sábado, 25 de junho de 2011

EYOC JINDŘICHŮV HRADEC 2011: IMPRESSÕES (I)




São algumas reacções à prova de Sprint do Campeonato da Europa de Jovens EYOC 2011, disputada na tarde de ontem em Třeboň, na República Checa. O Orientovar falou directamente com Runa Fremstad, a Vice-Campeã da Europa de Sprint no escalão W18, bem como com Anna Nilsson-Simkovics e Riccardo Scalet, aqui deixando as suas impressões. Os restantes depoimentos foram extraídas directamente da página oficial dos Campeonatos, em http://eyoc2011.cz/.


Sinto-me particularmente feliz com a prova de hoje. Não cometi erros, embora o meu momento de forma não seja, ainda, o ideal. Estou satisfeita com o meu segundo lugar e aguardo, com muita expectativa, as provas que se seguem. Penso que em termos organizativos as coisas estão muito bem. Talvez não tivesse havido uma divulgação muito adequada acerca da Cerimónia de Abertura, por exemplo, mas tudo o mais está a correr na perfeição. Estou realmente a adorar esta estadia na República Checa.
Runa Fremstad (Noruega)


Estou muito contente com a minha prova de hoje. Na minha opinião, tratou-se duma prova de Sprint relativamente simples num terreno muito bonito. Quando terminei a minha prova encontrava-me na quinta posição, apenas a alguns segundos do primeiro lugar, mas acabei por ser a 11ª classificada. Na verdade, sinto-me muito bem fisicamente e com força nas minhas pernas o que me surpreende pelo facto de, ainda há uns dias atrás, ter estado adoentada. Infelizmente perdi 15 segundos numa má opção e isso fez com que falhasse o Diploma mas, ainda assim, estou muito contente. Este é o meu 4º e último EYOC e o 11º lugar é o meu melhor resultado de sempre nesta distância. Agora estou realmente focada na prova de Distância Longa e na Estafeta. Penso que temos muito boas hipóteses de vir a alcançar um grande resultado na Estafeta. Até ao momento, a organização tem estado bastante bem.
Anna Nilsson-Simkovics (Áustria)


Não fiz uma grande prova. Cometi um grande erro no 16º ponto de controlo que me custou 15 segundos e fez com que terminasse no 38º lugar. Não estou lá muito contente mas espero que as coisas amanhã corram bem melhor. A Cerimónia de Abertura, bem... realmente muito aborrecida. Mas tudo bem!!
Riccardo Scalet (Itália)


Fiz uma prova praticamente perfeita. O único problema teve a ver com um pequeno acidente que tive com outro concorrente, mas tudo não passou dum susto. Tudo correu bastante bem e estou muito feliz por ter conquistado a medalha de ouro.
Sandrine Müller (Suiça)


Fiz uma corrida perfeita. Gostei imenso da prova porque era muito rápida mas, ao mesmo tempo, tinha vários pontos onde era necessário manter a calma e ler atentamente o mapa para não cometer nenhum erro. Espectáculo, sou o Campeão Europeu e só espero repetir a minha performance já amanhã.
Apostol Atanasov (Bulgária)


Fiz uma prova muito boa. Praticamente não cometi erros. O EYOC 2011 é uma grande competição e esse é o principal motivo pelo qual me sinto tão feliz em ter conquistado a medalha de ouro.
Piotr Parfianowicz (Polónia)


Já sabia que a prova iria ter muitas opções e todas elas bastante rápidas. É verdade, perdi alguns segundos nas várias opções que fiz. Mas dum modo geral fiz uma boa prova e estou muito satisfeito com o meu resultado. Se pensarmos que o Sprint não é a minha disciplina favorita, espero que as coisas na prova de Distância Longa possam correr melhor.
Adam Chloupek (República Checa)


Foto extraída da Galeria do EYOC 2011, em https://picasaweb.google.com/eyoc2011cz.


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: