terça-feira, 28 de junho de 2011

OS VERDES ANOS: ANA ANJOS




Olá

Eu sou a Ana Anjos, vivo em São Pedro da Gafanhoeira e frequento o 10º Ano no Curso de Ciências e Tecnologias na Escola E.B 2,3 /S Cunha Rivara, de Arraiolos.

Comecei a praticar Orientação quando tinha 12 anos, por incentivo de familiares. A minha primeira prova foi feita com a minha mãe e com a minha irmã, e a recordação mais “viva” na minha cabeça daquele dia é uma simples pergunta: “Como é que alguém pode saber orientar-se no meio do mato com apenas um mapa?”. Esta pergunta não me saía da cabeça e foi aí que o meu interesse pela Orientação cresceu.

A partir daí comecei a ir aos treinos, a ficar cada vez mais interessada e “envolvida” no mundo da Orientação e ai cresceu a minha paixão por este desporto. Lembro-me da minha primeira prova sozinha, como se fosse ontem: foi em Canha e, infelizmente, não consegui chegar ao segundo ponto, ou seja, desisti. Nesse dia estava a chover imenso e o sentimento que ficou mais presente em mim foi o medo que eu tive de me perder, mas acho que o medo é uma coisa boa e que muitos dos atletas da Orientação, tal como eu, também o tiveram no inicio.

Depois desta prova, passei por um período difícil na Orientação, pois o medo de me poder perder fazia com que eu não conseguisse fazer boas provas, mas apesar dele estar presente eu continuava a treinar e nunca desisti. Pouco tempo depois, nesse Verão, já partia rumo a França, para a minha primeira prova fora de Portugal. As coisas não foram fáceis mas com o apoio dos meus amigos, do meu clube e da minha família, consegui superar algumas dificuldades que lá encontrei.

Apesar dos vários obstáculos que tive, como por exemplo, o medo, posso dizer que graças ao apoio que recebi consegui ultrapassá-los e tornar-me na atleta e pessoa que sou hoje.

Até hoje já ganhei alguns prémios, como ser Campeã Nacional de Desporto Escolar Individual e por Equipas em dois anos consecutivos, e já participei em algumas provas importantes fora do país, como o EYOC 2010 (Campeonato da Europa de Jovens) e o Campeonato do Mundo de Desporto Escolar.

No futuro, o meu maior objectivo, como atleta, é evoluir, conseguir ser apurada para o EYOC do próximo ano e obter bons resultados a nível nacional. Mas no meio de tantos objectivos encontro uma certeza: a Orientação nunca sairá da minha vida.

Ana Anjos
Clube de Orientação da Gafanhoeira – Arraiolos
Fed 4533

Sem comentários: