domingo, 12 de junho de 2011

CAMPEONATO NACIONAL ABSOLUTO DE ORIENTAÇÃO EM BTT 2011: IMPRESSÕES (I)




No rescaldo do Campeonato Nacional Absoluto de Orientação em BTT 2011, o Orientovar deixa-lhe aqui um primeiro conjunto de impressões de alguns dos principais protagonistas e ainda uma pequena amostra fotográfica do muito de bom que teve lugar esta manhã e início da tarde em Barcouço.


Dois segundos atrás do Davide representa quase uma vitória mas o título está bem entregue, ele merece-o. Tivemos um percurso duro mas muito bom, tecnicamente muito bem concebido. A meu ver justifica-se a existência dum Campeonato Nacional Absoluto. Acaba por ser uma festa entre todos os escalões e isso é o principal. Há mais convívio entre os participantes e é para continuar, sem dúvida. O Recardães está de parabéns, uma organização cinco estrelas, todos muito prestáveis, nada a apontar.
Carlos Simões (COALA)
.
Este resultado tem uma enorme importância para mim. As minhas concorrentes são muito fortes e foi uma surpresa o segundo lugar, mas também dei o meu melhor. O segredo residiu na concentração, acima de tudo. Tivemos um mapa muito técnico e os terrenos não eram propriamente muito limpos, nalguns casos, o que fazia com que não fossem muito fáceis para rolar rápido. Mas deu-me muito gozo fazer a prova e o balanço destes três dias é excelente. O Recardães está de parabéns Adorei!
Joana Frazão (CIMO)
.
Foi bom. O meu objectivo era ficar nos três primeiros e cumpri-o. Um mapa muito técnico e a parte final do percurso muito física num todo bastante desafiante. Tive uma queda no quarto ponto, perdi dois minutos e depois até ao fim foi sempre a dar o máximo e a tentar recuperar. Dou os parabéns aos meus colegas, fizeram uma grande prova. O Desportivo Atlético de Recardães é uma equipa pequena mas tem muito orgulho naquilo que faz e estão todos de parabéns. Peço-lhes desculpa por não estar na organização mas tenho outros voos, luto para ir ao Campeonato do Mundo e, portanto, tinha mesmo de competir.
João Ferreira (DA Recardães)
.
Gostei muito do fim-de-semana, na globalidade. Na sexta-feira a prova correu bem, ganhei, senti-me bem. No sábado houve alguns problemas e não correu muito bem a prova da Taça mas à tarde gostei muito de fazer o Sprint Pedestre. Hoje parti muito bem, apanhei logo a atleta que partira à minha frente mas entretanto caí e fiz muito más opções. O mapa tinha algumas deficiências mas não foi essa a razão pela qual falhei. A zona é muito fixe para andar de bicicleta, tem muitos caminhos, é muito técnica, tem subidas com alguma dureza, gostei muito da prova e a organização do Recardães está de parabéns. Penso que uns Campeonatos Nacionais Absolutos se justificam sempre. Gosto muito deste tipo de eventos, a Orientação em BTT é uma festa, a nossa equipa é uma família, estamos todos sempre juntos e daí que, quanto mais provas houver, melhor.
Rita Madaleno (ADFA)
.
Comecei bem mas o mapa era bastante duro e os problemas físicos começaram a aparecer. A meio do percurso tive inclusivamente uma cãimbra, que comprometeu o resto da prova. A partir daí foi gerir o esforço e rolar em ritmo do treino, porque não dava para mais. Estou a atravessar um mau período fisicamente, não tenho treinado, enfim... o meu objectivo para esta época era fazer um bocado de lazer e a ver se no próximo ano volto com mais alguma força. O balanço é muito positivo e o Recardães está de parabéns. A fraca participação tem a ver, quanto a mim, com os problemas económicos que as famílias estão a atravessar, mas acredito que as coisas irão melhorar e as pessoas vão voltar a aparecer e a marcar presença.
Daniel Marques (COC)
.
Provas de Orientação em BTT destas fazem falta, sem dúvida, até para podermos testar as nossas aptidões junto com as colegas de outros escalões, até porque nunca corremos com elas. Apesar de serem três dias e de se tornar um bocadinho cansativo, foi um fim-de-semana em cheio, valeu a pena. O Recardães merece uma nota alta, talvez não um "excelente", mas seguramente um "muito bom".
Ana Rita Gomes (BTT Loulé/EAFIT/BPI)
.
Mais informações em www.dar.pt/dar/


Saudações orientistas.
.
JOAQUIM MARGARIDO

Sem comentários: