terça-feira, 7 de junho de 2011

OS VERDES ANOS: JOÃO PARREIRA




Olá

Eu sou o João Parreira, tenho 16 anos, vivo em Pinhal Novo e frequento o 10º ano do Curso de Ciências e Tecnologias na Escola Secundária do Pinhal Novo.

Desde pequeno que adoro desporto e ao longo da minha vida este foi um elemento muito importante para mim. Conheci novas pessoas que se tornaram amigos, novos treinadores... enfim, fiquei fascinado por este enorme mundo, daí nunca ter parado, independentemente da modalidade que faça. Já passei pela Natação, onde competi em alta competição. Na escola pratiquei Badminton, onde era campeão entre escolas, assim como no Corta-Mato. Depois comecei a fazer provas de Atletismo pela Escola até que despertei a atenção do Professor Daniel Pó, que me convidou imensas vezes para fazer parte da equipa de Orientação. No início do ano, quando entrei para a Escola Secundaria do Pinhal Novo, abracei esta modalidade, embora não faça muitos treinos com os meus colegas de equipa, pois pratico futebol e é aí que treino a maior parte das vezes.

Voltando à Orientação, ainda não passou um ano desde que pratico esta modalidade, embora já tenha tido muitas experiências, positivas claro, como por exemplo os Campeonatos Mundiais de Desporto Escolar onde a nossa Escola, treinada pelo professor Daniel Pó e composta por Luís Silva, Filipe Augusto, João Rato, Gabriel Martins e por mim, João Parreira, conseguimos obter o 3º lugar. Esta conquista foi, sem dúvida, a melhor conquista que tive até hoje, não só pelo facto de ser uma competição a nível mundial, mas também por ter colegas que me apoiaram sempre e pelo convívio que passámos naquela semana. Não há palavras que possam descrever aqueles momentos que passámos, foi tudo maravilhoso.

Com isto fiquei ainda mais fascinado por esta modalidade e abriu-me novas portas dentro de mim e com certeza que não vou deixar passar ao lado esta grande modalidade que é a ORIENTAÇÃO. Neste momento estou federado pelo ADFA e espero realizar inúmeras provas por este grande clube.

Em relação aos estudos, penso que há tempo para tudo: para as provas, para os treinos, para nos divertirmos, assim como há tempo para estudarmos e para lutarmos por sermos alguém na vida. Pois, como diz o ditado, “quem corre por gosto não cansa”. E eu não me canso :D

João Parreira
ADFA

[Foto gentilmente cedida por Luís Sérgio]

Sem comentários: