quarta-feira, 1 de junho de 2011

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...




1. A Orientação de Precisão portuguesa tem uma oportunidade única para se mostrar, mas a falta de recursos ameaça “matar tudo à nascença”. Eu explico! De 10 a 12 de Junho, a cidade de Coimbra recebe a primeira edição dos Jogos de Portugal - http://www.jogosdeportugal.org/ -, evento que engloba um conjunto competitivo de onze modalidades de Desporto Adaptado e ainda um quadro de modalidades de demonstração (Andebol em Cadeira de Rodas, Judo, Remo Indoor e Tricicleta). É precisamente no quadro de modalidades de demonstração que a Orientação de Precisão teria uma oportunidade única de se apresentar, aproveitando a significativa presença em Coimbra de pessoas com mobilidade reduzida. Há a vontade da Comissão Técnica de Orientação de Precisão da FPO em avançar com o projecto, há o apoio expresso da Secção de Orientação do Ginásio Clube Figueirense, do Clube de Orientação do Centro e certamente de muitos amantes da modalidade em viabilizar a vertente técnica (montagem de percurso, formação e acompanhamento dos atletas ao longo dum percurso formal) mas... falta o mapa (área a cartografar apresentada na foto acima). Com o tempo a escoar-se rapidamente, o Orientovar faz aqui o apelo à disponibilidade e à solidariedade de um dos nossos Cartógrafos, no sentido de viabilizar um projecto de reconhecidos méritos. Qualquer informação ou esclarecimento adicional pode ser colhido junto do Director Técnico Nacional-Adjunto, Jorge Simões, através do endereço geral@fpo.pt.

2. “Atletas de 16 anos na Elite”. Decerto, muitos de nós não tínhamos tomada consciência desta realidade consagrada no actual Regulamento de Competições. Pois bem, para analisar esta e outras questões pertinentes, Luís Santos acaba de lançar no Fórum FPO o terceiro tema deste Ciclo de Debates, designado por “Especificidades dos escalões seniores – QCN” - http://orioasis.pt/forum/showthread.php?tid=233&pid=561#pid561. Distribuído por cinco pontos, qual deles o mais sério, a verdade é que o conjunto de análises lançado à discussão não mereceu até ao momento qualquer comentário. Comentário, não. Contributo! Apesar de o documento se revelar de capital importância para a construção dum Quadro Competitivo Nacional devidamente estruturado, ninguém se mostrou – pelo menos de forma visível -, minimamente disponível para discuti-lo. Venham de lá essas opiniões. A Orientação agradece!

3. No seu blog “alternativo”, ou “alter-Blog” como ele gosta de lhe chamar - http://maisumdesterro.blogspot.com/ -, Luís Sérgio levanta, em tom de desabafo, uma questão polémica. Segundo ele, com “nota de agradecimento”, a Comissão de Avaliação de Provas pôs-se a jeito ao avaliar o Portugal O' Meeting de Orientação em BTT 2011 com BOM – 16,6 valores. Ao longo de dezasseis parágrafos, o “seleccionador das áreas usadas, autor do desenho da prova, cartógrafo e traçador de percursos” dá conta da sua tristeza e confessa que “esta avaliação revelou-se a última gota que fez transbordar o meu copo”. E explica, em detalhe, porquê. Entretanto, o Orientovar sabe que, embora não subscrevendo tudo quanto Luís Sérgio refere no seu desabafo, Augusto Almeida, Presidente da Direcção da Federação Portuguesa de Orientação, reconhece-lhe “pertinência e espírito construtivo.” Já em Comunicado datado de ontem, a Direcção da FPO vem afirmar que “a avaliação produzida pelas Comissões de Avaliação de Provas (Pedestre e BTT) é meramente informativa, visando aferir procedimentos e processos”, ao mesmo tempo que solicita “toda a colaboração possível das organizações para com as Comissões, onde se insere a preparação e entrega de um envelope com os percursos de cada etapa”.

4. Relativamente à época passada, já estão disponíveis no Oásis os respectivos rankings. Em comunicado datado de 20 de Maio passado, a Direcção da Federação Portuguesa de Orientação esclarece que “não se elaborou ranking para a Taça FPO de Orientação em BTT dado que apenas teve quatro percursos, embora esses percursos tenham contado para o ranking colectivo de Clubes de Orientação em BTT de acordo com o Regulamento.” No documento pode ler-se ainda que “na Taça FPO Madeira, das doze etapas que a constituem, apenas em duas delas foram os resultados disponibilizados no Oásis, pelo que não é possível termos o respectivo ranking.” Destaque para a novidade da consulta de duas listagens distintas nos 'rankings' de Clubes, nas vertentes Pedestre e BTT: A listagem de Clubes, que ordena os clubes de acordo com o somatório de pontos conquistados, e ainda a listagem do "Atleta Mais Valioso – AMV", um “ranking não oficial que ordena os atletas pela soma de pontos que contribuem para o ranking de clubes”. Entretanto, foram efectuadas as alterações necessárias ao Oásis, adaptando-o ao actual Regulamento, o que possibilitará disponibilizar brevemente os rankings de 2011. A terminar, “a FPO agradece que qualquer incorrecção que eventualmente seja detectada, nos seja comunicada de imediato para que se possam considerar os dados publicados como oficiais”. E ainda: “Agradece a Direcção da FPO ao Paulo Franco por toda a colaboração prestada que permitiu actualizar todos estes processos.”

5. “Não existem limites para as aventuras que podemos ter se, simplesmente, as procurarmos com os nossos olhos bem abertos. Seja numa caminhada na Serra mais perto ou numa Ultra-Maratona no deserto, seja a pagaiar na Barragem do Cabril ou a atravessar o Atlântico Norte a remos, seja a rolar uma dúzia de quilómetros de BTT na Costa Vicentina ou a terminar o Cape Epic, o espírito da aventura e descoberta está lá e faz parte do mais profundo do nosso ser.” Que melhor forma para dar início a um espaço “sobre desportos de Aventura e Outdoor”? É assim que se apresenta o “Espaço Aventura” - http://www.espacoaventura.com/ -, um blogue desenvolvido por António Carlos Figueiredo e que está na web desde o passado dia 1 de Maio. As Corridas de Aventura e as Corridas de Montanha dominam para já o espaço, mas há também uma “piscadela de olho” ao Ciclismo e ainda um desafiante percurso de alto risco, “El Camino del Rey”, aqui bem perto de nós, em Málaga. António Carlos Figueiredo espera que o “Espaço Aventura” se transforme “no espaço onde cada um regresse entre as suas próprias aventuras para ficar a par de tantas outras que, a toda a hora, estão a acontecer algures neste nosso imenso planeta azul.” E deixa um apelo: “Gostaria que passassem pelo novo site/blog e, se realmente vos despertar o interesse, aproveitem para fazer o tradicional Like/Gosto na respectiva página no Facebook!...” Porque estes espaços são espaços de partilha e de liberdade, com os quais o Orientovar tanto se identifica, para o António Carlos Figueiredo e para o seu Espaço Aventura vai, com sincero apreço, o Louvor da Semana!


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: