugal O-Team) 22:26
M50 (Série 2) – 51º José Pires (Portugal O-Team) 25:11
M50 (Série 3) – 6º Albano João (Portugal O-Team) 17:21
M50 (Série 3) – 51º Carlos Coelho (CPOC) 23:26
M55 (Série 1) – 39º Escada da Costa (AFAP) 27:12
M55 (Série 2) – 28º Acácio Porta Nova (CPOC) 26:44
M55 (Série 3) – 8º Manuel Dias (Lisboa OK) 24:12
M55 (Série 4) – 21º Vítor Rodrigues (CPOC) 25:40
M55 (Série 4) – 51º Antonio Reyes (GafanhOri) 35:15
M60 (Série 3) – 41º Roy Dawson (Dawson Creak) 29:26
M60 (Série 4) – 47º José Raposo (COALA) 31:26
M70 (Série 4) – José Grada (Mem Martins OK) 'mp'
W50 (Série 3) – 20º Palmira João (Portugal O-Team) 19:11
W55 (Série 1) – 39º Caty Dawson (Dawson Creak) 22:56
W55 (Série 3) – 55º Margarida Rocha (GD4C) 38:12
W60 (Série 3) – 43º Ana Carreira (CPOC) 24:52

As finais de amanhã irão decorrer na pequena cidade de Komló, vinte quilómetros a Norte de Pécs. Outrora importante centro industrial, Komló sofreu duramente com a recessão económica dos finais do século XX e adquiriu uma nova identidade. As suas encostas montanhosas, as áreas urbanas com um design particularmente interessante e os seus parques e jardins serão o palco das decisivas provas de Sprint. Aos participantes é proposto um desafio eminentemente físico, sobretudo com zonas de considerável desnível nas imediações da zona de Chegadas. A todos eles – e em especial aos portugueses – o Orientovar deseja boa sorte, boas provas e muita diversão.

Tudo para continuar a acompanhar em http://wmoc2011.hu/ ou aqui, no seu Orientovar.

[Foto extraída do Álbum da prova em http://tajfutaspecs.hu/content/view/618/1/]


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: